Dietas rápidas vs dietas lentas: Mesma eficácia, mas diferentes efeitos colaterais

Mateus Dieta, Perder Peso 28-10-14 dietas lentas, Dietas rápidas comentários

Dietas rápidas vs dietas lentas: Mesma eficácia, mas diferentes efeitos colaterais

A recomendação consensual e geral da atualidade, indica que tenhamos uma perda de peso lenta e gradual para alcançar bons resultados, no entanto, um estudo recente mostra que as dietas rápidas e lentas são igualmente eficazes, mas têm efeitos colaterais diferentes.

Os dados do estudo

O estudo foi realizado com 200 pessoas obesas com idades entre 18 a 72 anos que foram submetidos a um plano para perder peso lentamente, que durou 36 semanas e consistiu em subtrair 500 calorias por dia à sua dieta, outros levaram adiante um plano rápido de 12 semanas, durante o qual eles consumiram entre 450 e 800 calorias totais por dia.

Observou-se que 81% das pessoas que fizeram uma dieta rápida e muito baixa em calorias e 50% das pessoas que realizaram o plano lento e gradual, conseguiram perder 12,5% do seu peso no tempo previsto para cada grupo.

Posteriormente foi atribuído a uma dieta de manutenção por um período de 3 anos, durante o qual se observou uma recuperação de 71% da perda de peso em ambos os grupos, independentemente da taxa de perda de peso.

Conclusão

Acredita-se sempre que quanto mais agressiva é uma dieta e maior a perda de peso produzida em pouco tempo, maiores são as probabilidades de recuperar o peso, mas nesta ocasião, não se vêem diferenças entre o uso da dieta rápida e de muito baixo valor calórico ou uma dieta mais flexível que gera uma perda de peso lenta e constante.

Os pesquisadores observaram que as dietas rápidas e agressivas, muitas vezes estimulam a seguir com a dieta, porque elas geram resultados rapidamente, e isso pode reduzir a taxa de abandono do tratamento. No entanto, considera que, com tão poucas calorias por dia é muito difícil cobrir a ingestão de nutrientes necessários para o organismo, assim perdendo a massa magra do nosso corpo.

Além disso, uma importante restrição na dieta pode afetar o nosso humor, diminuir o metabolismo e gerar a curto prazo problemas adversos como tonturas, falta de atenção e concentração, mau hálito e outros efeitos.

As consequências de seguir dietas rápidas

Em adição acima, a perda de uma grande quantidade de peso em um curto espaço de tempo, pode levar a uma perda de massa magra ou massa muscular, e este não está associada com uma melhorá na saúde, porque o importante é que a maior parte do peso perdido seja gordura e, portanto, diminuição lenta de peso é a melhor escolha.

Além disso, em um curto espaço de tempo e exigindo a ingestão de muito poucas calorias, é impossível estimular a adoção de hábitos alimentares saudáveis ​​que nos ensinam a comer de tudo em quantidades certas e alcançar um equilíbrio em nossas vidas diárias, ao mesmo tempo, não coloque o corpo em risco com deficiências nutricionais.

Portanto, como sempre dizemos no Dicas Sobre Saúde, a chave para que uma dieta nos ajude a perder peso saudável, sem risco de recuperar o peso, é que tal tratamento, dieta ou plano, produza uma efetiva mudança de hábitos, o que dificilmente as dietas rápidas podem nos oferecer, nos incentivando a comer apenas 400 ou 800 kcal por dia.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: