O que é um teratoma, quais seus sintomas e tratamentos

O que é um teratoma, quais seus sintomas e tratamentos

A palavra teratoma vem da palavra grega “Teras“, que tem o significado literal “monstro”. Isto mesmo, esse problema que vamos tratar hoje, pode parecer bastante estranho como um monstro, mas pode ocorrer em algumas mulheres ou homens.

O que é um teratoma?

Um teratoma é um tumor composto de diferentes tipos de tecido, que se acredita estar presente desde o nascimento. A partir destes tecidos podem surgirem cabelos, pele, dentes, unhas, ossos e até mesmo dedos.

Este tipo de tumor é mais comum de ocorrer no ovário (teratoma ovariano), no caso das mulheres e nos homens, surge com mais frequência nos testículos. No entanto, pode aparecer em qualquer lugar do corpo.

Na maior parte dos casos, esse tumor é benigno (teratoma maduro) e não requer tratamento. Porém, pode também apresentar células cancerígenas e precisar de uma cirurgia para sua retirada. O teratoma canceroso (teratoma imaturo) se espalha e pode afetar outras partes do corpo.

O teratoma maduro (também chamado de cisto dermoide) é o tumor mais comum de células germinativas que ocorre no ovário. Já o teratoma imaturo é um tipo de câncer raro que afeta principalmente jovens dos sexo feminino com menos de 18 anos.

No caso do teratoma no ovário, as células que deveriam se tornar óvulos continuam a se desenvolver, como se tentassem formar um feto, mesmo sem serem fertilizados.

O que causa um teratoma?

A causa da maioria dos teratomas não é completamente compreendida. Teratomas são frequentemente associados a uma série de defeitos hereditários que afetam o sistema nervoso central, o trato geniturinário e a coluna vertebral inferior.

Outros tipos de câncer, também podem estar associados ao teratoma. Teratoma maligno é frequentemente localizado na área do tórax de homens jovens que têm entre 20 e 30 anos de idade.

Teratoma sintomas

Os sintomas do teratoma dependem do tamanho, localização e do indivíduo que possui teratoma. Muitas vezes não há sintomas, mas se existirem, podem incluir os seguintes:

  • – Inchaço, tumor ou massa que é visível e pode ser sentido
  • – Aumento nos níveis proeminentes de alfa-fetoproteína
  • – Aumento do nível de ganadotropina coriônica beta-humana
  • – Dor e pressão no peito
  • – Inflamação
  • – Constipação
  • – Tosse
  • – Fadiga
  • – Respiração curta
  • – Capacidade reduzida de praticar exercícios físicos

Diagnóstico do teratoma

Para fazer o diagnóstico do teratoma, os médicos têm que realizar algum exame físicos ou de imagem. Os seguintes testes podem ser realizados no diagnóstico do tumor:

  • – Testes de sangue são feitos para verificar o nível de beta-HCG e alfa-fetoproteína
  • – Radiografia
  • – Ultrassom
  • – Mediastinoscopia com biópsia
  • – Tomografia computadorizada de pelve, tórax e abdômen

O tumor muitas vezes também pode ser observado durante a gestação, em exames de rotina como a ultrassonografia pré-natal.

Teratoma tem cura?

O teratoma tem tratamento. O tratamento deste problema consiste na retirada do teratoma, principalmente caso esteja provocando sintomas muito incômodos ou for do tipo canceroso.

Teratoma tratamento

O tratamento com a cirurgia, requer a remoção completa do teratoma. Como os teratomas geralmente são separados dos tecidos circundantes, isso facilita completamente sua remoção. No entanto, mesmo após uma cirurgia, o teratoma pode ser regenerado no mesmo ou no local próximo.

Teratomas no cérebro podem ser difíceis de remover devido à sua proximidade com tecidos saudáveis. A cirurgia é frequentemente acompanhada de quimioterapia para o teratoma maligno. O acompanhamento médico também deve ser feito mesmo no caso do teratoma benigno, que tende a ser maligno.

A quimioterapia e radioterapia podem ser necessárias após a cirurgia no caso de tumores malignos. Os tumores localizados em locais inacessíveis tornam-se malignos devido ao diagnóstico ou tratamento tardio.

Teratoma e gravidez

Apesar de poder ocorrer no ovário, a mulher que tenha um teratoma ainda consegue engravidar. No entanto, o impedimento da concepção pode ocorrer devido a uma distensão do ovário que ocorre pelo crescimento do tumor. Cerca de 95% dos teratomas de ovário são benignos.

Caso uma mulher com teratoma no ovário deseje engravidar, aconselha-se primeiramente a realização de uma cirurgia para remover o tumor. Isto é aconselhado, pois as alterações hormonais comuns na gravidez, podem causar um aumento rápido do tamanho do teratoma, podendo causar o rompimento do mesmo.

Durante uma gravidez, pode ocorrer ainda o teratoma sacrococcígeo. Este tende a surgir na região sacral (entre as nádegas) de um feto ou na região do pescoço do feto. Na maioria dos casos, a cirurgia de remoção do teratoma sacrococcígeo só ocorre após o nascimento.

Muitas vezes, o tumor pode crescer de forma rápida, chegando a pesar quase o peso do feto. Nestes casos, pode haver uma sobrecarga do coração do bebê e uma cirurgia pode ser necessária.

Essa malformação é rara e tende a afetar uma em trinta mil gestações. Essa condição causa a morte prematura de 50% dos fetos atingidos.

Possíveis complicações

O câncer causado por um teratoma maligno pode se espalhar por todo o corpo e pode haver complicações da cirurgia ou relacionadas à quimioterapia.

Prognóstico

Tal como acontece com muitos tipos de câncer, o prognóstico para aqueles com teratoma varia muito dependendo do tipo de teratoma, do tamanho e da localização do tumor. Onde a remoção completa do teratoma é possível, o prognóstico é muito bom.

Para alguns pacientes, a remoção completa não é possível devido à proximidade do tecido saudável. Nestes casos, os médicos podem frequentemente remover a maioria do tumor e o paciente deve ser monitorado frequentemente.

Conclusão

Um teratoma é um problema que pode ocorrer em qualquer pessoa e mesmo que possa ser benigno, deve-se discutir sua remoção com um médico. No caso das mulheres, fazer os exames costumeiros do pré-natal é fundamental para diagnosticar esse problema.

  • prevenção contra teratoma
Este artigo te ajudou?
  • +7 curtiram
  • -4 não curtiram