O que é Síndrome de Asperger e como deve ser seu tratamento

O que é Síndrome de Asperger e como deve ser seu tratamento

Quando você conhece alguém que tem síndrome de Asperger, pode notar duas coisas imediatamente. Ela é tão inteligente como as outras pessoas, mas tem mais problemas com habilidades sociais. Também tende a ter problemas de coordenação ou realizam os mesmos comportamentos repetidamente.

O que é síndrome de Asperger

A síndrome de Asperger é um distúrbio neurobiológico antes considerado um condição distinta, mas que agora é parte de uma categoria mais ampla chamada transtorno do espectro autista (TEA). Esse grupo, trata-se de problemas relacionados com a saúde mental.

Portanto, essa síndrome é uma forma mais branda de autismo, que tem os sintomas menos graves do que outros tipos de distúrbios do espectro autista.

Essa condição é definida pela presença de déficits persistentes na comunicação social e na interação social em múltiplos contextos, atualmente ou por história prévia.

Ainda não se sabe o número certo de pessoas que sofrem deste problema, mas, segundo estimativas, essa síndrome pode afetar uma entre 250 pessoas.

Causas da síndrome de Asperger

A causa exata dessa síndrome ainda é desconhecida, mas especialistas acreditam que está relacionada a uma anormalidade cerebral de seus portadores. Além disso, outras doenças, tais como transtorno bipolar e depressão, podem ter relação com esta condição e ao Transtorno do Espectro Autista.

Síndrome de Asperger sintomas

Os sintomas da síndrome de Asperger começam no início da vida. Se você é mãe ou pai de uma criança que tem isso, pode notar que ele não faz contato visual. Você também pode achar que seu filho parece estranho em situações sociais e não sabe o que dizer ou como responder quando alguém fala com ele.

Ele pode não perceber a linguagem corporal ou as expressões nos rostos das pessoas. Por exemplo, ele pode não perceber que quando alguém cruza os braços ou está bravo.

Outro sinal é que seu filho pode mostrar poucas emoções. Ele pode não sorrir quando está feliz ou sorrir de uma piada. Ou ele pode falar de maneira “robótica”.

Se o seu filho tiver a condição, ele pode falar sobre si mesmo a maior parte do tempo e sobre um único assunto, como rochas ou estatísticas de futebol. E ele pode também repetir muito, especialmente um tópico em que ele está interessado. Fazer os mesmos movimentos repetidamente é também comum.

Ele também pode não gostar de mudanças. Por exemplo, ele pode comer o mesmo alimento no café da manhã todos os dias ou ter problemas para se mudar de uma classe para outra durante o dia da escola.

Diagnóstico da síndrome de Asperger

Se você notar os sintomas dessa síndrome em seu filho, consulte o seu pediatra. Ele pode encaminhá-lo a um especialista em saúde mental especializado, como um psicólogo, neurologista pediátrico, pediatra de desenvolvimento ou psiquiatra.

A condição é frequentemente tratada com uma abordagem em equipe. Isso significa que você pode precisar de mais de um médico para o cuidado do seu filho.

Para o diagnóstico, o médico poderá fazer perguntas sobre o comportamento do seu filho, incluindo:

  • – Que sintomas ele tem, e quando você percebeu?
  • – Quando seu filho aprendeu a falar e como ele se comunica?
  • – Ele está focado em assuntos ou atividades?
  • – Ele tem amigos e como ele interage com os outros?

Então ele observará seu filho em situações diferentes para ver como ele se comunica e seu comportamento geral.

Síndrome de Asperger tem cura

Não há cura para a síndrome de Asperger, porém, com tratamento adequado, as pessoas que sofrem desta condição podem ter um vida comum e ir para a escolar normalmente. O tratamento depende dos sintomas apresentados e de quão graves ou leves eles são.

Síndrome de Asperger tratamento

Cada criança é diferente, então não existe uma abordagem única para tratar essa síndrome. Seu médico pode precisar tentar algumas terapias para encontrar uma que funcione. Os tratamentos podem incluir:

  • – Treinamento em habilidades sociais: Em grupos ou sessões individuais, os terapeutas ensinam seu filho a interagir com os outros e se expressar de maneira mais apropriada. As habilidades sociais são muitas vezes melhor aprendidas pela modelagem após o comportamento típico.
  • – Terapia de fala-linguagem: Isso ajuda a melhorar as habilidades de comunicação do seu filho. Ele receberá lições sobre como manter uma conversa bidirecional e entender pistas sociais como gestos das mãos e contato com os olhos.
  • – Terapia comportamental cognitiva (TCC): Ajuda seu filho a mudar sua maneira de pensar, para que ele possa controlar melhor suas emoções e comportamentos repetitivos.
  • – Educação e treinamento de pais: Você aprenderá muitas das mesmas técnicas que seu filho é ensinado para que possa trabalhar em habilidades sociais com ele em casa.
  • – Análise de comportamento aplicada: É uma técnica que incentiva habilidades sociais e de comunicação positivas em seu filho, e desencoraja comportamentos errados.
  • – Medicamentos: Não há drogas aprovadas que tratam especificamente distúrbios de espectro de autismo de Asperger. Alguns medicamentos, no entanto, podem ajudar com os sintomas relacionados, como depressão e ansiedade. O seu médico pode prescrever alguns destes medicamentos: Inibidores seletivos de recaptação de serotonina (SSRIs), antipsicóticos ou medicamentos estimulantes.

Com o tratamento certo, seu filho pode aprender a controlar alguns dos desafios sociais e de comunicação que enfrenta. Ele pode melhorar na escola e continuar para ter sucesso na vida.

Mais informações

A síndrome de Asperger é um condição neurobiológica relacionada com o autismo. Se você perceber que seu filho tem alguns dos sintomas desse problema, procure um médico para fazer o diagnóstico e o tratamento correto o quanto antes para que ele possa ter uma melhor qualidade de vida.

Este artigo te ajudou?
  • +2 curtiram
  • 0 não curtiram