Como tratar hemorroidas: remédios caseiros, tratamentos e cirurgia

Como tratar hemorroidas: remédios caseiros, tratamentos e cirurgia

Embora a maioria das pessoas pense que as hemorroidas são anormais, todos as têm, elas ajudam a controlar os movimentos intestinais. Podem causar problemas e ser consideradas anormais somente quando os grupos de vasos hemorroidais aumentam.

Estima-se que 75% das pessoas experimentam hemorragias ampliadas em algum momento da vida. No entanto, apenas cerca de 4% irá para um médico por causa de problemas de hemorroidas. Homens e mulheres entre 45 e 65 anos de idade podem ter hemorroidas que causam problemas.

O que é hemorroida?

hemorroida

Hemorroidas são vasos sanguíneos localizados nos músculos lisos das paredes do reto e do ânus. Elas são uma parte normal da anatomia humana e estão localizadas na junção onde as artérias pequenas se fundem nas veias. Elas são amortecidas por músculos lisos e tecido conjuntivo e são classificadas por onde estão localizadas em relação à linha pectínea, o ponto de divisão entre a parte superior e inferior do ânus. As hemorroidas tornam-se um problema apenas quando começam a inchar, provocando comichão, dor e/ou sangramento.

O tecido hemorroidal normal não pode ser visto, pois deve primeiro inchar e inflamar-se ou desenvolver um coágulo para causar sintomas. Pode-se ver as hemorroidas externas inchadas ou hemorroidas internas prolapsadas expostas fora do ânus, mas a maioria das hemorroidas internas não podem ser vistas porque permanecem dentro do ânus. Uma trombose hemorroidária aparecerá como um nódulo na borda anal, saindo do ânus e será de cor azul escuro por causa do coágulo sanguíneo contido dentro do vaso sanguíneo inchado. Muitas vezes, mais de uma hemorroida inchada aparece ao mesmo tempo.

A maioria das pessoas que sofrem de hemorroidas descobre isso das seguintes maneiras:

  • – Sentindo o nódulo de uma hemorroida externa quando se limpam após uma evacuação intestinal.
  • – Observando gotas de sangue na privada do banheiro ou no papel higiênico.
  • – Sentindo uma proliferação da hemorroidas (que sobressaem do ânus) após movimentos intestinais.

Com um histórico de sintomas, um médico pode iniciar o diagnóstico com base em um exame cuidadoso do ânus e do canal anal. O médico deve tentar o seu melhor para identificar as hemorroidas. Mas também é importante excluir outras causas de sintomas semelhantes a hemorroidas que requerem diferentes tratamentos.

Hemorroida interna

As hemorroidas internas localizam-se no revestimento interno do reto e não são visíveis a menos que estejam substancialmente ampliadas, caso em que elas podem ser sentidas. As hemorroidas internas geralmente são indolores e tornam-se aparentes porque causam hemorragia com evacuação intestinal.

Às vezes, ocorre um prolapso das hemorroidas internas para fora do ânus. Se isso ocorrer, você pode vê-las ou sentir-las como almofadas úmidas de pele que são mais vermelhas do que a área circundante. As hemorroidas prolapsadas podem doer, porque o ânus é denso com os nervos sensíveis à dor. As hemorroidas prolapsadas geralmente recuam no reto por conta própria. Se não acontecer, elas podem ser empurradas suavemente para o lugar.

O prolapso das hemorroidas internas quando exposta, causa dores devidos as fezes passantes, particularmente fezes duras associadas à constipação. O trauma pode causar sangramento e às vezes dor quando as fezes passam.

As hemorroidas internas podem ser classificadas da seguinte forma ao longo de quatro estágios:

  • Hemorroidas de primeiro grau: hemorroidas que sangram, mas não causam prolapso. Estas são hemorroidas ligeiramente alargadas, mas que não se sobressaem para fora do ânus.
  • Hemorroidas de segundo grau: hemorroidas com prolapso e retração por conta própria (com ou sem sangramento). Estas podem sair do ânus durante certas atividades, como defecar, e depois voltam para dentro do ânus.
  • Hemorroidas de terceiro grau: hemorroidas com prolapso, que não se recolhem sozinhas e devem ser empurradas de volta por um dedo.
  • Hemorroidas de quarto grau: hemorroidas com prolapso que não podem ser empurradas para de volta para o canal anal. As hemorroidas de quarto grau também incluem hemorroidas com trombose (contendo coágulos de sangue).

Hemorroida externa

Hemorroidas externas estão localizadas por baixo da pele que rodeia o ânus e são inferiores às hemorroidas internas. Elas podem ser sentidas quando incham e podem causar dor ou sangrando.

Se uma hemorroida externa prolapsa para o exterior (geralmente no decorrer de uma evacuação intestinal), você pode vê-la e sentir.

Os coágulos sanguíneos às vezes se formam dentro do prolapso das hemorroidas externas, o que pode causar uma condição extremamente dolorosa chamada trombose.

Apesar de sua aparência, as tromboses hemorroidárias, como são chamadas neste caso, geralmente não são graves, embora possam ser muito dolorosas. Elas resolverão sozinhas em algumas semanas. Se a dor é insuportável, seu médico pode remover o coágulo sanguíneo da trombose hemorroidária, o que impede a dor.

O que causa hemorroida?

hemorroida

Enquanto a presença de hemorroidas é um reflexo normal da anatomia, a maioria das pessoas acham que as hemorroidas são um problema anormal, porque elas só apresentam quando incham e causam problemas.

O inchaço das hemorroidas ocorre quando há um aumento na pressão nos pequenos vasos que compõem a hemorroida, fazendo com que elas inchem e engrossam com sangue. Isso faz com que aumentem de tamanho levando a sintomas. O aumento da pressão pode ser causado por uma variedade de fatores:

  • – A dieta pobre em fibra e as fezes duras fazem com que uma pessoa se submeta a forçar para ter uma evacuação intestinal, aumentando a pressão dentro dos vasos sanguíneos
  • – A gravidez está associada ao inchaço das hemorroidas, provavelmente devido ao aumento da pressão do útero aumentado no reto e no ânus. Além disso, as alterações hormonais nesta fase podem enfraquecer os músculos que suportam o reto e o ânus, levando a hemorroida na gravidez
  • – Obesidade
  • – Diarreia, aguda e crônica
  • – Câncer de colo
  • – Cirurgia retal prévia
  • – Lesão da medula espinhal e falta de postura ereta
  • – Infecções anais
  • – Ficar muito tempo em pé ou sentado
  • – Fazer esforços para evacuações
  • – Trabalhar pegando pesos

Sintomas de hemorroidas

hemorroida

As hemorroidas são a causa mais comum de queixas de problemas retais e anais. Conheça quais os sintomas de hemorroida mais comuns:

  • – Sangramento indolor
  • – Prurido anal
  • – Dor e irritação no ânus
  • – Inchaço e sensação de um nó no ânus estão todos associados a uma hemorroida inflamada
  • – Dor ao evacuar

É importante lembrar que o sangramento retal ou sangue nas fezes nunca é normal e, embora possa vir de uma causa relativamente benigna, como as hemorroidas, causas mais graves podem ser fatais. Estes incluem sangramento por úlceras, diverticulite, doença inflamatória intestinal e tumores. Se houver hemorragia retal, é importante entrar em contato com seu profissional de saúde ou procurar cuidados médicos de emergência. Isto é especialmente importante se a pessoa está tomando medicamentos para diluir o sangue.

Quando uma hemorroida interna se torna inflamada, ela pode causar inchaço. Isso, por si só, não causa dor, mas há sangramento. No entanto, a hemorroida inchada também pode causar espasmos dos músculos que cercam o reto e o ânus causando dor. Um nódulo pode ser sentido à beira do ânus. As hemorroidas internas também podem causar trombose (coágulo) levando a dor severa.

A hemorroida inflamada pode liberar muco que pode causar inflamação da pele ao redor do ânus causando ardor e coceira, o que é conhecido como prurido anal. No entanto, outras causas de coceira incluem outras infecções cutâneas e parasitas intestinais como vermes.

Assim como o sangue nas fezes não deve ser ignorado, porque pode ser um sinal de câncer de colón, o prurido anal também não deve ser ligado somente a hemorroidas, pois pode ser um sinal de câncer anal ou tumor.

As hemorroidas externas se comportam de forma diferente, uma vez que têm dor associadas a elas. As hemorroidas externas também podem resultar em excesso de marcas de pele que podem ser sentidas na beira do ânus e podem causar dificuldades com a limpeza após a evacuação intestinal, levando a infecções secundárias da pele.

Diagnóstico de hemorroidas

Muitas pessoas ficam envergonhadas de ir ao médico devido a seus problemas de hemorroidas. Apesar disto, as hemorroidas devem ser examinadas por um médico, isso ajudará no tratamento eficaz e também a descartar causas mais graves para seus sintomas.

Quando você visita seu médico, você provavelmente será solicitado a descrever seus sintomas. O médico irá realizar um exame para ver se seu ânus está inflamado e se as hemorroidas aumentadas estão presentes.

Os sintomas comuns de uma hemorroida incluem prurido, dor, caroço e sangramento. O diagnóstico é feito principalmente por físico. A história pode se concentrar nos sintomas associados, incluindo prisão de ventre, movimentos intestinais difíceis e esforço ao ir ao banheiro. Outras questões podem ser solicitadas para procurar outras causas de sangramento retal, incluindo tumores, doenças inflamatórias intestinais e sangramento gastrointestinal.

O exame físico é realizado para confirmar o diagnóstico e inclui um exame retal onde um dedo é usado para detectar pedaços ou massas anormais. As hemorroidas internas geralmente não podem ser sentidas. O exame retal pode ser adiado se houver dor intensa ou inchaço. Além disso, hemorroidas e constipação podem estar associadas a fissuras anais ou fissuras na pele ao redor do ânus. A dor associada e o espasmo fazem um exame retal muito desconfortável.

Se o profissional de saúde achar que o sangramento retal, não pode ser explicado por hemorroidas, uma anoscopia pode ser considerada. A anoscopia é um procedimento médico onde um tubo iluminado é inserido para observar o ânus. A sigmoidoscopia ou a colonoscopia podem ser encomendadas se houver uma preocupação de que o sangramento seja derivado de outras áreas do cólon. Estes procedimentos são geralmente realizados por um gastroenterologista ou cirurgião.

Dependendo da situação, exames de sangue podem ser solicitados. Se houver sangramento excessivo, a contagem de hemoglobina ou glóbulos vermelhos pode ser verificada.

Embora isso possa ser um pouco embaraçoso e desconfortável, esses testes e exames geralmente são indolores. Além disso, seu médico especialista em hemorroidas está acostumado a cuidar desse tipo de problema, o que é muito comum para ele.

Hemorroida tem cura?

A hemorroida tem cura, mas independentemente do tamanho ou inchaço de uma hemorroida, não é necessário tratamento se os sintomas não existirem.

A prevenção é talvez o tratamento mais eficaz. A dieta e a hidratação adequada são muito importantes para manter os movimentos intestinais normais. Sintomas de hemorroidas podem ocorrer com a passagem de fezes duras e constipação, bem como diarreia e evacuações frequentes.

Para pacientes com constipação intestinal (prisão de ventre), pode ser necessária uma dieta rica em fibras, hidratação adequada e amaciadores de fezes. Para aqueles com movimentos intestinais muito frequentes, podem ser necessários medicamentos antidiarreicos e ajustes dietéticos. Essas medidas preventivas diminuem a quantidade de esforço que é necessário para ter um movimento intestinal, diminuindo assim a pressão dentro dos vasos sanguíneos para evitar o inchaço.

Uma vez que os sintomas hemorroidais se desenvolvem, existe uma variedade de opções de tratamento, dependendo da situação e gravidade das hemorroidas.

Como tratar hemorroidas?

hemorroida

O tratamento para hemorroidas é importante, porque elas tendem a piorar ao longo do tempo. As hemorroidas são tratadas com uma variedade de medidas, incluindo dieta, medicamentos de venda livre ou de prescrição. Além disso, podem ser usados também tratamentos cirúrgicos e não-cirúrgicos. Saber o que é bom para hemorroida ajuda você a buscar o tratamento adequado e a cura-la mais rapidamente.

Remédio para hemorroida

Os medicamentos de venda livre podem ser úteis para tratar hemorroida. Um remédio para hemorroidas pode controlar os sintomas suavizando as fezes, diminuindo a inflamação e a dor.

Os amaciadores de fezes funcionam aumentando o teor de água e gordura dentro das fezes, permitindo que elas sejam evacuadas mais facilmente. O medicamento Docusato de sódio é o mais frequentemente recomendado nesta classe de remédios para hemorroidas.

A inflamação pode ser controlada com cremes (pomada para hemorroida) ou supositórios sem receita médica. Alguns destes incluem anestésicos tópicos de baixa dose para ajudar com os sintomas. Outros contêm adstringentes que ajudam a encolher os tecidos inchados. Ambos podem conter baixa dose de esteroides para diminuir a inflamação.

As pessoas com diabetes devem verificar com seu farmacêutico ou profissional de saúde antes de usar uma medicação para o tratamento de hemorroidas. Se a medicação contém um vasoconstritor (por exemplo, Cloridrato de fenilefrina) pode elevar os níveis de açúcar no sangue.

Cirurgia de hemorroida

Os pacientes que não obtiveram melhoras no tratamento da hemorroidas são candidatos à cirurgia para removê-las. As opções de remoção de hemorroidas incluem cirurgia a laser ou hemorroidectomia usando um bisturi. Outra alternativa é a hemorroidectomia grampeada, onde uma arma de grampo especial é posicionada para remover a hemorroida e cercar o tecido com um anel de grampos para fechar a área, bem como controlar o sangramento.

Uma hemorroida externa com trombose indica que um coágulo se formou na hemorroida causando dor significativa. O tratamento envolve o corte na hemorroida para remover o coágulo e reduzir o inchaço. O médico pode dar mais opções de como tratar hemorroida externa, dependendo do caso e sua avaliação.

Outros tratamentos não-cirúrgicos

A grande maioria dos pacientes pode gerenciar suas hemorroidas com técnicas não-cirúrgicas. O tratamento não-operatório é preferido porque está associado a menos dor e menos complicações do que o tratamento cirúrgico. Estima-se que menos de 10% dos pacientes necessitem de cirurgia se as hemorroidas forem tratadas precocemente.

Escleroterapia

A escleroterapia é uma das formas mais antigas de tratamento para hemorroidas. Durante a escleroterapia, um líquido (fenol ou quinina ureia) é injetado na base da hemorroida.

A trombose das veias, os conjuntos de inflamação e, finalmente, a cicatrização ocorrem. Em última análise, a escleroterapia faz com que a hemorroida encolha. A dor pode ocorrer após a escleroterapia, mas geralmente desaparece no dia seguinte.

Ligadura elástica

O princípio da ligadura elástica é cercar a base do grupo hemorroidal com um elástico ajustado. O tecido apertado pelo elástico morre e é substituído por uma úlcera que cura com cicatrizes.

A ligadura elástica pode ser usada com hemorroidas de primeiro, segundo e terceiro grau e pode ser mais eficaz do que a escleroterapia. Os sintomas frequentemente se repetem após vários anos depois, mas geralmente podem ser tratados com ligadura adicional.

A complicação mais comum da ligadura elástica é a dor. O sangramento uma ou duas semanas após a ligadura ou uma infecção bacteriana nos tecidos que cercam as hemorroidas também podem ocorrer.

Coagulação Térmica

Existem vários tratamentos que usam calor para destruir o tecido hemorroidal e promovem a desinflamação e cicatrização. Estes tratamentos incluem:

  • – Diatermia bipolar
  • – Eletroterapia de corrente contínua
  • – Fotocoagulação infravermelha

Tais procedimentos destroem os tecidos dentro e ao redor das hemorroidas e fazem com que o tecido cicatricial se forme. Eles são usados ​​com hemorroidas de primeiro, segundo e terceiro graus. A dor é frequente, e o sangramento ocasionalmente ocorre. Outros métodos, como a ablação a laser e à radiação de ondas rádio, podem ser feitos. Você deve discutir o tratamento, os resultados esperados e as taxas de recorrência com o seu médico.

Remédio natural para hemorroida

hemorroida

Existem muitas opções de tratamento e remédio natural para hemorroida disponíveis facilmente. Muitos desses métodos de tratamento ajudam a aliviar os sintomas das hemorroidas até que elas se curem por conta própria.

Banho morno com sal Epsom

Os banhos mornos podem ajudar a aliviar a irritação das hemorroidas. Você pode usar um banho de assento, que é feito com uma pequena bacia de plástico que caíba você sentado ou usando uma banheira. Adicionar sais Epsom ao banho pode proporcionar um maior alívio ao reduzir a dor.

