Os 5 principais sinais de dependência ou abuso de álcool

Rudney Dicas Saúde 08-05-15 alcolismo, álcool, Dicas Saúde comentários

Milhões de pessoas em todo mundo sofrem de dependência ou abuso de álcool. Mas nem todo mundo pode dizer quando o consumo excessivo cruza a linha e torna-se o alcoolismo.

Para ajudar a identificar quando beber se torna um problema, o Dr. William Jacobs, diretor de medicina do vício no Colegio Médico de Georgia de la Universidad Georgia Regents, elaborou cinco principais sinais de dependência ou abuso de álcool:

Sinais de dependência de álcool

Um dos sinais é uma alta tolerância ao álcool, o que significa que você cria uma resistência a grandes quantidades. Uma pessoa com alta tolerância pode beber mais do que outros sem mostrar sinais evidentes de embriaguez.

Outro sinal são os sintomas de abstinência quando não beber. Estes sintomas incluem ansiedade, tremor, nervosismo, sudorese, náuseas e vômitos, insônia, irritabilidade, depressão, fadiga, dores de cabeça e perda de apetite. Algumas pessoas podem sofrer convulsões devido à retirada do álcool.

Pessoas com problemas de alcoolismo, muitas vezes gastam menos tempo fazendo atividades que costumavam ser importantes para eles porque o alcool ocupa mais do seu tempo, energia e foco.

Um alcoólatra pode continuar a beber apesar das consequências negativas. Algumas consequências possíveis são problemas no trabalho, danos ao casamento ou outras relações ou condições de saúde.

O quinto sinal é que uma pessoa não pode parar de beber ou reduzir o seu consumo, mesmo quando quiser. Ou seja, o indivíduo percebe que a bebida alcoolica está lhe fazendo mal, mas, mesmo querendo, não consegue abandonar o vício.

Se você ou alguém que conhece tem esses sinais de dependência de álcool, recomenda-se a falar com o seu médico e/ou procurar aconselhamento profissional.

Riscos do abuso de álcool

O excesso de álcool é perigoso. O uso prolongado de álcool pode danificar todos os órgãos de seu corpo, incluindo o fígado e o cérebro. De acordo com Jacobs, o abuso de álcool também pode prejudicar a sua carreira, suas finanças, sua estabilidade emocional e tem um impacto negativo sobre sua família e os amigos.

Beber em excesso pode aumentar o risco de certos tipos de câncer. O consumo de álcool durante a gravidez pode prejudicar seu bebê. Consumo excessivo de álcool aumenta o risco de morte por acidentes, lesões, homicídios e suicídios.

Mais informações

É possível que, para a maioria dos adultos, o consumo moderado de álcool é seguro. No entanto, segundo a OMS, o brasileiro ingere 8,7 litros da bebida pura por ano, o que é maior que a média mundial, que é de 6,2 litros de álcool puro.

Em todo o mundo, o abuso do consumo de álcool parece estar relacionado a 3,3 milhões de mortes a cada ano. Desta forma, quase 6% de todas as mortes em todo o mundo são atribuídas total ou parcialmente ao álcool.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: