Remédios caseiros para Síndrome do Ovário Policístico

Rudney Dicas Saúde, Remédios caseiros 05-07-16 ovario policistico, ovarios policisticos, sindrome do ovario policistico comentários

A Síndrome do Ovário Policístico é um distúrbio que afeta o sistema endócrino, o que significa que é um distúrbio hormonal. De fato, a principal caracterização da SOP (sigla para a doença) é anovulação, o que significa que a mulher não libera um óvulo ou experimenta um período menstrual.

Consequências de ovários policísticos

Alguém que sofre de síndrome do ovário policístico tem elevados níveis de hormônios andrógenos e também sofre de resistência à insulina, que é uma das principais causas da diabetes. Esta desordem também pode causar outros sintomas secundários que são também mais perigosos.

Os ovários policísticos também pode causar anovulação na menstruação irregular e até mesmo infertilidade, enquanto que o desequilíbrio hormonal provoca acne e crescimento atípico de pelos em algumas partes do corpo. Finalmente, a resistência à insulina pode facilmente levar a diabetes do tipo 2 e, consequentemente, um aumento de peso e complicações cardiovasculares.

Remédios caseiros para Síndrome do Ovário Policístico

No caso da Síndrome do Ovário Policístico não há cura e o tratamento consiste apenas em diferentes técnicas de gestão para manter o corpo saudável e reduzir o impacto da doença na vida diária. Existem opções farmacêuticas para o tratamento dos sintomas primários e secundários da doença, mas muitas pessoas escolhem vias alternativas para o tratamento, sabendo que os recursos naturais podem ser igualmente eficazes.

O fato de que alguns dos efeitos mais graves desta doença incluírem o câncer endométrio e diabetes, é recomendado sempre manter o acompanhamento médico. Vamos dar uma olhada em alguns dos melhores remédios caseiros para a síndrome do ovário policístico.

Feno grego

O feno grego tem sido associado com o tratamento de diabetes, o que faz desse alimento ideal para o tratamento da síndrome do ovário policístico. Ao otimizar o metabolismo da glicose no organismo e assegurar que os receptores de insulina funcionem normalmente, o feno grego pode proteger alguém que sofre de síndrome do ovário policístico de desenvolver a diabetes tipo 2. Além disso, regular o metabolismo da glicose pode ajudar a prevenir o ganho de peso e comer em excesso, uma vez que os nutrientes serão utilizados de forma eficaz e em tempo hábil pelo corpo.

Linhaça

A linhaça tem duas funções muito importantes no tratamento da síndrome do ovário policístico. Em primeiro lugar, diminui os níveis de andrógenos no corpo, que são essenciais para as mulheres que desejam evitar o hirsutismo (aumento de quantidade de pelos na mulher). Em segundo lugar, estimula a produção de globulina transportadora de hormônios sexuais, que se liga a testosterona no sangue e, assim, evita que afete outras partes do corpo, causando alguns dos sintomas secundários da doença.

Salmão

Os altos níveis de ácidos graxos ômega 3 do salmão são a principal razão que esse peixe foi adicionado nesta lista. Pesquisas têm ligado esses ácidos graxos essenciais à redução dos níveis de testosterona e a volta de um ciclo menstrual normal em mulheres que sofrem de síndrome do ovário policístico.

Embora o benefício desse alimento ainda esteja em estudo, o fato é que o ômega 3 encontrado no salmão e outros peixes também são excelentes para a saúde do coração, pois eliminam o “mau colesterol”. Dado que a resistência à insulina da síndrome do ovário policístico, também afeta o coração, o salmão, na verdade, têm duas funções importantes no tratamento desta desordem.

Espinafre

O espinafre é rico em nutrientes exclusivos, incluindo a vitamina D, cálcio e magnésio, que estão diretamente relacionados com o tratamento dos sintomas da síndrome do ovário policístico. O cálcio tem sido mostrado bom para melhorar a regularidade menstrual, o magnésio melhora a sensibilidade à insulina, enquanto a vitamina D ajuda a prevenir o ganho de peso.

Brócolis

Uma das melhores maneiras naturais para manter os sintomas da diabetes sob controle é através da ingestão do cromo. O brócolis tem mais cromo do que qualquer outra fonte de alimento, de modo que você deve inclui-lo em sua dieta para certificar-se de que seus níveis de insulina e açúcar no sangue serão melhor controlados para prevenir o aparecimento da diabetes como um efeito colateral da síndrome do ovário policístico.

Canela

A canela pode parecer uma escolha óbvia para o tratamento, mas, de fato, foi positivamente correlacionada com ciclos menstruais regulares e o aumento da sensibilidade à insulina, de modo que é um recurso muito valioso que pode ser adicionado a dieta de mulheres com SOP.

Raiz de alcaçuz

Uma pesquisa mostrou que um dos ingredientes ativos da raiz de alcaçuz inibe uma enzima necessária para a produção de testosterona. Além disso, a raiz de alcaçuz pode ajudar a estimular a menstruação e desintoxica o fígado, o que está intimamente ligado a um desequilíbrio hormonal.

Chá de hortelã

O chá de hortelã está diretamente relacionado com o tratamento do hirsutismo. Estudos têm demonstrado que os ingredientes ativos da hortelã pimenta podem reduzir os níveis de testosterona total e inibir o hormônio folículo estimulante.

Vinagre de maçã

O vinagre de maçã é útil para muitas coisas, mas em termos de síndrome do ovário policístico, pode ajudar a reduzir a resistência à insulina e a controlar o açúcar no sangue. O vinagre de maçã é usado para tratar a diabetes naturalmente em todo o mundo, por isso faz sentido que ele seja um tratamento eficaz para os sintomas associados essa síndrome.

Mais informações

Apesar da ajuda desses remédios caseiros para a Síndrome do Ovário Policístico, as mulheres que sofrem desse problema devem manter sempre um acompanhamento médico, principalmente, para evitar complicações.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: