Zika Vírus: sintomas, tratamentos e prevenção

Rudney Dicas Saúde 15-01-16 virus, zika, zika virus comentários

O Zika vírus ou vírus ZIKV, é uma infecção transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo causador da dengue e febre chikungunya. Os primeiros casos da doença foram relatados em macacos na África, em 1947, na floresta Zika, em Uganda. Mas apenas em 1954, os seres humanos foram infectados na Nigéria. Desde 2007 atingiu o Pacífico, Sudeste Asiático e, desde 2015, está no Brasil.

Quando o mosquito infectado pica um humano, o vírus infecta as células (especificamente, dendríticas), em seguida, espalha-se para os nódulos linfáticos e no sangue. O vírus se replica em células do citoplasma, mas também foi encontrado componentes virais dentro do núcleo da célula.

Como é transmitido?

A transmissão da doença ocorre pela picada do mosquito, que após picar uma pessoa contaminada, é capaz de transportar o vírus ZIKV pelo resto da vida, transmitindo a doença para outras pessoas. O vírus não pode ser transmitido de uma pessoa para outra. A transmissão do ZIKV é mais propícia em áreas tropicais e subtropicais, com temperaturas entre 30° a 32° C.

Sintomas de Zika vírus

Após a picada do mosquito, os sintomas da doença geralmente aparecem após um período de incubação de 3 a 12 dias. Os sintomas podem ser confundidos os dengue pela semelhança. Os sintomas do Zika incluem:

– Febre branda (abaixo de 38,5 graus)
– Dor nas articulações, mas especificamente nas mãos e pés
Dor de cabeça e atrás dos olhos
– Manchas vermelhas na pele
– Dor muscular
– Coceira

Outros sintomas mais raros são:

Diarreia
– Constipação
– Dor abdominal
– Conjuntivite
– Fotofobia

Diagnóstico

A doença pode não causar sintomas, mas se você acha que está infectado, procure imediatamente um hospital para ajuda médica. O diagnóstico pode ser feito através dos sintomas e de uma amostra de sangue, onde especialistas procuram anticorpos específicos para combater o Zika vírus, o que indica que o organismo está tentando combater a doença. Outros exames e testes clínicos também podem ser realizados, tanto para o diagnóstico da doença, como para diferenciá-la da dengue ou febre chikungunya.

Tratamento

Não há nenhum medicamento específico para curar o Zika. Os tratamentos existentes servem apenas para aliviar seus sintomas. É recomendado repouso e que o paciente beba muito líquido, para evitar a desidratação.

Você pode usar medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos, para aliviar a dor e febre. No entanto, assim como em casos de dengue e febre chikungunya, é necessário evitar medicamentos à base de ácido acetilsalicílico (aspirina) e outros medicamentos anti-inflamatórios não hormonais (ibuprofeno e diclofenaco), para evitar um possível risco de hemorragia.

Durante o tratamento também é indicado manter o paciente protegido por mosqueteiros para evitar uma possível picada do Aedes aegypti, prevenindo assim, a transmissão do vírus.

Prevenção

Não existe atualmente vacina para prevenir a infecção pelo Zika vírus. A maneira mais eficaz para prevenir a infecção é evitar picadas de mosquito. Como o vírus é transmitido em áreas com presença de outras doenças transmitidas por mosquitos, como a febre chikungunya ou dengue, medidas de proteção contra picadas de mosquito podem prevenir muitas doenças tropicais transmitidas por esta via.

Para evitar picadas de mosquito são recomendadas as seguintes medidas:

– Use repelente de insetos. Tenha em mente que os mosquitos que carregam o Zika vírus costumam picar durante as primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, por isso, você deve usar o repelente constantemente.
– Se você usar o protetor solar, aplique-o primeiro e, em seguida, o repelente.
– É aconselhável usar camisas de mangas compridas e calças para otimizar a proteção contra os mosquitos.
– Recomenda-se o uso de redes mosquiteiras nas portas e janelas, e dormir sob um mosquiteiro.
– Evite o acúmulo de água em calhas, pneus, garrafas e tudo que possa formar poças d’água, para evitar atrair mosquitos.
– Se uma pessoa é infectada pelo Zika vírus, é aconselhável para protege-la contra picadas de mosquito para evitar transmitir a doença para outras pessoas.

Complicações

O vírus pode passar de mãe para filho durante a gravidez provocando uma grave doença chamada microcefalia, mas também existe a suspeita de que o Zika possa ser transmitido através do leite materno, fazendo com que o bebê desenvolva os sintomas do Zika e também através do contato íntimo sem camisinha, mas esta hipótese não está confirmada e parece ser muito rara.

A doença também está relacionada com a Síndrome de Guillan-Barré, uma doença autoimune onde o sistema imunológico ataca o sistema nervoso, causando inflamação dos nervos.

Mais informações

Os sintomas do Zika são geralmente ligeiros e de curta duração, desaparecendo entre 2 e 7 dias. No entanto, se os incômodos permanecerem por mais tempo é indicado procurar novamente um médico.

Este Post te ajudou?
  
  • frutas que ajudou a melhorar do Zika vírus
  • diclofenaco pode usar na zika
  • como combater quando se está infectado com zika vírus?
  • tosse seca pode ser zika
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: