Óleo de gergelim: usos, contra-indicações e benefícios para a saúde

Rudney Alimentos Saudáveis 23-06-15 Alimentos saudáveis, gergelim, óleo de gergelim comentários

O óleo de gergelim é rico em benefícios e propriedades para a saúde, por sua riqueza em nutrientes e qualidades essenciais. Veja como tomá-lo e suas contraindicações.

As sementes de gergelim, se destacam precisamente a partir de um ponto de vista nutricional por sua incrível riqueza em ácidos graxos saudáveis, especialmente os ácidos graxos poli-insaturados ômega 6, tornando-o uma excelente escolha natural quando se trata de proteger a nossa saúde cardiovascular e reduzir o colesterol elevado tanto quanto a gordura no sangue.

Além disso, é também rico em cálcio, fósforo, cobre, magnésio, manganês, vitamina E e vitaminas do complexo B, proteínas e lecitina. O óleo de gergelim, pode ser obtido através da prensagem das sementes tostadas ou não, o que varia sua cor, mas independente disto, é extremamente resistente à oxidação (isto é, não é facilmente oxidado), e é utilizado tanto para a cozinha, como para fazer massagens corporais, bem como proporcionar muitas propriedades para o cabelo, pele, ou para a nossa saúde em geral.

Benefícios do óleo de gergelim

Bom para o cérebro

O óleo de gergelim é rico em fosfolipídios e lecitina, que são essenciais para a manutenção da boa saúde do cérebro, para ajudar a melhorar a memória e pensamento.

De fato, muitos estudiosos afirmam que o cérebro de uma pessoa saudável tem entre 20 a 25% de fosfolipídeos, enquanto uma pessoa com doença mental apenas cerca de 10%.

Fortalece e cuida de nosso sistema nervoso

O óleo de gergelim é extremamente rico em magnésio. Por conseguinte, tem sido considerado como um fortalecedor do sistema nervoso. Neste sentido, pode ajudar a recuperar o humor em pessoas deprimidas, ou aqueles que estão mentalmente e emocionalmente esgotadas ou cansadas.

Além disso, não só tende a fortalecer nosso sistema nervoso, mas age como um bom calmante, e por isso é comumente usado na realização de massagens corporais.

Propriedade antioxidantes

O óleo de gergelim tem também propriedades antioxidantes, devido ao seu rico teor de vitamina E, que é essencial para eliminar os radicais livres, responsáveis por muitas doenças degenerativas.

Ideal para um sistema cardiovascular saudável

O consumo regular de óleo de gergelim nos ajuda a cuidar do nosso sistema cardiovascular, uma excelente opção natural, não só para qualquer dieta saudável e variada, mas especialmente quando temos níveis elevados de colesterol e triglicerídeos no sangue.

Esta qualidade é encontrada neste produto natural, especialmente graças à presença de lecitina e ácidos graxos poliinsaturados ômega 3 e ômega 6. É que, enquanto a lecitina ajuda a evitar que as gorduras se acumulem nas paredes das artérias, os ácidos graxos ajudam a eliminar as gorduras que estão nelas.

Benefícios para a pele e cabelo

Suas propriedades para a pele: útil para a revitalização da pele e muito usado em tratamentos de flacidez e celulite. É também usado em máscaras para a pele após tomar sol, porque favorece o bronzeado natural e é reconhecido como um bom protetor dos raios UVB. Além disso, é um excelente hidratante da pele.

Suas propriedades para o cabelo: é especialmente adequado no caso de existirem crostas no couro cabeludo, ou para os cabelos secos e sem brilho. Uma opção apropriada é usá-lo como uma máscara capilar.

Propriedades anti-inflamatórias

A presença de (principalmente ácido linoleico e oleico), dão a este óleo uma interessante ação anti-inflamatória, e, por conseguinte, é utilizado na prática da massagem para aliviar a dor nas articulações e musculares.

Previne problemas ósseos

É um óleo rico em cálcio, o que faz com que seja benéfico para resolver problemas de descalcificação óssea, comuns na menopausa. Além disso, as suas propriedades anti-inflamatórias, anteriormente mencionadas, faz do óleo de gergelim um ótimo produto para reduzir e aliviar as dores de menstruação, através de massagens na barriga da mulher.

Como usar o óleo de gergelim

Em primeiro lugar, antes de usar óleo de gergelim (especialmente na pele) é apropriado realizar um teste de alergia, desta forma você vai ter certeza de que você não é alérgico ao óleo.

Se você quiser desfrutar de seus benefícios internamente, recomenda-se tomar uma colher de sopa no café da manhã e no jantar (no máximo duas por dia), a primeira das quais em jejum.

Quando não é aconselhável usar o óleo de gergelim

O consumo de óleo de gergelim não é recomendado para as seguintes condições:

– Gravidez: o óleo de gergelim fornece lignanas, um tipo de fitoestrógeno que pode afetar o bom desenvolvimento da gravidez.
– Diarreia e vômitos: óleo de gergelim tem um efeito laxante e é contra-indicado em caso de diarreia ou vômitos.

Mais informações

O óleo de gergelim é um produto que possui diversos usos, podendo ser consumido puro, usado para massagens, para fins estéticos ou para cozinhar e dar um sabor exótico a seus pratos. Além disso, a própria semente de gergelim, que é base deste produto, é um alimento muito saudável, como já falamos em outro artigo que trata das propriedades do gergelim tostado.

Este Post te ajudou?
  
  • oleo de gergelim
  • propriedades do oleo de gergelim
  • oleo de gergelim beneficios
  • para que serve oleo de gergelim
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: