Saiba o que é giardíase e como se prevenir desse problema

Saiba o que é giardíase e como se prevenir desse problema

A giardíase, também chamada de giardia é um problema que afeta na maioria das vezes os países não desenvolvidos, onde não há um saneamento básico adequado. Hoje, vamos conhecer mais sobre a giardíase, seus sintomas e como se prevenir.

O que é giardíase

A giardíase é uma infecção do intestino delgado causada pelo parasita microscópico e unicelular chamado Giardia duodenalis, também conhecido como Giardia lamblia e Giardia intestinalis. Um parasita é um organismo que vive dentro de outro organismo chamado hospedeiro.

Esse parasita pode ser encontrado em todo o mundo. Essa é a causa mais comum da doença gastrointestinal parasitária na população mundial.

Os parasitas que causam essa infecção são encontrados em riachos e lagos, assim como em fontes municipais de água, piscinas e spas. Além disso, a infecção por giardia também pode ser transmitida através do consumo de alimentos e no contato entre pessoas.

Algumas pessoas saudáveis podem ​​não ficar doentes mesmo em contato com esse parasita. No entanto, eles ainda podem passar a infecção para outras pessoas. Crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas que afetam o sistema imunológico podem ser especialmente propensas a contrair a doença, pois o risco de transmissão é maior nas creches, nas instalações de cuidados crônicos e nas residências dos idosos.

Causas da giardíase

O parasita que causa giardíase vive nos intestinos de seres humanos e animais infectados (em cães é chamada de giardíase canina). Ele entra-se no solo, água, alimento ou outras superfícies após as evacuações intestinais. O método de infecção mais frequente é beber água contaminada. No entanto, as pessoas também podem se infectar através da transmissão mão-a-boca. Isso envolve comer alimentos contaminados ou tocar superfícies contaminadas e, sem saber, engolir o parasita.

Os parasitas produzem uma casca dura chamada de cistos, que são engolidos. Os cistos então se reproduzem nos intestinos causando os sinais e sintomas da giardíase. Os parasitas então formam novos cistos que são passados ​​nas fezes, continuando seu ciclo de vida. A ingestão de até 10 cistos é suficiente para causar doenças.

Giardíase sintomas

Os sinais e sintomas da giardíase geralmente ocorrem dentro de 7 a 14 dias de exposição ao parasita, embora os sintomas possam aparecer tão cedo quanto 3 dias ou até 25 dias. Eles frequentemente incluem:

  • – Diarreia
  • – Fezes aquosas e pálidas
  • – Cólicas abdominais e inchaço
  • – Gases
  • – Náuseas
  • – Vômitos
  • – Arroto com um gosto ruim
  • – Perda de peso
  • – Fadiga
  • – Fraqueza

Algumas pessoas podem experimentar febre, erupção cutânea e dores nas articulações, mas este são sintomas menos comuns. Os sintomas geralmente duram entre 1 a 2 semanas, mas podem durar até 6 semanas.

Indivíduos que sofrem de outras doenças podem sofrer sintomas de longa duração, resultando em complicações como diarreia prolongada, levando a desidratação, perda de peso e desnutrição. Outras complicações incluem artrite e danos às células do intestino.

Diagnóstico

Uma vez que os sinais e sintomas da giardíase são semelhantes a muitas outras doenças, seu médico solicitará uma amostra de fezes. A presença ou ausência de cistos (a forma resistente do parasita encontrado nas fezes) ou o antígeno parasito ajuda a determinar se você tem ou não a condição. Este teste pode ser repetido várias vezes ao longo de vários dias para confirmar a presença do parasita.

Tratamento giardíase

Em alguns casos, a giardíase desaparece sozinha em cerca de um mês. Outras pessoas precisam de antibióticos para diminuir a duração da infecção e matar o parasita.

Como a doença pode se espalhar rapidamente, seu médico pode sugerir que toda a família seja tratada ao mesmo tempo. Seu médico também pode sugerir que você tome seus medicamentos por mais tempo ou mude sua medicação dependendo da gravidade da sua doença. É muito importante que você informe o seu médico se está grávida porque alguns medicamentos utilizados para tratar esta condição podem prejudicar o feto.

Finalmente, é muito importante que você beba bastante água e bebidas ricas em eletrólitos (soluções contendo açúcar e sais minerais) porque seu corpo estará perdendo água devido à diarreia. Sinais de desidratação são cansaço extremo, pele, boca e língua secas, olhos fundos e pouca produção de urina ou lágrimas.

As crianças estão em maior risco de desidratação do que os adultos devido ao tamanho pequeno do corpo, de modo que os pais ou cuidadores devem observar sinais de desidratação e garantir que a criança beba muita água ou soro caseiro.

Giardíase transmissão

Para evitar a propagação da giardíase, faça o seguinte:

  • – Mantenha crianças pequenas que tenham diarreia em casa até 24 horas após a sua diarreia parar completamente
  • – Não prepare alimentos ou bebidas para os outros enquanto você possui os sintomas
  • – Não use piscinas durante pelo menos duas semanas após a parada da diarreia
  • – Não compartilhe roupa de cama, roupas íntimas, toalhas e utensílios para comer com outros enquanto você possui os sintomas

Giardíase prevenção

A melhor maneira de prevenir a giardíase é mantendo uma boa higiene. Sempre lave bem as mãos com sabão e água corrente depois: usar o banheiro, manipular animais, trocar fraldas, ou após outra exposição a matéria fecal, trabalhar no jardim e antes de preparar alimentos e bebidas. Tente comer alimentos bem cozidos e sempre descasque vegetais e frutas crus.

Quando viajar em áreas de alto risco, beba água engarrafada e evite frutas e vegetais crus. Não tome bebidas que contenham cubos de gelo.

Não beba, escove os dentes ou lave alimentos ou pratos com água não tratada de córregos, rios ou lagos, mesmo que pareçam limpas. Certifique-se de ferver água dessas fontes por 1 a 2 minutos antes de usar. Alguns filtros de água também podem remover esses parasitas. Evite consumir água na torneira e alimentos não cozidos quando viaja em países onde o abastecimento de água pode ser inseguro.

Mais informações

A giardíase pode ser prevenida seguindo alguns hábitos de boa higiene, por isso, tente mantê-los sempre, principalmente se você viaja ou vive numa área de risco, ou se uma pessoa de sua casa apresenta os sintomas. Se você suspeita que possa estar com essa condição, procure um médico para evitar que você a transmita para outras pessoas.

Este artigo te ajudou?
  • +1 curtiram
  • 0 não curtiram