Benefícios do consumo de ômega-3 para a saúde

Rudney Dicas Saúde 25-01-16 omega, omega 3, omega 3 beneficios, omega 3 para que serve comentários

Desde que começou a ser estudado nos anos 70, o ômega-3 tem sido usado como um ingrediente essencial em muitas dietas para melhorar a saúde mental e o corpo em geral. Países como o Japão, por exemplo, que consome uma quantidade significativa de ácidos graxos ômega-3, têm baixos níveis de populacionais de doenças cardiovasculares e uma maior expectativa de vida.

Hoje em dia, estudos ainda continuam a revelar mais benefícios do ômega-3 não só para prevenir doenças cardíacas, mas também a depressão, diabetes, câncer, hiperatividade, artrite reumatoide, colite ulcerativa e doença de Alzheimer.

Em termos concretos, o ômega-3 é um ácido poli-insaturado, que o corpo necessita para desenvolver atividades cognitivas e físicas. É uma fonte de energia que o corpo não pode produzir por si próprio, e por esta razão deve ser ingerido através da dieta. Ele também contém três ácidos graxos essenciais para a saúde: DHA (ácido docosahexaenoico), ALA (ácido alfa linolênico) e EPA (ácido eicosapentaenoico), todos se encontram em fontes de peixes graxos e vegetais.

Quando ingerido, o ômega-3 reforça as membranas das celulares. Suas propriedades ajudam a entrada e saída de substâncias no processo de troca de celular. Em termos mais simples, se houver desgaste nas paredes celulares por um mau funcionamento, o omega 3 combate e repara os danos, garantindo assim que o corpo funcione corretamente.

Os médicos recomendam essa substância especialmente para combater doenças cardíacas. O seu potencial impede a coagulação do sangue e, assim, reduz o risco de ataques cardíacos. Ele também reduz a concentração de triglicérides no sangue, reduz arritmias e acidente vascular cerebral, evita o acúmulo de placa aterosclerótica e fortalece as paredes das artérias.

Seu consumo combate diretamente doenças inflamatórias tais como a colite ulcerosa e artrite reumatoide. Foi descoberto que é essencial no desenvolvimento do cérebro de bebês, assim como o leite materno, que contém DHA.

Os benefícios do ômega-3 são diversificados, sua eficácia contra déficit de atenção levaram um componente essencial aos multivitamínicos.

Sugestões para consumo

De acordo com dados nutricionais, a ingestão adequada de ômega-3 depende de vários fatores, por um lado, deve ser distribuído na dieta durante o dia, no entanto, seu consumo não deve ser exagerado uma vez que em altas doses pode causar efeitos secundários.

O ômega-3 é encontrado em peixes de água fria e marisco, por exemplo:

– Atum
– Cavala
Sardinha
– Salmão
– Truta
– Mexilhões
– Ostras

Também é encontrado em alimentos de origem vegetal, tais como:

– Alface
– Soja
– Espinafre
– Morangos
– Pepino
– Couves de Bruxelas
Abacate
– Amêndoas
– Nozes

Existem muitos suplementos naturais que contêm ômega-3 extraído do óleo de peixe. Os mais indicados são os que também contêm vitamina E, que evita que os ácidos graxos (EPA) e (DHA) se oxidem.

Precauções

O ômega-3 é provavelmente seguro para a maioria das pessoas, incluindo mulheres grávidas e lactantes. Recomenda-se ingerir doses baixas (3 gramas ou menos por dia).

Os efeitos secundários que podem ocorrer são:

– Arrotos
Azia
– Náuseas
– Mudanças na percepção gustativa
– Pessoas com problemas de coagulação, como os portadores de hemofilia

Mais informações

Como podemos ver, o consumo de ômega-3 proporciona diversos benefícios para a nossa saúde, por isso, é importante aumentar a ingestão de alimentos ricos nessa substância em nossa dieta. No entanto, os suplementos de ômega-3 devem ser consumidos com indicação médica.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: