Obesidade e depressão muitas vezes ocorrem em conjunto

Mateus Depressão, Doenças 27-10-14 depressão, doença crônica, Obesidade comentários

Obesidade e depressão muitas vezes ocorrem em conjunto

Um relatório realizado nos EUA mostra que 43% dos adultos que foram entrevistados neste relatório também eram obesos. Obesidade e depressão muitas vezes ocorrem em conjunto, diz o estudo, mas não estabelece as causas dessa relação.

Houve até uma porcentagem mais elevada de obesidade (55%) em adultos que tomam antidepressivos, este estudo realizado por pesquisadores do National Center for Health Statistics dos EUA.

O estudo, segundo o autor, é puramente estatístico, por isso é apenas descritivo da relação entre a obesidade e a depressão, e sua presença conjunta, mas não estabelece causalidade. Outros fatores, como sexo ou raça, também influenciou a ligação entre obesidade e depressão.

Embora a informação é meramente descritiva, de modo a tentar destacar os autores do estudo, também o Dicas Sobre Saúde tenta capturar é a complexa relação entre a obesidade e a depressão.

Estilo de vida saudável: O que se planta, se colhe

Sabendo que há muitos fatores que também influenciam tanto estilo de vida mais saudável, abandonar hábitos nocivos, uma adequada alimentação e exercícios integrados são ferramentas que a cada dia são mais uma evidência do impacto que eles têm sobre o bem-estar físico e mental.

A depressão é um grave problema de saúde que exige tratamento médico e farmacológico especializado, também ajuda a nível psicológico e em outros aspectos do dia a dia. O Dicas Sobre Saúde aproveita para recordar que os hábitos saudáveis ​​podem ajudar a combater doenças como a obesidade e a depressão, que reduzem a qualidade de vida daqueles que sofrem.

O apoio social, com uma rede de familiares e amigos pode ajudar, pois é muito importante para as pessoas que sofrem de tais doenças. Sempre faço um monte de ênfase na prevenção, pois potencializa de forma precoce as condições do estilo de vida e hábitos saudáveis que têm sido mostrados para ajudar a prevenir e combater problemas crônicos de saúde, podendo ter menos chances de adquirir certas doenças; ou se caso ja sofre com elas, se pode combate-las ou superá-las melhor.

O exercício não é a cura para tudo, mas um estilo de vida ativo e saudável é benéfico para prevenir e tratar muitas doenças. Felizmente estamos nos tornando mais conscientes disso, e devemos colocá-lo mais em prática.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: