Obesidade infantil: dicas para prevenir esse problema

Rudney Doenças, Obesidade 21-02-15 Doenças, Obesidade, obesidade infantil comentários

Nos últimos anos tem havido muita informação sobre os riscos da obesidade e do aumento de sua frequência, tanto em crianças como em adultos. A prevalência da obesidade está a aumentar em todos os países desenvolvidos. Se você está preocupado que seus filhos podem sofrer deste problema, siga essa série de recomendações.

Dicas para prevenir a obesidade infantil

Em primeiro lugar, você deve saber que o monitoramento de peso é muito importante. Portanto, você deve revê-lo, pelo menos a cada seis meses, marcando altura e quanto é a criança pesa. Com essas informações, você pode manter o controle dessas mudanças em períodos de tempo razoáveis ​​e determinar quando a criança teve um aumento ou uma diminuição de peso e altura.

A comida é uma parte essencial no crescimento de seus filhos, mas é muito importante respeitar as horas das refeições, considerando-se que o café da manhã é o mais importante. Durante o dia é aconselhável fazer cinco refeições, evitando-se, acima de tudo, comer fast food e doces, especialmente entre o almoço e jantar. Uma boa dica é substituir esses alimentos por frutas. Recomenda-se que as crianças consumam uma média de 3-5 frutas ou legumes por dia, pois eles contêm energia e vitaminas que ajudam o seu desenvolvimento.

Além disso, é aconselhável consumir, sempre que possível, pelo menos dois litro de água ao longo do dia. Você também não deve recompensar o seu filho por uma boa ação com alimentos, especialmente biscoitos, chocolates, refrigerantes ou sorvete. E claro, você tem que motivá-los a praticar qualquer atividade física.

Mais informações

No caso da alimentação, é muito importante também a participação dos pais, pois eles são uma referencia para seus filhos, por isso, devem também levar uma alimentação saudável com verduras, legumes e frutas.

A obesidade é um problema de saúde grave, especialmente para as crianças, que podem desenvolver problemas de respiração, cardiovasculares e psicológicos. Além disso, uma criança obesa tem mais chance de ser um adulto obeso e sofrer de outros problemas de saúde relacionados com o excesso de peso.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: