Terçol: o que é, como tratar e prevenir

Rudney Dicas Saúde 07-01-16 como curar terçol, terçol, tersol comentários

O terçol ou hordéolo, é uma infecção comum em crianças. Sua manifestação se traduz em uma inflamação das glândulas sebáceas na base dos cílios, em forma de protuberância de cor avermelhada, que causa um bloqueio em uma das glândulas sebáceas das pálpebras. O terçol é muito semelhante a uma espinha ou acne e pode ocorrer mais de um ao mesmo tempo.

Esse problema pode formar-se dentro ou fora da pálpebra e, embora não seja perigoso, é bastante doloroso. O terçol pode ser externo ou interno. Externamente, geralmente se desenvolve nas glândulas de Zeis ou Moll, enquanto internamente, ocorre na glândula Meibômio, e é conhecido como calázio, ou chalázeo.

Causas

Há várias causas para o aparecimento do terçol. Geralmente, esse problema permite que as bactérias se multiplicam dentro das glândulas bloqueadas. Algumas razões para o desenvolvimento desse problema incluem:

– Coçar muito o olho
– Usar maquiagem em excesso
– Higiene incorreta dos olhos
– Bactérias, especialmente a Staphylococcus. Ao tocar os olhos com as mãos sujas, estas bactérias podem transferir bactérias para suas pálpebras

Os diabéticos, imunodeprimidos ou ainda as pessoas sob tratamento à base de corticoides estão mais sujeitas a desenvolver terçol.

Sintomas

Os sintomas mais comuns do terçol são o lacrimejamento do olho irritado, sensação de areia nos olhos ou sensibilidade à luz. A dor é também um outro sintoma associado a esse problema, especialmente se este for interno. Em alguns tipos de terçol a recuperação é mais lenta, podendo não haver forma de drenar o abscesso e, portanto, podem aparecer visão turva e irritação. Outros sintomas são:

– Vermelhidão do olho ou da pálpebra
– Dor nas pálpebras
– Inchaço das pálpebras
– Formação de um abcesso em torno das pálpebras
– Sensação de arranhado como se houvesse um corpo estranho no olho
– Coceira
– Dificuldade para abrir o olho

Estima-se que um terçol amadureça e estoure em 4 a 5 dias. Normalmente, ele desaparece sozinho em 1 ou 2 semanas, mas em caso de ausência de um tratamento apropriado pode reaparecer.

Diagnóstico

Na realidade, não é necessário nenhum exame especial para o diagnóstico do terçol, o especialista pode determinar a sua presença somente com um exame físico do local.

Tratamento para terçol

O tratamento inclui vários métodos. Os mais comuns são compressas quentes no olho afetado. O principal tratamento destina-se a facilitar a drenagem do abcesso.

Apesar do terçol poder desaparecer em alguns dias, o médico pode recomendar pomadas ou colírios que devem ser usados de 4 a 6 vezes por dia após lavagem do olho com água morna. No casos mais graves, o oftalmologista pode fazer uma pequena cirurgia feita com anestesia local, para fazer um corte e drenar o pus do abcesso.

Um tratamento caseiro para terçol consiste em usar compressas quentes feitas com chá de camomila. Para isso, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

– 1 sachê de camomila
– 200 ml de água fervente
– 1 compressa limpa (pode ser um pedaço de pano ou bola de algodão)

Para preparar basta colocar o sachê de camomila na água fervente e deixar repousar por 10 minutos. Após, molhe a compressa no chá e aplique sobre o terçol por cerca de 5 minutos. Repita o processo de 3 a 5 vezes ao dia.

Se o seu filho está com terçol, o melhor momento para o tratamento é durante a noite.

Dicas para tratar o terçol

– Evitar tocar o local
– Não esfregar os olhos
– Não tentar remover o pus do local, pois pode espalhar a infecção
– Mantenha os olhos limpos e livres de crostas
– Não use maquiagem nos olhos até tratar o problema
– Não use lentes de contato
– Seguir o tratamento adequado
– Não use cosméticos antigos ou produtos contaminados
– Evite compartilhar produtos de beleza e cosméticos
– Lave as mãos regularmente, especialmente após a aplicação de um tratamento (creme, pomada…) no terçol. As crianças muitas vezes tendem a tocar no rosto, é importante explicar-lhes as praticas de higiene e como lavar as mãos corretamente.

Prevenção

Agora que você já aprendeu como curar terçol, é preciso saber como preveni-lo. A prevenção é essencial para evitar todos os tipos de doenças. No caso do terçol, uma das primeiras recomendações é lavar as mãos. Em pessoas susceptíveis a esta doença é aconselhável realizar uma limpeza completa das bordas das pálpebras. É preciso também manter o controle de doenças associadas com a ocorrência do terçol, tais como anemia, diabetes, perturbações hormonais e outras, para reduzir o risco. O mesmo se aplica em casos de astigmatismo, miopia, inflamações dos olhos, alergias ou presbiopia.

Terçol é contagioso?

Muitas pessoas têm dúvidas se o terçol é contagioso, especificamente, essa condição não se propaga por contágio, pois trata-se de uma inflamação provocada pela obstrução de glândulas na pálpebra. No entanto, as vezes, uma bactéria chamada Staphylococcus aureus, que está naturalmente presente na pele e mucosa, entra em contato com as glândulas das pálpebras e pode infeccionar o local, causando ainda mais dor e pus no local.

Quando está infeccionado, a bactéria que causa a infecção pode ser transmitida através de lágrimas ou contato com o terçol do paciente, podendo causar a contaminação do outro olho ou de outra pessoa. No entanto, normalmente, essa bactéria não provoca outras doenças, já que é muito comum em nossa flora bacteriana.

Quando consultar um médico?

O terçol normalmente pode ser curado com automedicação (com produtos naturais, incluindo compressas). Um farmacêutico pode também indicar alguns produtos livres de prescrição médica para tratar o terçol. É aconselhável procurar um médico em casos de terçol recorrentes.

Procure um médico em caso de:

– Ter problemas com a sua visão
– O problema não melhorar dentro de duas semanas mesmo com o tratamento
– O abcesso torna-se muito grande ou doloroso
– Em casos de crostas ou descamação das pálpebras
– O terçol reaparece logo após o tratamento
– O abcesso da pálpebra sangra

Mais informações

Nem sempre é necessário visitar o seu médico em caso de terçol, mas você deve buscar ajuda de um especialista em casos de terçol externos, muito dolorosos ou que se desenvolvem em outros lugares. Se você sofre de terçol recorrentemente, também é aconselhável consultar um médico para que ele possa indicar o uso de antibióticos.

Este Post te ajudou?
  
  • tercol pode ser causado por bacterias do pelo do gato?
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: