Óleo de coco é capaz de matar 93% das células do câncer de cólon, diz estudo

Óleo de coco é capaz de matar 93% das células do câncer de cólon, diz estudo

A maioria dos casos de câncer de cólon diagnosticados são tratados com cirurgia, radioterapia ou quimioterapia, muitas das quais vêm acompanhadas de efeitos colaterais significativos. De acordo com um estudo recente, os pesquisadores descobriram uma alternativa natural útil contra esse tipo de câncer: o óleo de coco.

Não é segredo que o óleo de coco tem alguns dos benefícios incríveis para a saúde. Alguns consideram o óleo de coco um super alimento. O óleo de coco está no topo da lista de alimentos anti-inflamatórios, e também é antibacterianos, anticâncer, antifúngicos, antimicrobianos, antivirais e tem propriedades antioxidantes.

O ácido láurico, um componente do óleo de coco tem propriedades anticancerígenas, que também são comumente encontradas no leite materno. É um ácido graxo de cadeia média que suporta o sistema imunológico, proporcionando propriedades antimicrobianas abundantes.

O óleo de coco pode ajudar a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e insulina, reduzir o risco de doença cardíaca, combater a Cândida e outros fungos prejudiciais, e pode até mesmo ajudar a manter um peso saudável.

O óleo de coco contra o câncer do cólon

De acordo com um estudo publicado na revista Cancer Research, o ácido láurico presente no óleo de coco, tem incríveis propriedades anticancerígenas.

O ácido láurico constitui cerca de 50% do óleo de coco, e os investigadores do estudo feito pela Universidade de Adelaide (Austrália), descobriram que foram exterminadas 93% das células de câncer do cólon após apenas dois dias de tratamento com esse ácido em uma linha de células de câncer de cólon in vitro.

Nos estudos in vitro, os investigadores realizaram as suas experiências em uma placa de Petri, ou realizaram o procedimento em um ambiente controlado fora de um organismo vivo. Os estudos in vitro são aqueles em que os pesquisadores realizam seus experimentos em organismos inteiros, vivos.

De acordo com a American Society for Nutrition, os estudos clínicos demonstraram que as gorduras encontradas no óleo de coco (ácido graxo de cadeia média) podem ser úteis no tratamento e prevenção de doenças tais como a osteoporose, as doenças relacionadas com vírus (mononucleose, hepatite C, herpes, etc), doenças da vesícula biliar, doença de Crohn e câncer.

Foi previamente mostrado que o óleo de coco ajuda a reduzir os efeitos colaterais nocivos da quimioterapia e melhora a qualidade de vida em pacientes com câncer.

Mais estudos sobre o óleo de coco

Enquanto estamos apenas descobrindo o potencial anticâncer do óleo de coco, seus muitos benefícios para a saúde têm sido bem estabelecidos através de pesquisas médicas. O óleo de coco com ácido graxo de cadeia média, também foi creditado como um tratamento alternativo da doença de Alzheimer, doença de Parkinson, doença de Huntington, esclerose múltipla, epilepsia resistente à droga, diabetes, entre vários outros problemas de saúde.

O óleo de coco extra virgem é único no mundo que contém cerca de 50% de ácido láurico, triglicerídeos de cadeia média muito difíceis encontrar na nossa dieta (óleo de palmiste também contém cerca de 50% de ácido láurico). Curiosamente, o ácido láurico constitui cerca de 2% da gordura do leite de vaca e 6% da gordura do leite humano, o que significa que os humanos podem naturalmente ter uma necessidade deste ácido graxo.

Esses estudos não significam necessariamente que o coco é a solução para o câncer de cólon, mas sim que a natureza tem proporcionado muitas maneiras naturais para combater a doença e pesquisas devem se concentrar em obter mais informações proporcionar novas oportunidades para possíveis curas curas e medidas preventivas utilizando a mãe natureza em vez de usar recursos para desenvolver drogas perigosas com efeitos colaterais prejudiciais.

Mais informações

Para tirar proveito dos seus valores nutricionais e seus muitos benefícios à saúde, o óleo de coco que você consumir deve ser extra virgem e prensado a frio. Não use óleos refinados, porque eles são tóxicos e podem ser prejudiciais à saúde. É importante pedir autorização de seu médico antes de usar o óleo de coco para algum tratamento alternativo!

Este artigo te ajudou?
  • +64 curtiram
  • -5 não curtiram