Compressas a frio

Aplicar pacotes de gelo ou compressas frias ao ânus ajudam a aliviar o inchaço e a dor. Para grandes hemorroidas, este pode ser um tratamento extremamente eficaz. Ao fazê-lo, sempre envolva o gelo num pano ou toalha de papel, e nunca aplique algo congelado diretamente na pele.

Óleo de coco

O óleo de coco é um hidratante natural, que também pode ajudar com sintomas de hemorroidas. A aplicação de óleo de coco pode reduzir a irritação e o inchaço, e também pode ajudar a reduzir o desejo de coçar.

Azeite de oliva

O azeite tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes e é usado principalmente para tratar hemorroidas externas. Isso ajudará a aumentar a elasticidade dos vasos sanguíneos, o que, por sua vez, ajudará a reduzir a inflamação e o tamanho dos vasos sanguíneos inchados no canal anal.

Vinagre de maçã

Devido às propriedades adstringentes do vinagre de cidra de maçã, ele ajuda a encolher os vasos sanguíneos inchados e alivia o inchaço e a irritação das hemorroidas internas e externas.

No caso de hemorroidas externas, pressione suavemente uma bola de algodão embebida em vinagre de maçã contra a área inflamada. Inicialmente, haverá uma sensação de ardência, mas logo você terá alívio da coceira e da irritação. Faça isso várias vezes ao dia até o inchaço diminuir.

No caso de hemorroidas internas, adicione uma colher de chá de vinagre de maçã a um copo de água e beba pelo menos duas vezes por dia.

Compressa de chá preto

O ácido tânico presente no chá preto age como um adstringente natural que ajudará a reduzir o inchaço e as dores associadas às hemorroidas.

Molhe uma bola de algodão no chá preto morno. Aplique nas veias inchadas por cerca de 10 minutos. Faça isso duas ou três vezes por dia.

Chá para hemorroida

hemorroida

Chá de dente de leão

O chá de dente de leão ajuda a limpar o fígado estimulando a produção de bile. O aumento da liberação de bile suaviza e lubrifica fezes sem causar diarreia.

Para fazer um chá, misture duas colheres de chá de raiz de dente de leão em um copo de água fervente. Deixe descansar por 15 minutos e beba até três xícaras por dia. As mulheres grávidas e lactantes devem evitar o consumo deste chá.

Chá de carqueja

O chá de carqueja ajuda a melhorar a circulação sanguínea. Isso pode prevenir a trombose hemorroidal, além disso, este chá também ajuda a combater a prisão de ventre.

Pique 4 colheres (sopa) de folhas de carqueja e leve ao fogo com 1 litro de água por 30 minutos. Após, coe e beba até 5 vezes ao dia.

Chá de erva cidreira

Este chá serve para combater a prisão de ventre e facilitar a evacuação das fezes, já que possui propriedades anti-espasmódicas.

Para faze-lo, ferva 1 colher de sopa de sementes de erva cidreira em 1 copo de água. Deixe esfriar, coe e beba duas vezes ao dia.

Prevenção

Para prevenir ou evitar a piora das hemorroidas, evite a tensão durante a evacuação intestinal. Além disso, tente aumentar sua ingestão de água. Beber bastante água pode evitar que suas fezes se endureçam.

Use o banheiro sempre que você sentir vontade de evacuar, isso ajuda a evitar que as hemorroidas se desenvolvam. Faça exercícios regularmente para evitar ficar com prisão de ventre e não se sente por longos períodos, especialmente em superfícies duras.

Consumir alimentos que são ricos em fibras alimentares podem minimizar o risco de desenvolver hemorroidas. A fibra ajuda a criar massa nos intestinos, que suaviza as fezes, facilitando sua passagem.

Boas fontes de fibras alimentares incluem:

  • – Aveia
  • – Cenouras
  • – Farelo de trigo
  • – Farinha de Centeio
  • – Pão de trigo integral
  • – Verduras, hortaliças e derivados
  • – Couve manteiga
  • – Brócolis cozido
  • – Caqui
  • – Abacate
  • – Goiaba
  • – Laranja
  • – Maçã
  • – Linhaça
  • – Amêndoas

Mais informações

As hemorroidas são tecidos normais e só causam preocupação quando incham, inflamam-se ou sangram. Elas muitas vezes reaparecem mesmo com tratamento ou cirurgia. Se você sofre com essa condição, seu objetivo é controlar a inflamação das hemorroidas por dieta e hidratação.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • 0 não curtiram