Saiba como usar o durateston e conheça suas contraindicações

Saiba como usar o durateston e conheça suas contraindicações

Durateston trata-se de um anabolizante, com uma alta busca por praticantes de academia por ser um químico bem aceito pelo nosso fígado, não causar danos a ele e ter uma resposta imediata após a aplicação. Em caráter medicinal, o fármaco é utilizado no tratamento de reposição de testosterona em homens que apresentam quadros de hipogonadismo.

O Durateston pode ser comprado em farmácias e lojas de revendedores autorizados, até mesmo na internet. Lembrando que a venda só pode ser feita sob prescrição médica. Por isso, consulte o seu médico antes de procurar o esteroide e tome cuidado com produtos falsificados ou vendidos ilegalmente. Isso pode prejudicar a sua saúde!

Durateston bula

Composição do Durateston – 250 mg/ml:

Cada mL contém:

  • – Propionato de testosterona – 30 mg
  • – Fempropionato de testosterona – 60 mg
  • – Isocaproato de testosterona – 60 mg
  • – Decanoato de testosterona -100 mg
  • – Excipientes: álcool benzílico e óleo de amendoim.

Para que serve o Durateston

Saiba como usar o durateston e conheça suas contraindicações

Ele é utilizado como um esteroide anabolizante proporcionando perda de gordura corporal e ganho de massa muscular, o sangue fica mais oxigenado devido a presença um maior número de células vermelhas, e o catabolismo no tecido muscular fica menor, além disso ele também pode aumentar a resposta e o controle dos músculos os tornando assim mais eficientes.

Essas respostas do organismo acontecem assim que a testosterona entra nas células a um receptor presente do DNA, aumentando em número e tamanho as células musculares, inclusive mudando seu formato. Além de todas essas mudanças nas células, o aumento no número de hemácias proporciona uma regeneração muscular mais rápida após os treinos.

Ciclo de Durateston

Saiba como usar o durateston e conheça suas contraindicações

A dose de Durateston varia de paciente para paciente, como cada organismo reage de forma diferente ao fármaco. Ele deve ser aplicado através de uma injeção intramuscular (nos glúteos, panturrilhas, braços e coxas). Essa aplicação deve ser feita assim que for aberta a ampola para que não haja comprometimento da integridade do produto.

A forma indicada é uma injeção de 1 ml a cada 3 semanas, porém há quem faz a aplicação em dias alternados ou até mesmo duas vezes por semana.

Existem 3 ciclos de Durateston: o curto, o médio e o longo. A escolha do ciclo vai variar de acordo com os resultados que você deseja alcançar.

  • – Ciclo curto: É o que chega no máximo a dez semanas, onde seis semanas são de uso do anabolizante e quatro semanas são de intervalo, sendo vetada a utilização de qualquer outro anabolizante. De todos os ciclos este obviamente é o que oferece um índice menor de efeitos colaterais, devido a menor exposição ao fármaco, mas ainda sim foram registrados problemas relacionados a perda de libido, inchaço e até mesmo ganho de peso.
  • – Ciclo médio: É o que atinge no máximo quinze semanas, com oito semanas utilizando o anabolizante e sete semanas sem utilizar nenhuma outra droga. Nesse caso a exposição ao fármaco é aumentada, o que aumenta a exposição muito considerável aos efeitos colaterais.
  • – Ciclo longo: Dez semanas contínua do uso do anabolizante, que levam a uma alta exposição da pessoa aos efeitos colaterais do medicamento, onde até mesmo problemas cardíacos podem ser observados.

Contraindicações do uso de Durateston

Antes de optar pelo uso da droga, existem certos cuidados e precauções que devem ser tomadas para que não prejudique sua saúde. O uso do esteroide não é recomendado no seguintes casos abaixo. Caso você tenha suspeita ou tiver algum -ou mais- dos problemas abaixo, faça uma visita ao seu médico antes de fazer uso do fármaco.

O Durateston é contraindicado em casos de pessoas que tenham ou tenham tido:

  • – Câncer de mama que tenha espalhado para os ossos;
  • – Câncer renal ou pulmonar;
  • – Doenças do coração;
  • – Doenças dos rins;
  • – Doenças do fígado;
  • – Pressão arterial elevada;
  • – Diabetes mellitus;
  • – Epilepsia;
  • – Enxaqueca, dores de cabeça;
  • – Complicações prostáticas, tais como problemas para urinar;
  • – Mulheres, de uma forma geral;
  • – Crianças a adolescentes devem tomar sob prescrição médica, pois pode causar desenvolvimento sexual precoce e afetar o crescimento;
  • – Grávidas e gestantes;
  • – Pessoas alérgicas a amendoim ou à soja, pois o produto contém óleo de amendoim em sua fórmula;
  • – Pessoas que fazem uso de insulina ou outro medicamento para controle dos níveis de açúcar;
  • – Pessoas que tomam medicamentos anticoagulantes;
  • – Pessoas que estejam utilizando – ou estejam a ponto de utilizar – o hormônio ACTH ou corticosteroides (utilizados para tratar várias doenças como reumatismo, artrite, alergias e asma).

Efeitos colaterais do Durateston

Como todo medicamento, o Durateston apresenta efeitos colaterais quando é usado de maneira contínua. Sabendo-se que por se tratar de um esteroide ejetável, a descontinuação do seu uso não serão capazes de reverter rapidamente seus efeitos secundários. Dentre eles estão:

  • Propensão de câncer prostático subclinico;
  • Ginecomastia (crescimento da mama);
  • Priapismo (ereção dolorosa na qual o pênis não volta a sua condição flácida);
  • Aumento do apetite sexual;
  • Aumento da oxigenação sanguínea (aumento dos glóbulos vermelhos);
  • Hipertensão;
  • Náuseas, coceira e acne;
  • Mudanças no nível de colesterol;
  • Mudanças de humor;
  • Oligospermia (diminuição da quantidade de esperma);
  • Aumento da próstata;
  • Depressão;
  • Inchaços;
  • Mialgia;
  • Aumento peniano, frequência de ereções, desenvolvimento sexual precoce (recorrente em crianças e adolescentes);
  • Queda de cabelo, mudança no tom da voz, desregulamentação menstrual e infertilidade (são sintomas ocorrentes no uso do Durateston por mulheres).

Durateston preço

Saiba como usar o durateston e conheça suas contraindicações

Uma vez que o Durateston é um fármaco destinado a reposição de testosterona em pacientes que apresentam alguma disfunção na produção da mesma, ele é facilmente encontrado em diversas farmácias, porém é vendido sob prescrição médica.

O Durateston é um dos medicamentos mais falsificados para fins estéticos, uma vez que ele é proibido pela ANVISA para outros fins que não sejam os clínicos. O fármaco já apresenta grandes efeitos colaterais, imagine então o estrago que um medicamento falsificado pode causar. Então fique esperto a baixos preços de Durateston e mais ainda a pessoas que o vende sem a exigência de receita. O ideal é se consultar com um médico que possa te auxiliar na escolha do tratamento ideal para seu organismo e objetivo.

O preço do Durateston geralmente varia de uma farmácia para outra, mas uma ampola de 250mg custa em média R$10,00 e R$15,00.

Este artigo te ajudou?
  • +3 curtiram
  • -2 não curtiram