Os benefícios da música para a saúde

Rudney Destaque, Dicas Saúde 18-11-14 benefícios da música, terapias musicais comentários

O filósofo grego Platão disse a música é para a alma o que a ginástica é para o corpo. Uma frase que resume perfeitamente todos os benefícios da música para a saúde, tanto físicos como psicológicos. Mas como exatamente? A música tem muitos benefícios para a saúde mais do que você pode imaginar.

Reduz dores crônicas

Numerosas pesquisas mostraram que ouvir música pode reduzir a dor crônica de doenças como artrite e até depressão. Além disso, pode ser um bom antídoto para a tristeza e solidão.

Neste sentido, cientistas de todo o mundo têm demonstrado que a música também libera endorfinas, que ajudam a controlar a ansiedade e reduzir a dor. Isso faz com que as terapias musicais sejam muito úteis em vários hospitais.

Redução da pressão arterial

Os benefícios da música não param por aí. Para as pessoas com pressão arterial elevada, é aconselhável ouvir música relaxante na parte da manhã e à noite, pois a música ajuda a reduzir a pressão arterial. A Sociedade Americana de Hipertensão, em Nova Orleans, chegou a essas conclusões após uma extensa pesquisa.

Incentivar a aprendizagem

Se você sofre de dores de cabeça crônicas, deve saber que a música também é um grande antídoto, já que combate a dor de cabeça e reduz a sua frequência e intensidade. Enquanto no meio acadêmico, a música promove a aprendizagem, concentração e estimula a memória. Embora, é claro, você tem que saber como escolher a música certa. É por isso que os especialistas em saúde nos aconselham a música clássica como Mozart, por exemplo.

Enquanto jazz, de acordo com vários estudos, favorece significativamente a recuperação depois de sofrer acidentes vasculares cerebrais, tanto a memória verbal e como a atenção.

Estimula o sistema imunológico

E, curiosamente, a música também estimula o sistema imunológico, porque promove a secreção de hormônios. Em outras palavras, uma boa sessão de música pode reduzir os níveis de cortisol, um hormônio associado com ansiedade e estresse.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: