Dicas para tratar a incontinência urinária naturalmente

Davi Dicas Saúde, Tratamentos 28-04-15 incontinência, incontinência urinária, tratar a incontinência comentários

A incontinência urinária é um problema que afeta homens e mulheres, mas as mulheres tem muitos mais casos do que os homens. Então hoje nós vamos ver algumas maneiras de tratar esse problema, aliviando rapidamente os sintomas.

Dicas para tratar a incontinência urinária naturalmente

Tipos de incontinência urinária

Existem alguns tipos de incontinência, então agora nós vamos conhecer alguns dos mais comuns.

Incontinência urinária de esforço

Esse tipo de incontinência surge quando a pessoa não tem força muscular pélvica suficiente para reter a urina. Isso significa que ela terá perda de urina ao espirrar, tossir, rir, levantar algo, subir escadas, fazer atividades físicas, mudar de posição ou fazer algo que põe a bexiga sob pressão ou estresse. Esse tipo ocorre com muita frequência em mulheres e em homens que tiveram algum tipo de lesão do esfíncter urinário.

Incontinência urinária de urgência

Esse é aquele tipo de incontinência que causa um desejo de urinar tão forte que você não consegue chegar ao banheiro a tempo. Isso pode acontecer mesmo quando a bexiga está com uma quantidade muito pequena de urina. A síndrome da bexiga hiperativa é a principal causa da incontinência de urgência.

Incontinência urinária por transbordamento

Esse tipo de incontinência ocorre quando a bexiga está sempre cheia, ocorrendo vazamentos. Também pode acontecer de a bexiga não se esvaziar por completo, o que leva ao gotejamento.

Incontinência urinária funcional

A incontinência funcional ocorre quando uma pessoa reconhece a necessidade de urinar, mas está impossibilitada de ir ao banheiro devido a alguma doença ou complicação que a impede de chegar ao banheiro por conta própria.

Incontinência urinária mista

Em alguns casos, os sintomas de incontinência urinária podem se misturar, criando a incontinência mista.

Dicas para tratar a incontinência urinária

Agora que conhecemos alguns tipos, vamos ver algumas dicas de como tratar a incontinência de forma natural.

Exercícios de Kegel

Os exercícios de Kegel consistem em treinar os músculos que se utilizam para reter o fluxo de urina. Eles são muito úteis especialmente nas fases iniciais da incontinência. Quando você for a um fisioterapeuta, ele vai te indicar como fazer e dizer-lhe quantas vezes você deve praticar esses exercícios.

Perder peso

Perder peso e fazer exercícios pode ajudar a prevenir a incontinência urinária. O excesso de peso comprime a bexiga e os músculos pélvicos. Isso faz com que o fluxo de urina saia involuntariamente. De acordo com diversos estudos, praticar exercícios e seguir uma dieta para perder peso faz com que esses músculos fiquem mais fortes, portanto, a possibilidade de desenvolver incontinência urinária é muito menor.

Consumir magnésio

O magnésio é muito importante para melhorar a função muscular e para um desenvolvimento correto do sistema nervoso. Também contribuiu para reduzir a incontinência, que reforça as paredes musculares da região pélvica. Para incluir naturalmente o magnésio em sua dieta, você precisa adicionar o milho, batatas e bananas, esses alimentos são ricos e magnésio.

A vitamina D

A vitamina D promove a ingestão de cálcio e a boa saúde óssea. De acordo com vários estudos, também reduz o risco de sofrer de incontinência. Esses mesmos estudos também garantiram que as mulheres que aumentaram o consumo de vitamina D eram menos propensas a ter qualquer tipo de distúrbio do assoalho pélvico. Certifique-se de sempre satisfazer as necessidades diárias de vitamina D, ou seja, 600 UI por dia consumindo leite fortificado, ovos e peixes.

Causas da incontinência

Também é importante conhecer as causas do problema, para que seja possível evitar. Então agora nós vamos conhecer algumas das causas mais comuns.

Certas bebidas, alimentos e medicamentos podem atuar como diuréticos, estimular a bexiga e aumentar o seu volume de urina. Eles incluem:

Álcool
Cafeína
Chá com cafeína e café
Refrigerantes
Adoçantes artificiais
Xarope de milho
Alimentos que são ricos em especiarias e açúcar
Alimentos muito ácidos e cítricos
Uso de medicamentos para doenças cardíacas e pressão arterial, além de sedativos e relaxantes musculares
Grandes doses de vitaminas B ou C.

A incontinência urinária é bastante comum e como já foi dito, é mais comum nas mulheres. Mas podemos ver que é bem fácil de tratar esse problema. Também é de extrema importância que você evite os fatores que causam o problema, pois a prevenção é sem dúvida alguma o melhor remédio.

Este Post te ajudou?
  
  • gotejamento de urina magnésio
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: