Sintomas, alimentação e remédios caseiros para tratar a gastrite

Sintomas, alimentação e remédios caseiros para tratar a gastrite

A gastrite tem muitas causas, por isso, é um problema que deve ser muito bem analisado para um tratamento eficaz. Além disso, pode também levar a problemas mais graves como úlceras e causar complicações graves de saúde. Vamos conhecer hoje mais sobre esse problema, suas causas, sintomas, alimentação e tratamentos.

O que é gastrite?

gastrite

Gastrite é inflamação do revestimento do estômago (mucosa gástrica). Toda ou parte da mucosa gástrica pode estar envolvida. A gastrite pode ser classificada como aguda ou crônica.

A gastrite aguda ocorre de repente e frequentemente responde a terapia adequada enquanto a gastrite crônica se desenvolve lentamente. A inflamação do revestimento do estômago é mais frequentemente causada por uma bactéria chamada H. pylori. Esse problema pode variar muito de sintomas, que podem ser leves a severos. Os sintomas podem nem sempre estar correlacionados com a gravidade da doença.

A gastrite pode afetar várias partes do estômago e assim, ganhar outros nomes. A gastrite enantematosa, por exemplo, é quando a inflamação ocorre no epitélio estomacal, também chamada de gastrite enantematosa do antro, que é a parte final do estômago.

O causa gastrite?

Uma das principais causas de gastrite aguda e crônica é a infecção da mucosa do estômago por uma espécie bacteriana chamada Helicobacter pylori. Normalmente, esta bactéria primeiro infecta o antro do estômago (mucosa do estômago sem células produtoras de ácido) de forma aguda e pode progredir para infectar a maioria ou a totalidade da mucosa do estômago ao longo do tempo (gastrite crônica) e permanecer lá por anos.

Esta infecção gera uma resposta inflamatória forte inicial e, eventualmente, uma inflamação crônica de longo prazo com alterações nas células intestinais podendo se desenvolver. Outra causa importante de gastrite aguda e crônica é o uso (e o uso excessivo) de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) como ibuprofeno (Advil e outros) ou naproxeno.

No entanto, existem muitas outras causas de gastrite. Confira a seguinte lista de causas comuns de gastrite aguda e crônica. A gastrite crônica pode ocorrer com presença repetida ou contínua da maioria dessas causas:

  • – Infecções bacterianas, virais e parasitárias
  • – Uso excessivo de aspirina
  • – Certas drogas (cocaína)
  • – Álcool
  • – Cafeína
  • – Fumar
  • – Refluxo biliar
  • – Infeções fungais
  • – Reações alérgicas
  • – Reação de estresse
  • – Certas intoxicações alimentares (infecciosas e químicas)
  • – Traumas
  • – Corpos estranhos engolidos (clipes ou alfinetes)
  • – Após procedimentos médicos (como endoscopia, em que um especialista olha o estômago com um pequeno tubo iluminado)
  • – Após uma operação para remover uma parte do estômago
  • – Após tratamento de radiação para câncer
  • – Doenças autoimunes
  • – Vômito crônico
  • – Tuberculose
  • – Sífilis
  • – Infecções virais
  • – Infecções por fungos (leveduras)

Pode ocorrer uma forma de gastrite chamada autoimune, onde seu corpo ataca as células que alinham o estômago. Isso geralmente é diagnosticado em pessoas com distúrbios autoimunes subjacentes.

A gastroenterite eosinofílica também é uma forma pouco comum de gastrite causada devido à infiltração eosinofílica da parede do estômago.

Em geral, agentes infecciosos, especialmente Helicobacter pylori e AINEs, são responsáveis ​​pela maioria das pessoas com gastrite.

Sintomas de gastrite

gastrite

Os sintomas da gastrite nem sempre correspondem à extensão das alterações físicas no revestimento do estômago. Uma gastrite grave pode estar presente quando o estômago é visto sem sintomas. Por outro lado, sintomas severos de gastrite podem estar presentes, apesar de pequenas alterações no forro do estômago.

As pessoas idosas, em particular, têm uma probabilidade muito maior de desenvolver danos indolores no estômago. Elas podem não ter nenhum sintoma (como náuseas, vômitos, dor) até que de repente estejam se sentindo muito mal ou com sangramentos.

Em pessoas com sintomas de gastrite, a dor ou desconforto na parte superior do abdômen são os sintomas mais comuns. A dor geralmente está na porção central superior do abdômen.

Às vezes, a dor da gastrite ocorre na parte superior esquerda do abdômen e nas costas. As pessoas frequentemente usam os termos queimação ou dor para descrever os sintomas desse problema.

Outros sintomas de gastrite incluem os seguintes:

  • – Náuseas e vômitos. O vômito pode ser claro, verde ou amarelo, sangrento ou completamente sangrento, dependendo da gravidade da inflamação do estômago
  • – Inchaço abdominal
  • – Diarreia
  • – Indigestão
  • – Demora na digestão e arrotos frequentes
  • – Perda de apetite
  • – Sentimento de plenitude ou queima na parte superior da barriga
  • – Sudorese e batimentos cardíacos rápidos
  • – Sentimento de fraqueza ou falta de ar
  • – Dor no peito ou dor estomacal grave
  • – Dor de cabeça e mal-estar geral
  • – Fezes sangrentos ou movimentos intestinais escuros, pegajosos e de mau cheiro

Qualquer ou todos esses sintomas podem ocorrer de repente. Isto é particularmente mais comum em adultos com mais de 65 anos de idade.

Em gastrites mais graves, o sangramento pode ocorrer dentro do estômago. A gastrite erosiva, por exemplo, provoca uma erosão da mucosa gástrica levando ao sangramento.

Gastrite nervosa sintomas

A gastrite nervosa é um tipo de gastrite que se desenvolve quando uma pessoa sofre com altos níveis de estresse. Esses sintomas podem surgir a qualquer momento do dia e geralmente ocorrem quando há situações de estresse, ansiedade, tensão e irritação.

Os sintomas dessa condição incluem:

  • – Queimação na garganta
  • – Dor no estômago ou na área abdominal
  • – Azia
  • – Dificuldade de digestão
  • – Perda do apetite
  • – Enjoo e vômito
  • – Gases frequentes e arrotos
  • – Saciedade antes mesmo de terminar a refeição​

Buscar formas de combater o estresse é uma das melhores opções para o tratamento eficaz dessa condição, que pode ser bastante incômoda.

Diagnóstico da gastrite

gastrite

A gastrite é diagnosticada com base nos sintomas do paciente e na história de um diagnóstico prévio e tratamento de gastrite, consumo de álcool e uso de anti-inflamatórios do tipo AINEs. O diagnóstico definitivo da gastrite é feito através da identificação da causa subjacente da inflamação da mucosa gástrica e/ou da biópsia do tecido (gástrico).

Por exemplo, a principal causa infecciosa da gastrite é a bactéria Helicobacter pylori (H. pylori), como já foi mencionado. Esta bactéria pode ser detectada por testes de respiração, sangue, fezes, imunologia e biópsia. Outros agentes patogênicos podem ser identificados usando exames de fezes e testes imunológicos.

O médico pode realizar vários exames de sangue, como verificar a contagem de glóbulos vermelhos para determinar se você tem anemia, o que significa que você não tem sangue suficiente. Também podem procurar pela infecção por H. pylori e anemia perniciosa em exames de sangue.

A biópsia da mucosa do estômago, realizada durante os exames de endoscopia, é frequentemente usada em pacientes para identificar as causas da gastrite crônica e pode permitir a visualização de erosões nas mucosas e outras alterações da mucosa estomacal. Radiografias abdominais também podem demonstrar a presença de mucosa engrossada e dobras que são sinais de inflamação no estômago.

Seu médico pode ajudar a determinar quais testes devem ser feitos, incluindo testes auxiliares que podem ajudar a identificar outras causas dos sintomas não específicos comumente encontrados com a gastrite.

Quando procurar cuidados médicos?

Consulte o seu profissional de saúde se seus sintomas forem novos, duradouros ou piorarem, apesar do autocuidado. Procure atendimento médico imediato se tiver algum dos seguintes sintomas:

  • – Vômitos que não permitem a pessoa afetada a se alimentar, comer ou tomar medicamentos
  • – Febre com dor abdominal
  • – Desmaio ou sentir-se fraco
  • – Batimento cardíaco acelerado
  • – Sudorese inexplicável
  • – Palidez
  • – Vômitos repetidos de material verde ou amarelo
  • – Vomitar qualquer quantidade de sangue
  • – Falta de ar
  • – Dor no peito

Gastrite tem cura?

Sim! Há vários tratamentos para gastrite, que podem variar dependendo da sua causa e gravidade dos sintomas associados a esse problema.

O que é bom para gastrite?

Para tratar ou prevenir a gastrite, você deve, primeiramente, procurar um médico para ter o diagnóstico correto e determinar sua causa. Após, você poderá ser tratado com medicamento com ou sem prescrição, além disso, poderá também fazer o uso de remédios caseiros. Sua alimentação também é essencial e deve ser ajustada.

Tratamento para gastrite

Uma vez que o diagnóstico de gastrite tenha sido confirmado por um profissional médico, o tratamento pode começar. A escolha do tratamento depende, em certa medida, da causa da gastrite. Alguns tratamentos visam a causa exata de um tipo particular de gastrite.

A maioria dos tratamentos visa reduzir o ácido e os sintomas do estômago. O estômago do paciente geralmente se cura com o passar do tempo se a causa subjacente for identificada e corrigida.

Remédio para gastrite

gastrite

Tratar a causa subjacente da gastrite é a forma mais eficaz de reduzir ou tratar de vez esse problema. Por exemplo, se a causa da gastrite é a H. pylori, então o tratamento com antibióticos apropriados (geralmente uma combinação de amoxicilina e claritromicina) deve ser efetivo. Se os anti-inflamatórios AINEs são a causa, então a interrupção do medicamento deve ser efetiva.

Outros medicamentos são frequentemente utilizados, além de aqueles que tratam a causa específica da gastrite. Eles podem reduzir ou parar os sintomas de gastrite e permitir que a cicatrização da mucosa gástrica comece independentemente da causa subjacente. Esses medicamentos incluem:

  • – Antiácidos: tem capacidade de controlar o ácido estomacal. Se o paciente precisar de um antiácido mais do que ocasionalmente, consulte um profissional de saúde, pois ele pode decidir qual é o melhor para usar.
  • – Bloqueadores de histamina: funcionam reduzindo a secreção de ácido no estômago. Se você precisar usar um desses medicamentos regularmente, um profissional de saúde deve ser consultado para obter recomendações.
  • – Inibidores da bomba de prótons (IBPs): estes medicamentos bloqueiam de modo muito eficaz a capacidade do estômago de secretar ácido.
  • – Antiulcerosos: usados como medida preventiva para as pessoas que tomam anti-inflamatórios AINEs que correm alto risco de desenvolver danos no estômago.
  • – Antieméticos: medicamentos antieméticos ajudam a controlar náuseas e vômitos. Uma série de antieméticos diferentes podem ser usados ​​para controlar os sintomas de gastrite. Alguns desses medicamentos estão disponíveis por receita e para uso sem prescrição. Note que estes medicamentos não melhoram a gastrite, apenas diminuem os sintomas do problema.

Todos funcionam por diferentes mecanismos para reduzir o ácido no estômago, mas geralmente não tratam a causa subjacente da gastrite.

Medicamentos mais fortes que protegem o revestimento do estômago ou diminuem a produção de ácido no estômago estão disponíveis sob receita médica. Fale com um profissional de saúde se os medicamentos não prescritos não funcionarem.

Remédios para evitar em casos de gastrite

Às vezes, uma pessoa não pode evitar certas substâncias que causam gastrite. O profissional de saúde pode ter uma boa razão para recomendar aspirina ou algum outro medicamento que cause gastrite.

Se a pessoa desenvolve sintomas menores de gastrite, pode ser melhor continuar a medicação recomendada e tratar os sintomas.

Além disso, usar a aspirina revestida pode não causar os mesmos sintomas porque ela não se dissolve no estômago. O profissional de saúde pode recomendar que os anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), sejam tomados com alimentos ou com antiácidos. Fazer isso pode diminuir a chance de desenvolver sintomas de gastrite. Alternar de aspirina ou AINE para outro analgésico também pode ajudar.

Consulte um profissional de saúde antes de interromper o uso de qualquer medicamento que tenha sido prescrito para você.

Remédio caseiro para gastrite

gastrite

Água de coco

A água de coco verde contém propriedades que ajudam a aliviar a acidez e outros sintomas da gastrite. Tome-a até que sua dor diminua, em caso de uma crise, ou beba todos os dias para prevenir.

Vinagre de maçã

O vinagre de maçã reduz o excesso de produção de ácido no estômago e restaura o equilíbrio. Também mata os microrganismos que causam danos ao revestimento do estômago.

Beba duas vezes ao dia 1 colher de sopa de vinagre de maçã, misturada com 1 colher de chá de mel em um copo de água.

Bicarbonato de sódio

A sensação de queimação no estômago que pode implicar em gastrite pode ser eliminada com este remédio. O bicarbonato de sódio age como um antiácido e reduz os níveis de ácido no estômago.

Misture 1 colher de chá de bicarbonato de sódio em um copo de água. Mexa o bicarbonato de sódio na água até diluir bem. Use esse remédio caseiro sempre que necessário.

Óleo de coco

O óleo de coco ou azeite de oliva possuem antioxidantes que podem reduzir o estresse oxidativo no estômago devido à gastrite. Isso pode oferecer alívio de alguns dos sintomas. Estes óleos também trabalham para reduzir a inflamação no estômago com suas propriedades anti-inflamatórias. O óleo de coco e o azeite também são agentes antimicrobianos que podem eliminar a bactéria H.pylori.

Você pode cozinhar com esses óleos diariamente, abusar do azeite de oliva em saladas ou tomar suplementos de óleo de coco.

Mel

O mel pode efetivamente matar as bactérias nocivas no estômago, pois é de natureza bactericida. Possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que podem ajudar com o processo de cicatrização do revestimento do estômago.

Kefir

Esta bebida de leite fermentado contém um grande número de microrganismos que o tornam uma bebida probiótica natural. Consumir kefir pode ajudar a melhorar o processo de digestão e também trazer de volta o equilíbrio ácido no estômago. Também exerce efeitos antimicrobianos no corpo. Esta propriedade é benéfica quando a gastrite está sendo causada por uma infecção bacteriana. Compre o kefir orgânico e beba diariamente.

Aveia

A aveia é rica em fibras e minerais que podem regular o processo digestivo. Também acalma o revestimento do estômago com sua alcalinidade.

Cozinhe a aveia com água ou leite e coma um copo todos os dias. Você pode adicionar algumas frutas frescas não-ácidas como bananas, peras e maçãs.

Gastrite o que comer?

A indigestão é uma condição comum para muitas pessoas, especialmente em casos de gastrite. No entanto, se alguém experimenta sensações de queimação no estômago, juntamente com a dor e náuseas, isso não significa que pode ser gastrite. Este sintomas também são muito comuns de diversas outras condições de saúde.

As mudanças na alimentação podem ser um passo importante para curar o revestimento do estômago, prevenir a inflamação de retornar e combater uma infecção de H. pylori.

Estudos mostraram que alimentos salgados e gordurosos podem mudar o revestimento do estômago. Dietas ricas em sal podem alterar as células dentro do estômago e torná-las mais propensas a se infectar por essa bactéria.

Em estudos com roedores, uma dieta rica em gordura demonstrou aumentar a inflamação do estômago, especialmente na presença de uma dieta com alto teor de sal.

Dieta para gastrite

Sua dieta é importante para sua saúde digestiva e geral. O que você coloca no seu estômago pode fazer a diferença na saúde do seu sistema digestivo. Por exemplo, algumas formas de gastrite são causadas por beber álcool muitas vezes ou muito ao mesmo tempo. Evitar alguns alimentos ou bebidas e comer outros pode ajudar a gerenciar a condição.

Embora não haja uma dieta específica que trate a gastrite, há uma pesquisa crescente que mostra que determinados alimentos podem melhorar a capacidade de uma pessoa se livrar de H.pylori. Certas escolhas alimentares também podem piorar as coisas.

Os profissionais de saúde sugerem que comer refeições menores, mais frequentes e evitar certos alimentos ajudará a reduzir os sintomas. Além disso, a redução do estresse, que pode ser facilitada com certos alimentos anti-estresse também é recomendada.

Alimentos para gastrite

gastrite

Comer certos alimentos pode ajudar alguns indivíduos a encontrar alívio de gastrite e sintomas de úlcera, matando a bactéria H. pylori. Dois alimentos específicos que podem fazer isso são brócolis e o iogurte natural.

O brócolis contém um produto químico chamado sulforafano, conhecido por seus efeitos antibacterianos. Também contém substâncias que apresentam propriedades anticancerígenas. Como resultado, comer esse vegetal pode ajudar com a gastrite e diminuir o risco de câncer de estômago.

Esta evidência vem de um estudo de 2009 publicado na revista Cancer Prevention Research. As pessoas que comiam pelo menos uma xícara de brotos de brócolis por dia durante um período de 8 semanas experimentaram menos infecção e inflamação do estômago em comparação com aqueles que não o fizeram essa dieta.

Outro estudo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, examinou os efeitos da adição de um copo diário de iogurte contendo probióticos ao lado de terapia de medicação para tratar a H. pylori.

Um total de 86% das pessoas que comeram o iogurte e fizeram uso da medicação tiveram melhor eliminação da H.pylori em comparação com 71% daqueles que tomaram os antibióticos sozinhos.

O motivo é provavelmente devido ao fato de que o iogurte contém culturas ativas de boas bactérias, o que melhora a capacidade do organismo para combater as bactérias indesejadas no estômago.

Cardápio para gastrite

Outros alimentos que podem ajudar a inibir o crescimento da bactéria H. pylori e reduzir a gastrite e a formação de úlceras, incluem:

  • – Chás (verde e branco ou de hortelã-pimenta em particular)
  • – Farelo de trigo
  • – Suco de cenoura
  • – Água de coco
  • – Azeite
  • – Mel
  • – Frutas vermelhas (mirtilos, amoras, framboesas, morangos, arando)
  • – Cebolas
  • – Alho
  • – Maçãs
  • – Aipo
  • – Suco de oxicoco
  • – Couve
  • – Cebolinha
  • – Salsinha
  • – Tomilho
  • – Soja
  • – Alimentos de soja
  • – Leguminosas (feijão, ervilha e lentilhas)

Alguns suplementos dietéticos podem ter um papel importante na cura da gastrite. O ômega-3 e probióticos são bons exemplos. As pessoas que consideram tomar suplementos ou vitaminas devem falar primeiro com o médico, pois podem interferir com os tratamentos para outras condições.

Embora não haja ainda uma pesquisa que aponte para uma dieta universalmente aceita para tratar a gastrite, abraçar certas mudanças de estilo de vida e fazer um esforço para comer os alimentos certos são partes importantes de um plano de tratamento eficaz.

Alimentos que agravam os sintomas de gastrite

Os alimentos e outras substâncias que devem ser evitadas para reduzir ou prevenir os sintomas de gastrite incluem:

  • – Álcool
  • – Café e outras bebidas ou alimento que contenham cafeína (por exemplo, refrigerantes e chás)
  • – Alimentos picantes
  • – Comidas gordurosas
  • – Comidas fritas

Além disso, tudo o que pode ser tóxico ou irritante para o estômago também deve ser evitado (por exemplo, fumar cigarros, bebidas ácidas, alho em pó, pimenta em pó, pimentão e produtos feitos de tomate, como molhos).

Suco de couve para gastrite

O suco de couve tem propriedades anti-inflamatórias, calmantes e cicatrizantes, sendo assim, age como um ótimo tratamento para a gastrite. Também é rico em fibras que ajudam a proteger o estômago contra o excesso de acidez.

Pique 3 folhas de couve cruas e bata no liquidificador e um copo de água ou água de coco. Beba este suco diariamente antes das refeições.

Sucos para gastrite

gastrite

Suco de batata

Outro remédio efetivo para a gastrite é o suco de batata cru, graças às propriedades antiácidas e curativas. As propriedades alcalinas das batatas ajudam a reduzir o inchaço, excesso de gases e outros sintomas de gastrite.

Para fazer, descasque 1 a 2 batatas cruas e passe-as no ralador. Coloque as batatas raladas em um filtro e pressione com uma colher para extrair o suco. Dilua 1/2 copo de suco de batata com um pouco de água morna.
Beba 3 vezes ao dia, 30 minutos antes de cada refeição, durante pelo menos 1 a 2 semanas.

Suco de maçã e abacate

Tanto a maçã quanto o abacate são ricos em fibras, o que é perfeito para aliviar o ácido estomacal, azia e a sensação de vazio que causa gastrite.

Para fazer o suco você vai precisar de 2 maçãs e 1 abacate. Descasque, retire as sementes e corte as frutas. Coloque os ingredientes em um liquidificador e bata até misturar bem. Adicione a água até ficar numa consistência de suco. Beba diariamente 2 copos.

Suco de cenoura e batata

Este suco é preenchido com nutrientes, como vitaminas A, C e B complexo. A batata e as cenouras desempenham um papel importante contra os sintomas da gastrite.

Os ingredientes são 4 cenouras, 1 batata crua, 150ml de água e um pedaço de gengibre. Pique tudo e bata num liquidificador e beba logo em seguida. Tome 15 minutos antes do almoço.

Suco de aloe vera

O suco de aloe vera é extremamente calmante para o estômago irritado. Também reduz a inflamação do revestimento do estômago com sua atividade anti-inflamatória. Sendo um agente antisséptico, também pode inibir a bactéria causadora de infecção.

Você precisará de 2 colheres de chá de gel de aloe vera fresco e 1 copo de água. Misture os ingredientes e beba 1-2 copos todos os dias.

Suco de repolho

O repolho contém o fator de cura da úlcera conhecido como vitamina U, que pode curar o revestimento do estômago e combater a gastrite dentro de alguns dias. Este suco também tem um efeito de limpeza no estômago e nos intestinos.

Para fazê-lo, corte o repolho em pedaços e bata no liquidificador com um pouco de água. Beba este suco 3-4 vezes por dia.

Chá para gastrite

gastrite

Chá verde

O chá verde contém muitos antioxidantes que exercem um efeito protetor no revestimento do estômago e aliviam os sintomas de gastrite. Beber este chá regularmente também pode ajudar no tratamento da forma crônica de gastrite.

Coloque 1 colher de chá verde em um copo de água quente. Deixe descansar por 10 minutos. Adicione mel a gosto. Misture bem e beba xícaras de chá verde ao dia.

Chá de gengibre

O gengibre pode tratar eficazmente a gastrite devido às suas propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas. Ele pode reduzir a inflamação e tratar a infecção, bem como aliviar sintomas como dor de estômago, gases, indigestão, náuseas e inchaço.

Para usá-lo, adicione 1 colher de chá de raiz de gengibre fresca a 1 xícara de água fervente. Cubra e deixe por 10 minutos. Adicione mel e beba 2 ou 3 vezes por dia durante uma semana.

Alternativamente, misture 1/2 colher de sopa de suco de gengibre e mel. Tome antes de comer sua refeição 2 vezes ao dia por uma semana.

Você pode até mastigar um pequeno pedaço de raiz de gengibre fresca ou tomar cápsulas de gengibre para tratar a gastrite.

Chá de camomila

O chá de camomila também pode ser muito útil no tratamento da gastrite. Ele contém certas propriedades que são benéficas para o sistema digestivo, alivia as paredes intestinais, proporcionando alívio de dores e eliminando gases. Além disso, pode reduzir a inflamação do estômago e assim reduzir o risco de úlceras.

Você deve adicione 1 ou 2 colheres de chá de flores de camomila secas a 1 xícara de água quente. Cubra e deixe por 5 a 10 minutos. Depois, adicione um pouco de mel e beba esse chá várias vezes ao dia por uma semana.

Chá de hortelã-pimenta

Essa erva contém propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e antiespasmódicas, que protegem o revestimento do estômago e evitam dores. É ótima também para tratar vários problemas digestivos.

Faça o chá adicionando 2 a 3 colheres de folhas frescas ou secas de hortelã numa xícara com 150 ml de água fervente. Tape e deixe repousar durante 10 minutos. Beba 3 a 4 vezes por dia, e de preferência após ou entre as refeições.

Você também pode mastigar folhas de hortelã fresca ou adicioná-las às suas sopas, saladas e smoothies.

Chá de erva-doce

As sementes de erva-doce possuem propriedades estomacais, antiespasmódicas, anti-inflamatórias e antibacterianas. Tudo isso vai proporcionar uma proteção para seu estômago contra a gastrite e seus diversos sintomas.

Adicione 1 colher de chá de sementes de erva-doce a um copo de água quente. Cubra e deixe-o por 10 minutos. Coloque e adicione um pouco de mel e beba 3 vezes ao dia durante uma semana.

Além disso, mastigar as sementes de erva-doce após uma refeição pode ser muito útil para aliviar os sintomas da gastrite.

Chá de alcaçuz

Outro remédio para a gastrite é o alcaçuz. Suas propriedades anti-inflamatórias e calmantes podem reduzir a inflamação e aliviar sintomas como azia, sensação de queimação no estômago, indigestão e muito mais.

Além disso, ele pode proteger o revestimento interior do estômago da infecção e reduzir o risco de úlceras causadas pela gastrite.

Adicione 1 colher de chá de pó de alcaçuz a uma xícara de água quente. Cubra e deixe descansar por 10 minutos. Beba este chá 2 ou 3 vezes por dia durante uma semana.

O que fazer quando a gastrite ataca?

Se você está tendo uma crise de gastrite, pode tomar um medicamento indicado por seu médico, da maneira em que ele prescreveu. Você poderá também usar algum remédio natural, como um dos chás ou sucos apresentados anteriormente.

O melhor mesmo é tentar prevenir os sintomas desse problema, seja com medidas indicadas por seu médico ou outras formas naturais. Além disso, você deve procurar uma maneira de combater o problema assim que os sintomas começarem.

Como prevenir a gastrite?

Se a causa subjacente da gastrite é evitável, então a gastrite pode ser prevenida e as pessoas podem obter alívio do problema.

Se o consumo de álcool, medicamentos ou tabagismo provoca gastrite, a prevenção mais lógica de um indivíduo é parar o consumo ou uso desses produtos.

Também é importante evitar situações em que produtos químicos, radiações ou alguma ingestão de toxinas possam ocorrer.

Pode ser mais difícil prevenir algumas causas infecciosas de gastrite, mas a higiene adequada, a lavagem das mãos e comer e beber apenas alimentos e líquidos adequadamente limpos são formas saudáveis ​​de diminuir o risco de contrair a gastrite causada por agentes infecciosos.

Complicações da gastrite?

As complicações da gastrite podem ocorrer ao longo do tempo, especialmente se a gastrite se torna crônica e as causas subjacentes não são tratadas. As complicações da gastrite podem incluir:

  • – Úlcera péptica
  • – Úlceras hemorrágicas
  • – Anemia
  • – Cânceres gástricos
  • – Linfoma
  • – Cicatrizes gástricas
  • – Desidratação
  • – Problemas renais

Na ocasião, formas raras de gastrite podem ser graves ou até mesmo fatais. Sintomas graves, contínuos ou sangramento interno devem alertar um profissional de saúde para procurar uma causa subjacente mais grave.

Mais informações

A maioria das pessoas se recupera da gastrite. Dependendo dos muitos fatores que afetam o revestimento do estômago, os sintomas de gastrite podem voltar de vez em quando. Em geral, a gastrite é uma doença comum que responde bem aos tratamentos simples.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • 0 não curtiram