O que é tendinite, quais seus sintomas e como tratar esse problema

O que é tendinite, quais seus sintomas e como tratar esse problema

A tendinite é a inflamação de um tendão. Isso acontece quando uma pessoa machuca um tendão, por exemplo, durante uma prática esportiva. Essa condição é normalmente ligada a uma lesão aguda com inflamação e, geralmente afeta o cotovelo, pulso, dedo, coxa e outras partes do corpo.

A parte do corpo envolvida pode dar a lesão o nome, por exemplo, a tendinite de Aquiles. Os termos familiares são o cotovelo de tenis ou golfista, o joelho do jumper e o ombro do lançador.

A tendinite pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum entre os adultos que praticam muito esporte. As pessoas mais velhas também são suscetíveis, porque os tendões tendem a perder elasticidade e se tornam mais fracos com a idade.

O que é tendinite?

tendinite

Um tendão é tecido que liga o músculo ao osso. É flexível, resistente e fibroso e pode suportar a tensão. Um ligamento se estende do osso ao osso em uma articulação, enquanto um tendão se estende do músculo ao osso.

Tendões e músculos trabalham juntos e exercem uma força de tração. Tendões e ligamentos são resistentes e fibrosos, mas são conhecidos como tecidos moles, porque são moles em comparação com o osso.

Causas e fatores de risco

As causas comuns da tendinite incluem:

  • – Lesões
  • – Repetição de um movimento ao longo do tempo
  • – Sobrecargas

A tendinite geralmente se desenvolve em pessoas cujos empregos ou hobbies envolvem movimentos repetitivos, pois isso desgasta os tendões.

Outros fatores de risco incluem:

  • – Idade: os tendões tornam-se menos flexíveis com a idade e mais suscetíveis a lesões.
  • – Profissão: Uma pessoa cujo trabalho envolve movimentos repetitivos, posições estranhas, vibração e esforço vigoroso tem um risco maior.
  • – Esportes: esportes que envolvem movimentos repetitivos podem levar a tendinite, por exemplo, corrida, tênis, natação, basquete, golfe, boliche e baseball.
  • – Algumas condições de saúde: pessoas com diabetes e artrite reumatoide são mais propensas a desenvolver tendinite.

Tipos de tendinite

tendinite

Diferentes tipos de tendinite afetam diferentes partes do corpo.

Tendinite no pé

A tendinite no pé ocorre mais especificamente no tendão de Aquiles e é uma lesão esportiva comum. Também pode ser causada por sapatos que se encaixam mal ou não suportam adequadamente o pé. É mais frequente também entre pacientes com artrite reumatoide.

Tendinite no ombro

Nesse local afetado pela tendinite, o tendão ao redor da parte superior da articulação do ombro torna-se inflamado, causando dor quando o braço é movido, especialmente para cima.

Alguns pacientes podem achar doloroso se deitar no ombro afetado à noite. Se outros tendões na mesma área também forem afetados, o paciente pode ter síndrome do manguito rotador.

Tendinite no cotovelo

Um sintoma comum da tendinite no cotovelo, comumente conhecida como cotovelo de tenista, é dor no lado externo do cotovelo. Podendo irradiar para o pulso.

Quando ocorre, causa dor no lado interno do cotovelo, e é mais comum entre os golfistas. A dor é mais aguda quando se tenta agarrar algo. A dor às vezes irradia até o pulso e causa fraqueza.

Tendinite na mão

A tendinite pode afetar também os tendões presentes nas costas das mãos. Isso pode causar além de dores, formigamento, inchaço e ardência na área. Este tipo é mais fácil ocorrer em pessoas com trabalham com computador e digitam em excesso.

Tendinite no joelho

Também chamada de tendinite patelar, a tendinite no joelho afeta a patela, uma das principais estruturas do joelho. Ocorre mais frequentemente em atletas de salto, por isso também é conhecida como joelho de saltador. A tendinite de joelho tende a começar durante a prática esportiva e pode evolui, causando dor ao menor esforço.

Tendinite no pulso

Pode afetar os jogadores de badminton e os trabalhadores da linha de produção, que repetidamente usam o mesmo movimento com o pulso. A tendinopatia é outro tipo de lesão que afeta os tendões do pulso. Esta é uma condição degenerativa em vez de uma inflamação.

Sintomas de tendinite

tendinite

Os sintomas ocorrem onde o tendão se liga a um osso. Os sintomas podem durar de alguns dias a várias semanas ou meses. Eles geralmente incluem:

  • – Dor que piora com o movimento
  • – Um sentimento de que o tendão está a estalar à medida que ele se move
  • – Inchaço, calor e vermelhidão
  • – Um nódulo pode se desenvolver ao longo do tendão
  • – Se houver uma ruptura, pode haver uma lacuna na linha do tendão, e o movimento será dificultado

Complicações da tendinite

Complicações graves de tendinite e tenossinovite incluem contraturas do tendão, cicatrizes (chamadas adesões), perda muscular e incapacidade. O ombro é a articulação mais vulnerável, uma vez que pode congelar, uma condição chamada “ombro congelado”. Isso pode começar quando as adesões (cicatrizes) limitam o movimento e causam dor ao alongar.

Manter as articulações inflamadas flexíveis através da sua amplitude de movimento ajuda a evitar contraturas e aderências. Em casos graves, os tendões do manguito rotador podem rasgar, o que pode levar a uma fraqueza prolongada e dor no ombro.

Diagnóstico

Um médico perguntará sobre os sintomas e realizará um exame físico. Quando o médico tenta mover o tendão, um som parecido com um chiado pode ser ouvido. Isso ocorre porque a bainha o tendão se tornou mais espesso e inflamado. Se há calor em um ponto específico do tendão, isso pode indicar tendinite.

Um raio-x pode exibir depósitos de cálcio ao redor do tendão, o que pode ajudar a confirmar um diagnóstico. Outros exames de imagem, como ultra-som ou ressonância magnética, podem revelar a inflamação do tendão.

Tendinite tem cura?

Sim, a tendinite tem cura, mas para isso é preciso fazer corretamente seu tratamento e evitar o que está causando a inflamação do tendão afetado.

Tratamento para tendinite

A maioria dos casos de tendinite podem ser tratados com descanso adequado, aplicação de compressas quentes ou frias. Uma tala pode ser necessária para manter a junção no lugar e descansar o tendão irritado, mas não por muito tempo, porque pode causar contratura, desgaste muscular e aderências.

Técnicas de fisioterapia, como ultra-som ou corrente interferencial, podem ser úteis para reduzir a dor e o inchaço. Há alguma evidência de que certos tratamentos de quiropráticos, como a terapia manual e manipuladora, podem ser usados ​​para ajudar com distúrbios do ombro, como lesões do manguito rotador.

Se a tendinite persistir e existirem depósitos de cálcio ao redor do tendão, a terapia de ondas de choque extracorpóreas pode ajudar. Uma onda de choque é passada através da pele, rompendo os depósitos de cálcio. Os depósitos também podem ser removidos cirurgicamente. A cirurgia raramente é utilizada para a tendinite, mas às vezes é necessária nos casos graves.

A maioria dos casos de tendões irreversivelmente danificados ocorre em pessoas que continuam exercendo a articulação após o início do problema. Muitas formas de tendinite são menos dolorosas após alguns minutos de exercício. Se o exercício for continuado dia a dia, a inflamação progredirá, e o tendão começará a deteriorar-se. Este é então substituído por tecido fibroso mais fraco que pode causar dor cada vez que a articulação e o músculo são usados. A maneira correta de lidar com uma lesão do tendão é parar de se exercitar e consultar seu médico o mais rápido possível.

Remédio para tendinite

O uso de medicamento antiinflamatório para tendinite é o mais indicado para aliviar os sintomas dessa condição. Os antiinflamatórios mais indicados são, por exemplo, o ibuprofeno e o naproxeno.

Para algumas pessoas, injeções de corticosteroide com ou sem anestesia são usadas para ajudar com inflamação e dor. No entanto, injeções repetidas podem enfraquecer o tendão, aumentando significativamente o risco de ruptura.

Outros tratamentos

Outras maneiras de tratar a tendinite incluem:

tendinite

Descansar

O descanso permitirá que a inflamação diminua. Se uma atividade esportiva ou digitação, por exemplo, causa tendinite, a pessoa precisa descansar dessa atividade ou reduzir a intensidade com que a pratica. Não descansar pode levar a complicações.

Calor e frio

Um pacote de gelo ou uma toalha quente pode aliviar a dor e o inchaço na área afetada. O gelo pode ser aplicado por 10 a 15 minutos, uma ou duas vezes por dia.

É importante não aplicar gelo diretamente sobre a pele. Enrole-o em uma toalha ou use uma bolsa térmica em gel especialmente preparado.

O alívio também pode vir ao tomar um banho quente, aplicar toalhas quentes, ou aplicar uma medicação tópica, como um creme que aqueça a área.

O gelo é normalmente o melhor para lesões ocorridas nas últimas 48 horas. Depois disso, o calor pode ser uma opção melhor.

Treinamento postural

Os sintomas da tendinite podem ser exacerbados usando a articulação do pulso de maneira inadequada. É importante usar a boa mecânica do corpo em trabalhos ou atividades cotidianas que exigem o uso desta articulação. Tomar intervalos frequentes ou tarefas e atividades alternativas ajudará a reduzir a chance de mover o pulso demais em qualquer direção.

Elevação

Dependendo da área afetada, elevá-la acima do nível do coração também ajudará a reduzir a inflamação.

Acupuntura

A acupuntura é também uma técnica que pode ser utilizado para o alívio das dores causadas pela tendinite em diversos lugares do corpo.

Fisioterapia

Manipular e massagear a área afetada pode proporcionar alívio e acelerar o processo de cicatrização. O fisioterapeuta também pode recomendar exercícios específicos, projetados para esticar e fortalecer o tendão e os músculos afetados.

Prognóstico para tendinite

Os sintomas da tendinite geralmente melhoram com o tratamento e o repouso. Especialistas recomendam que, se a causa da lesão for uma sobrecarga muscular, deve-se mudar seus hábitos e rotinas para evitar que o problema se repita.

Por outro lado, se a inflamação for mantida de forma prolongada, o risco de que posteriormente apareça outras lesões ou uma ruptura é maior.

Como posso evitar a tendinite?

Para evitar a tendinite, siga estas dicas:

  • – Evite ficar na mesma posição. Faça uma pausa a cada 30 minutos
  • – Aprenda posições de postura adequadas para todas as atividades
  • – Posicione seu corpo diretamente na frente do objeto que deseja pegar
  • – Nunca pegue objetos com o braço em uma posição lateral. Se chegar a uma sobrecarga de objeto, centre seu corpo, alcance e pegue o item com as duas mãos
  • – Não use uma mão para transportar objetos pesados. Não segure o objeto pesado em uma mão ao lado do seu corpo
  • – Evite sentar com a perna dobrada
  • – Pare qualquer atividade se sentir dor

Antes de exercitar ou iniciar uma atividade esportiva:

  • – Esticar e aquecer antes de iniciar a atividade
  • – Use roupas, sapatos e equipamentos apropriadamente dimensionados
  • – Comece devagar. Aumente gradualmente o nível de atividade

Mais informações

É comum sentirmos dores de vez em quando, principalmente quando começamos alguma prática esportiva, mas se a dor de repente piorar, ou se de repente se torna impossível mover uma articulação, a pessoa deve procurar assistência médica.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • -1 não curtiram