Os riscos de perder peso rápido com as dietas restritivas

Os riscos de perder peso rápido com as dietas restritivas

As dietas rápidas, são aquelas que permitem perder muito peso em um curto espaço de tempo, elas têm sido amplamente criticadas por médicos e especialistas em nutrição, não apenas porque facilitam a recuperação dos quilos perdidos, mas porque representam um risco evidente para a saúde.

O jejum, dietas ricas em proteína, dietas com base em um único alimento e aquelas que envolvem um baixo consumo de calorias, são exemplos de dietas que devem ser evitadas. Veja os riscos associados a elas:

Perigos de perda de peso rápida

Desidratação

Muitas dietas rápidas baseiam-se numa grande perda de líquidos, no entanto, isso implica um risco evidente de desidratação e não ajuda a perder peso. Tenha em mente que um dos principais componentes do sangue é a água, de modo que uma perda significativa deste elemento irá engrossar o sangue e, em consequência, aumentar o risco de problemas cardiovasculares e renais. Esse tipo de dieta também pode provocar uma queda da pressão arterial e problemas na regulação da temperatura do corpo.

Fadiga crônica

A desidratação também leva a uma perda significativa do rendimento e de funções importantes do organismo, o que gera uma continua sensação de cansaço e fadiga, causada também pela restrição de nutrientes.

Transtornos de humor

A fadiga constante e os distúrbios do sono gerados por essas dietas restritivas, conduzem a uma alta probabilidade de mudanças de humor, irritabilidade e contínuos episódios de depressão.

Risco de lesões musculares

Um dos problemas mais importantes da perda de peso rápida é a perda de massa muscular, o que gera um enfraquecimento dos músculos e promove o aparecimento de lesões durante o exercício.

Enfraquecimento dos ossos

A falta de nutrientes destas dietas também afeta a massa óssea, causando um enfraquecimento dos ossos e favorecendo a possibilidade de uma fratura.

O efeito ioiô ou rebote

Um dos maiores pontos negativos dessas dietas é que após o esforço de segui-las, é provável que o peso perdido seja rapidamente recuperado, ou ainda pior, que cause um aumento de peso maior do que você tinha ao começar a dieta.

Transtornos alimentares

É o risco mais importante da obsessão de perda de peso rápida. As dietas milagrosas muitas vezes levam a distúrbios como anorexia ou bulimia.

Mais informações

A melhor maneira de emagrecer de forma segura e saudável é através de uma dieta que envolva uma perda de peso lenta e constante (não mais do que um ou dois quilos por semana), e que deve ser complementada com uma reeducação de hábitos de vida em termos de alimentação e exercício físico.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • 0 não curtiram