Usos e benefícios do óleo essencial de pinho para a saúde

Rudney Dicas Saúde, Remédios caseiros 06-08-15 Aromaterapia, Dicas Saúde, óleo de pinho, remédios caseiros comentários

Há uma boa razão para que muitos produtos de limpeza serem feitos com aroma de pinho. Esta conexão do óleo essencial de pinho e uma boa saúde é bastante antiga, e está relacionada com suas propriedades desinfetantes que atacam germes. Na verdade, esse óleo foi reverenciado pelo pai da medicina ocidental, Hipócrates, que salientou o seu forte efeito curativo sobre o sistema respiratório humano. Da mesma forma, povos antigos usavam casca de pinheiro sobre as camas para evitar percevejos e piolhos.

O óleo essencial de pinho, é obtido pela extração de óleos essenciais a partir de espinhos e lascas do tronco de pinheiro. O extrato de pinho é anti-séptico, anti-microbiano, anti-bacteriano, inseticida, diurético, analgésico, aromático e anti-inflamatório.

Benefícios do óleo essencial de pinho

Sua capacidade de desinfecção está relacionada com seus elevados níveis de ácidos fenólicos, substâncias químicas de plantas que combatem os germes e previnem doenças. Tem também um efeito curativo sobre o sistema endócrino e ajuda o organismo na limpeza de impurezas da pele.

1 – Poderoso anti-inflamatório

Por causa de suas potentes propriedades analgésicas, o óleo essencial de pinho atua como um anti-inflamatório para as pessoas com dor nas articulações, artrite e reumatismo. Usado topicamente, ele também pode ajudar a aliviar dores musculares gerais. Adicione-o a um banho quente ou faça massagens com o óleo diluído no local dolorido para ter um efeito calmante.

2 – Expectorante

O óleo essencial de pinho também pode ajudar a aliviar o congestionamento e agir como um expectorante, ajudando o organismo a remover o muco dos pulmões.

3 – Cuidados com a pele

Este óleo pode ser útil para tratar uma variedade de doenças da pele devido às suas fortes capacidades anti-sépticas. Entre os problemas de pele que podem ser curados inclui a psoríase, acne, furúnculos, pé de atleta, prurido e eczema. Ele deve ser aplicado topicamente, mas também pode ser usado como um remédio no couro cabeludo, especialmente nos casos de caspa. Para ser usado na pele é preciso diluir o óleo, não use-o puro sobre a pele.

4 – Atua como um agente anti-viral

O óleo de pinho também pode ajudar a proteger contra o resfriado comum e gripe. Uma dieta equilibrada e aumento do consumo de alimentos ricos em vitamina C também é uma boa maneira de prevenir resfriados.

5 – Capacidade antioxidante

Através de neutralização dos radicais livres, o óleo de pinho nos ajuda a abrandar o processo de deterioração celular, retardando assim o processo de envelhecimento. Os antioxidantes ajudam a proteger contra doenças oculares, degeneração macular, e muitas desordens do sistema nervoso.

6- Propriedades anti-fúngicas e anti-bacterianas

Com o uso regular, o óleo de pinho pode ajudar a proteger contra muitos tipos de infecções fúngicas. Ele também tem propriedades anti-bacterianas. Este óleo essencial pode ajudar a prevenir infecções bacterianas comuns, incluindo infecções do trato urinário e infecções da pele.

7 – Aromaterapia

Através da aromaterapia, estimula o corpo e a mente, e tem um efeito energético sobre a pessoa em geral. É usado também para ajudar no tratamento da fadiga adrenal e depressão leve.

8 – Desinfetante

É um grande agente de limpeza, e pode ser adicionado a borrifadores de ambientes (bom ar) e purificadores de ar. O óleo de pinho provou ser um desinfetante muito eficaz para matar germes, incluindo mofo, fungos e bactérias como escherichia coli.

9 – Tratar infecções respiratórias

Estudos têm demonstrado a utilidade do óleo essencial de pinho em infecções brônquicas. Por ser um poderoso agente antibacteriano e anti-séptico, pode ajudar ao corpo lutar contra infecções em geral. A aromaterapia, pode ser usada para ajudar a prevenir as infecções respiratórias, como bronquite.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Maryland Medical Center (EUA), demonstrou que a sua utilização para infecções do trato respiratório é muito eficaz. A pesquisa também mostra que o uso do óleo essencial de pinho pode combater resfriados quando usado como inalação a vapor.

Precauções e efeitos colaterais do óleo de pinho

O óleo essencial de pinho deve ser usado com cuidado, pois é muito forte. Se usado sem ser diluído pode irritar a pele e as mucosas. O consumo interno pode ser perigoso para a saúde humana e deve ser evitado.

Modo de usar

Existem várias formas de usar este óleo para favorecer a saúde. Para tratar problemas respiratórios tente adicionar de 4 a 6 gotas de óleo essencial de pinho não diluído para aquecer na água do banho ou dilua 50/50 com óleo de coco orgânico ou azeite de oliva e aplique no peito para aliviar a dificuldade respiratória. Você também pode colocá-lo num difusor de aroma para aromaterapia. Ou fazer inalações a vapor.

É importante seguir corretamente o modo de usar descrito na embalagem e as recomendações do fabricante ou do vendedor.

Mais informações

O óleo essencial de pinho é muito usado na medicina alternativa, principalmente na aromaterapia. No entanto, antes de usar este ou qualquer outro produto é preciso consultar um médico para eliminar qualquer dúvida sobre seu uso ou efeitos secundários.

Este Post te ajudou?
  
  • nó de pinho remédio
  • oleo de pinho para que serve
  • nó de pinho para que serve
  • oleo de pinho
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: