Propriedades e benefícios da erva de São João

Rudney Dicas Saúde, Remédios caseiros 16-03-16 erva de sao joao, erva sao joao, hiperico comentários

A erva de São João, cujo nome científico é Hypericum perforatum, é uma planta medicinal também chamada de Hipericão. Ela cresce cerca de meio metro de altura, tem muitos ramos e cachos de flores amarelas com cinco pétalas de tons brilhantes. Originalmente é uma planta Europeia, mas hoje cresce em vários lugares do mundo.

Seu nome é porque a sua fase de floração começa em 24 de junho, data em que celebra o Dia de São João Batista. A erva de são joão tem uma longa história de uso como uma erva medicinal.

Na Grécia antiga, acreditava-se que as propriedades da erva de são joão eram mágicas e usadas para expulsar demônios. Além disso, era usada para atrair o amor, garantir a felicidade e saúde. Mesmo durante a Idade Média, a erva de São João foi usada para contrariar o poder demoníaco e dar força para os soldados na batalha.

Benefícios da erva de São João

Dentre seus benefícios incluem a sua utilização como um analgésico, anti-séptica, expectorante para a tosse, tratamento de gripe e constipações, além de calmante para o sistema digestivo.

Em adição, a erva de são joão tem muitas vitaminas e antioxidantes que ajudam a combater o estresse celular e envelhecimento por radicais livres.

Ao longo dos anos, foram descobertas muitos benefícios da erva de são joão, por isso essa erva tem sido utilizada para o tratamento de várias doenças, tais como:

– Antidepressivo natural para tratar a depressão.
– Calmante natural.
– Adstringente para curar feridas e picadas de insetos.
– Aliviar a dor ciática e cólicas menstruais.
– Combater problemas de sono.
– Aliviar dores de cabeça.
– É utilizada como um tratamento para a depressão e distúrbios emocionais.
– As propriedades antidepressivas desta erva têm sido usados ​​para combater o estresse e ansiedade.

Propriedades da erva de São João

As propriedades da erva de são joão são diversas e seus efeitos são devido a seus fitoquímicos e outros nutrientes benéficos à saúde. Alguns dos produtos químicos que compõem esta planta são carotenoides, clorofila, luteína, hipericina, vitamina C e flavonoides.

Os carotenoides atuam como antioxidantes. A clorofila é uma boa fonte de magnésio. A luteína é um fitoquímico comumente presente nos produtos hortícolas e seu benefício mais importante é prevenir a degeneração macular. A hipericina é um antibiótico e serve como um antidepressivo natural. Já os flavonoides são, assim como os carotenoides, antioxidantes, embora sejam menos poderosos.

Ao estudarem esta planta, pesquisadores têm compreendido as suas propriedades anti-depressivas e ansiolíticas. De acordo com algumas pesquisas, a erva de são joão é a primeira planta conhecida que pode exaltar três neurotransmissores: dopamina, serotonina e noradrenalina. Também contém cortisol, um hormônio que é liberado pelo corpo humano como resposta ao estresse. Graças a estes componentes da planta tem tais efeitos benéficos para melhorar o humor.

Portanto, erva de São João é usada como um tratamento para a doença mental e distúrbios emocionais, como depressão, estresse e ansiedade. Ele também pode atuar como um sedativo para pessoas que sofrem de insônia.

Chá de erva de São João

Para se beneficiar das propriedades da erva de São João podemos preparar um delicioso chá. Para isso, acrescente duas colheres (20 g) da erva seca em 500 ml de água e deixe ferver por 10 minutos. Deixe repousar por 10 minutos em infusão e, em seguida, retire as ervas. Você pode adicionar um sabor doce adicionando mel. Cápsulas desta planta também estão disponíveis em lojas de produtos naturais.

Efeitos colaterais e contra-indicações da erva de São João

As propriedades da erva de São João são muito poderosas. Portanto, você deve ser cuidadoso o suficiente para usá-las. Enquanto a planta seca usada em chás é bem absorvida pela maioria dos organismos, é aconselhável consultar um médico antes de tomar suplementos contendo erva de São João, porque eles são mais concentrados e podem causar efeitos colaterais e interações com alguns medicamentos.

Alguns efeitos colaterais são tonturas, distúrbios gastrointestinais, dor de cabeça, fadiga, sonolência, e fotossensibilidade, o que significa que a pele torna-se sensível à luz solar. O consumo de erva de São João não deve ser combinado com medicamentos antidepressivos inibidores da MAO (monoamina oxidase) e pode também reduzir a eficácia das pílulas anticoncepcionais. Além disso, as mulheres grávidas, lactantes e crianças devem evitar o uso desta planta.

Mais informações

A erva de São João é uma planta medicinal muito poderosa que é usada principalmente para tratar a depressão, embora precisa ser indicada por um médico.

Este Post te ajudou?
  
  • quais os beneficios da erva de são joão
  • ervadesaojoaoparaqueserve
  • ervadesãojoãoesuaspropriedades
  • inibidores de dopamina erva de são joão
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: