O que é maltodextrina e como tomar esse suplemento corretamente

O que é maltodextrina e como tomar esse suplemento corretamente

O assunto hoje é maltodextrina, um tipo de carboidrato fabricado a partir de alguns alimentos naturais. Ela pode ser encontrada em vários produtos processados e também é usada como suplemento alimentar, para pessoas que querem repor a energia do corpo nos treinos.

O que é maltodextrina

Maltodextrina é um pó branco feito de milho, arroz, amido de batata ou trigo. Mesmo sendo produzido de alimentos naturais, é altamente processado. Para fazê-lo, primeiro os amidos são cozidos e, em seguida, ácidos ou enzimas são adicionados para quebrá-los ainda mais. O pó branco resultante é solúvel em água e tem um sabor neutro, mas é muitas vezes adicionado corantes e sabores a ele.

A maltodextrina tem 4 calorias por grama, a mesma quantidade que a sacarose, ou açúcar de mesa. Como o açúcar, seu corpo pode digerir maltodextrina rapidamente, por isso é útil se você precisar de um rápido aumento de calorias e energia. No entanto, o índice glicêmico da maltodextrina é maior do que o açúcar de mesa, variando de 106 a 136. Isso significa que ela pode aumentar o nível de açúcar no sangue muito rapidamente.

A maltodextrina é usada por praticantes de esportes intensos, como jogadores de futebol, tenistas, nadadores e fisiculturas, além de ser adicionada a certos alimentos processados.

Para que serve maltodextrina

O uso mais conhecido da maltodextrina é como suplemento alimentar. Por ser um açúcar facilmente digerido que fornece 4 calorias por grama, a maltodextrina é usada como ingrediente em bebidas esportivas e suplementos, ajudando a manter a energia durante as atividades físicas, principalmente as de resistência. Também reabastece as reservas de açúcar nos músculos durante a recuperação intensa após a atividade.

Após um treino duro, seu corpo está severamente esgotado de glicogênio e glicose. Seu corpo precisa de carboidratos de índice glicêmico alto para restaurar os níveis de glicose no sangue, o que promove um estado anabólico (crescimento muscular) dentro das proteínas musculares.

Os carboidratos após o treino são fundamentais porque eles começam o processo de recuperação e crescimento muscular. Durante o treino, os músculos que trabalham duro usam glicose (energia utilizável) e glicogênio (energia armazenada) para energia. Como tal, há um ponto em que os níveis de glicose no sangue e os níveis de glicogênio ficam tão baixos que não é possível continuar com algum exercício intenso, pois não há energia disponível suficiente para os músculos usarem.

Então, o que acontece é que o hormônio cortisol é secretado, este é hormônio chamado de “hormônio do estresse”, tem efeitos muito catabólicos (perda muscular). O que o cortisol faz é usar a proteína do tecido muscular para convertê-la em glicose, o que forma um processo chamado gluconeogenesis, que produzi glicose a partir desses aminoácidos no fígado. O resultado líquido é uma perda de tecido muscular.

Ingerir maltodextrina após os treinos também favorece o transporte de nutrientes para dentro das células musculares, graças ao pico de insulina causado pelo seu alto índice glicêmico. Por isso, seu consumo combinado com outros suplementos, como o whey protein, pode trazer grandes benefícios para recuperação e crescimento muscular.

De acordo com uma pesquisa publicada no International Journal of Sport Nutrition e Exercise Metabolism, a maltodextrina é segura para jovens atletas saudáveis ​​que a usam para ressíntese de glicogênio pós-exercício, garantindo que eles tenham um metabolismo de glicose adequado.

A maltodextrina é também utilizada como um espessante ou enchimento para aumentar o volume de um alimento processado. É também um conservante que aumenta a vida útil dos alimentos embalados. É barato e fácil de produzir, por isso é útil para espessamento de produtos como pudim instantâneos, gelatinas, molhos, entre outros alimentos. Também pode ser combinada com adoçantes artificiais para adoçar produtos como frutas enlatadas, sobremesas e bebidas em pó. É até usada como um espessante em itens de cuidados pessoais, como produtos para o cuidado do cabelo.

Como tomar maltodextrina

O uso da maltodextrina como suplemento alimentar varia dependendo da quantidade de exercícios você fizer e da modalidade praticada. Para quem faz atividades aeróbicas, seu uso deve ser feito antes do treino, já os praticantes de musculação, devem ingeri-la imediatamente após o treino.

A maltodextrina pode ser encontrada em pó ou gel. O gel é mais prático e já vem pronto, basta ingerir o produto. O pó deve ser misturado à água e requer o uso de uma coqueteleira ou liquidificador. Existem vários sabores disponíveis desse suplemento.

As recomendações de uso presentes nas embalagens de suplementos de maltodextrina, geralmente, aconselham tomar de 3 a 4 colheres de sopa misturados em água. No entanto, se você quiser saber a quantidade exata que deve ingerir, é aconselhável procurar um nutricionista. Esse suplemento não deve ser usado quando você não praticar atividades físicas.

Maltodextrina efeitos colaterais

O uso da maltodextrina é seguro para a maior parte das pessoas saudáveis que praticam atividades físicas intensas e que requerem uma fonte de energia rápida. No entanto, em alguns casos, seu uso pode ser desencorajado.

Pessoas com diabetes e resistência à insulina devem evitar seu consumo, já que o alto índice glicêmico da maltodextrina pode causar picos em seu nível de açúcar no sangue, especialmente se é consumida em grandes quantidades.

Outra razão para limitar a maltodextrina é manter suas bactérias intestinais saudáveis. De acordo com um estudo de 2012 publicado em PLOS ONE, a maltodextrina pode alterar a sua composição de bactérias intestinais de uma forma que o torna mais suscetível à doenças. Isso ocorre pois a maltodextrina pode suprimir o crescimento de probióticos em seu sistema digestivo, que são importantes para o funcionamento de seu sistema imune. O mesmo estudo mostrou que a maltodextrina pode aumentar o crescimento de bactérias como E. coli, que está associada a doenças autoimunes como a doença de Crohn. Se você está em risco de desenvolver uma doença autoimune ou digestiva, é preferível evitar o uso da maltodextrina.

Além disso, uma colher de chá de maltodextrina tem cerca de 15 calorias e 3,8 gramas de carboidratos. É tão altamente processada que é desprovida de todos os nutrientes. Embora possa elevar rapidamente os níveis de energia e favorecer o ganho de massa muscular, não há benefícios para a saúde do consumo de maltodextrina.

Maltodextrina ou dextrose

Assim como a maltodextrina, a dextrose usada para repor a energia após os exercícios físicos intensos. Por isso, o uso desses suplementos, causa muitas dúvidas em relação a qual usar. Como vimos, consumir carboidratos de rápida digestão após um treino intenso ajuda o seu corpo a recuperar a energia e construir músculos de forma mais rápida e eficaz.

A dextrose é um açúcar tão simples que seu corpo não tem que quebrá-lo para usá-lo, por isso eleva a insulina quase instantaneamente. É basicamente glicose dietética, um tipo de glicose que resulta da quebra de todos os açúcares pelo corpo antes que eles possam ser usados. A maltodextrina consiste de uma sequência de moléculas de glicose, que seu corpo facilmente quebra para digerir quase tão rapidamente como dextrose.

Ambos os processos da maltodextrina e da dextrose são tão rápidos, que elas oferecem o aumento de insulina que você precisa para acelerar o crescimento muscular. Sendo assim, o uso de uma ou outra, não fará uma grande diferença em seus ganhos.

Resumindo, a dextrose pode ser absorvida um pouco mais rápida pelo organismo, em relação a maltodextrina, mas sem grandes diferenças. Os preços desses dois suplementos também são praticamente os mesmos.

Maltodextrina engorda

Essa é uma das grandes dúvidas em relação a esse suplemento, mas será mesmo que a maltodextrina engorda? Por ser um suplemento energético e que fornece alta quantidade de calorias por porção, seu uso pode sim favorecer o ganho de peso.

No entanto, isso depende de algumas questões, como a quantidade de atividade física que você pratica, a quantidade de calorias perdidas durante a prática e da quantidade ingerida. A maltodextrina serve para repor a energia perdida durante o treino, se não houver uma balanço adequando entre as calorias que você perdeu e as que repôs com o uso desse suplemento, as calorias podem ser acumuladas e forma de gordura no corpo.

No caso das pessoas que praticam alguma atividade física pensando na perda de peso ou que praticam exercícios leves e moderados, esse suplemento não deve ser utilizado.

Maltodextrina preço

O preço da maltodextrina pode variar por marca, quantidade na embalagem e local da compra. Dentre as marcas mais famosas no mercado brasileiro, uma embalagem de 1kg custa entre 10 a 30 reais.

Mais informações

A maltodextrina como suplemento alimentar é bastante segura e pode beneficiar atletas e pessoas saudáveis que praticam atividades físicas intensas, mas para sua segurança, é aconselhável uma consulta a um nutricionista para saber a quantidade exata para suas necessidades.

Este artigo te ajudou?
  • +1 curtiram
  • 0 não curtiram