Para que serve o BCAA e como tomar esse suplemento da maneira correta

Para que serve o BCAA e como tomar esse suplemento da maneira correta

BCAAs (Branch Chain Amino Acids ou traduzido Aminoácidos de cadeia ramificada) são muito populares dentro da categoria dos suplementos alimentares. Eles são encontrados em versões em pó ou cápsulas, e são destinados a pessoas que buscam um aumento da massa muscular e uma recuperação muscular adequada após os treinos.

Os aminoácidos de cadeia ramificada são nutrientes essenciais que o corpo obtém de proteínas encontradas em alimentos, especialmente carne, produtos lácteos e leguminosas. Eles incluem leucina, isoleucina e valina. “Cadeia ramificada” refere-se à estrutura química destes aminoácidos. Aminoácidos de cadeia ramificada também são utilizados na medicina.

Aminoácidos de cadeia ramificada são utilizados para tratar doenças cerebrais, entre outros usos. Os aminoácidos de cadeia ramificada também são usados ​​para ajudar numa perda de músculos mais lenta em pessoas que estão confinadas à cama.

Algumas pessoas usam aminoácidos de cadeia ramificada para evitar a fadiga e melhorar a concentração. Os atletas usam os aminoácidos de cadeia ramificada para melhorar o desempenho no exercício, aumentar a síntese de proteínas e reduzir a degradação muscular intensa durante o exercício.

BCAA para que serve

O BCAA pode influenciar beneficamente os músculos e é indicado para pessoas que praticam atividades físicas e têm baixa ingestão de proteínas na dieta, pois pode promover a síntese de proteínas musculares e aumentar o crescimento muscular ao longo do tempo. Ele também pode ser usado para evitar a fadiga. Aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs) refere-se a três aminoácidos: leucina, isoleucina e valina.

A leucina desempenha um papel importante na síntese de proteínas musculares, enquanto isoleucina induz a captação de glicose em células. Mais pesquisas são necessárias para determinar o papel da valina em um suplemento de BCAA. Suplementar com BCAA previne um declínio sérico de BCAA que ocorre durante o exercício físico. Esse declínio normalmente causaria um influxo de triptofano no cérebro, seguido pela produção de serotonina, que causa fadiga. Os BCAAs também aumentam a síntese celular responsável pela realização do processo de síntese proteica.

BCAAs têm benefícios ainda mais positivos do que a redução da desagregação e aumento da síntese proteica. Eles também podem ajudar a melhorar a intensidade do treino. BCAAs competem com o aminoácido triptofano para a entrada no cérebro, onde o triptofano pode ser convertido para o neurotransmissor serotonina.

Durante o exercício, os níveis de serotonina aumentam e podem (entre outras coisas) aumentar a percepção de fadiga, o que significa um treino menos intenso para você.

A suplementação de BCAA reduz a quantidade de triptofano que entra no cérebro e, portanto, reduz a quantidade de serotonina produzida. Isso pode permitir que você treine mais, por mais tempo.

Outro fator importante sobre o uso desse suplemento, é que ele aumenta os níveis de insulina no corpo, um hormônio catabólico que aumenta a absorvição de nutrientes, assim como de aminoácidos pelo organismo, e ainda contribui para uma maior entrada de glicose nas células, dando mais energia durante os treinos.

Além disso, o uso do BCAA ajuda a prevenir o estado catabólico produzido pelo corpo durante os exercícios físicos, o que significa que o corpo passa a retirar os aminoácidos presentes nos músculos para suprir a demanda do corpo por energia, que pode causar a perda de massa muscular. O BCAA fornece os aminoácidos necessários para prevenir esse catabolismo muscular e ajuda a manter a massa magra.

No geral, o BCAA é capaz de prevenir e ajudar na recuperação muscular, principalmente após treinos com pesos, reduz a fadiga, aumenta a intensidade dos treinos, previne a perda de massa muscular e contribui para uma boa absorvição de nutrientes pelo organismo, isso tudo pode contribui para um aumento da massa muscular.

Como tomar BCAA

O BCAA em pó pode ser tomado em dosagens de 4g a 8g, 2 vezes ao dia, uma antes e outra após o treino, sempre que necessário.

Cápsulas têm diferentes recomendações de dosagem dependendo da marca e concentração do produto. No entanto, as dosagens são geralmente muito semelhantes, siga as orientações corretas e combine com o seu estilo de vida ativo, com a prática regular de atividades físicas e uma alimentação saudável.

A suplementação de BCAA é desnecessária para pessoas com uma ingestão de proteínas suficientemente alta (1-1,5 g/kg por dia ou mais), que não praticam atividades físicas intensas, ou ainda pessoas que tomam um whey protein de boa qualidade, pois geralmente, esse produto já contém a dose adequada de BCAA.

Melhores marcas de BCAA

Existem várias marcas desse produto no mercado, umas boas outras nem tanto. Dentre as marcas importadas mais usadas estão o BCAA Optimum, Universal e Dymatize. Já as marcas brasileiras mais usadas estão o BCAA probiótica, Max Titanium e IntegralMédica. Procure usar uma marca conhecida e que você confie.

Efeitos colaterais

O BCAA é possivelmente seguro quando tomado na quantidade adequada. Efeitos secundários desse suplemento não são conhecidos, mas você deve seguir a dose recomendada pelo fabricante ou profissional da área.

Precauções e avisos especiais

– Gravidez e aleitamento: Não existem informações suficientes e confiáveis ​​sobre a segurança de tomar aminoácidos de cadeia ramificada se estiver grávida ou a amamentar. Fique do lado seguro e evite o uso.

– Crianças: Os aminoácidos de cadeia ramificada são possivelmente seguros para as crianças quando tomados por via oral, a curto prazo. No entanto, só devem ser administrados com indicação médica.

– Cirurgia: Os aminoácidos de cadeia ramificada podem afetar os níveis de açúcar no sangue, e isso pode interferir no controle do açúcar no sangue durante e após a cirurgia. Pare de usar aminoácidos de cadeia ramificada pelo menos 2 semanas antes de uma cirurgia programada e avise seu médico sobre o uso de BCAA.

Mais informações

O BCAA é um suplemento alimentar muito usado e possivelmente seguro para o consumo adequado. Em relação a estudos científicos, algumas pesquisas já demonstraram benefícios desse suplemento, outras nem tanto, o que é certo é que mais pesquisas devem ser feitas em relação ao uso do BCAA. A utilização de BCAA, assim como de qualquer outro suplemento, só deve ser feita com indicação de um médico ou profissional de saúde.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • -1 não curtiram