Relação entre estresse e depressão

Rudney Depressão, Destaque, Doenças 12-11-14 Cortisol, depressão, Estresse comentários

Uma pesquisa publicada na revista PNAS mostrou a relação entre o cortisol, o estresse e a depressão. O hormônio cortisol tende a surgir quando o nosso corpo é exposto ao estresse. Em pequenas doses, é uma coisa boa, mas se o estresse é crônico pode se tornar um problema de saúde. Consequentemente, os receptores de glucocorticoides são ativados e causam uma diminuição na produção de neurônios no hipocampo, algo que tem sido observado em pacientes que sofrem de depressão.

Os cientistas do Kings College de Londres (Inglaterra), que realizaram esta pesquisa, usaram modelos celulares e animais para comprovar a relação entre o estresse e a depressão. Eles têm percebido que a proteína SGK1 pode atuar como um mediador destes processos. Mantém ativos os receptores de glucocorticoides e diminui a criação de novas células do hipocampo.

Detectado o problema, tudo que você tem a fazer é bloquear esta proteína para que os efeitos do estresse não influenciem na produção de neurônios. Christopher Anacker, um dos responsáveis ​​pela investigação, acredita que pode ser o primeiro passo para a descoberta de novos tratamentos antidepressivos.

Uma vez que a redução na neurogênese é uma parte do processo que conduz à depressão, é importante identificar as vias moleculares que medeiam estes mecanismos. Drogas destinadas a reduzir os níveis de SGK1 em pacientes deprimidos pode ser, por conseguinte, uma estratégia promissora para futuros tratamentos antidepressivos.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: