Menstruação irregular pode ser sinal de câncer de ovário?

Menstruação irregular pode ser sinal de câncer de ovário?

Você acha que a menstruação irregular pode ser um sinal de aumento do risco de câncer de ovário? Descubra agora!

Câncer de ovário associado à menstruação irregular

Uma pesquisa feita no Instituto de Saúde Pública, em Berkeley, Califórnia (EUA), determinou: aquelas com períodos irregulares ou que sofrem de síndrome de ovário policístico (SOP) estão em maior risco de câncer.

No entanto, o estudo mostra apenas uma associação e dados inconclusivos, não podendo afirmar que os ciclos irregulares dão origem ao câncer de ovário. Um estudo descobriu que as mulheres que não têm regras regulares, têm 2,4 vezes mais risco de contraí-lo.

Algumas condições relacionadas ao câncer de ovário

Até hoje, é desconhecido o porquê do câncer de ovário aparecer. No entanto, diversos fatores hormonais e reprodutivos podem favorecer sua aparição como a infertilidade ou um número pequeno de gravidez. Os fatores genéticos são determinantes somente uns 10 -15% dos casos. Nestes casos se associam o câncer de mama e o de ovário em uma mesma família, ou inclusive, uma mesma pessoa. Ao mesmo tempo, se suspeita de alguns fatores ambientais, como uma dieta rica em gordura, a utilização de talco em pó ou algumas infecções por vírus, podem ter alguma importância na aparição desta doença.

Estima-se que 1,5 das mulheres são diagnosticadas com esta doença ao longo de toda a sua vida. Porém o câncer de ovário pode aparecer na juventude, à maioria dos casos ocorre depois da menopausa. A idade avançada é deste modo, outro fator de risco como também são a obesidade e o tabaquismo.

Sintomas

É uma doença que possui poucos sintomas, podendo alcançar uma fase avançada antes de ser acusada. No entanto, há uma série de sinais de alerta que permitem detecção precoce do câncer de ovário e, por tanto um melhor prognóstico. O primeiro sintoma pode ser um simples mal estar na parte inferior do abdômen, similar a uma indigestão; a menstruação não é frequente. O fato de uma paciente pós-menopáusica ter ovários com um tamanho maior pode ser um sinal precoce de câncer, apesar de que seu crescimento também pode estar relacionado a cistos, a massas não cancerígenas e a outros transtornos.

Ao mesmo tempo, pode aparecer líquido no abdômen e este pode causar inchaço abdominal, ocasionando o aumento de tamanho nos ovários. Nesta fase, a mulher pode ter dor na pélvis, anemia e perda de peso. Em alguns casos excepcionais, o câncer de ovário secreta hormônios que produzem um crescimento excessivo do revestimento interno uterino, um aumento no tamanho das mamas um ou aumento do pelo. Outros sintomas podem ser a falta de apetite, a saciedade temporária ou o cansaço.

Prevenção e detecção do câncer de ovário

Uma maneira de prevenir o câncer de ovário seria controlar a ingestão de anticoncepcionais para as mulheres que têm menstruações irregulares. Isso funciona porque a ovulação é impedida, o que pode favorecer a redução do risco de contrair a doença.

Infelizmente, os números não são muito animadores, porque não há maneira de detectar a doença muito cedo. De acordo com a American Cancer Society, durante o ano de 2014, 22.000 mulheres americanas serão vítimas de câncer de ovário, e mais de 14.000 podem morrer da doença.

As mulheres que têm ciclos irregulares e rondam os 26 anos, dobram suas chances de desenvolverem câncer de ovário. A idade média em que as mulheres morrem com câncer de ovário é 69 anos. Aquelas com maior risco (até 3 vezes mais) são as que têm um familiar próximo que teve câncer de ovário e que apresentam fatores biológicos de influência.

Mais Informações

Se seus ciclos menstruais são irregulares, você não deve se alarmar, pois é um sintoma muito comum nos dias de hoje. O conveniente, e para sua tranquilidade, é que consulte o seu médico, especialmente se você tem um histórico na família de mulheres que contraíram câncer de ovário.

Este artigo te ajudou?
  • +5 curtiram
  • 0 não curtiram