O que é hepatite, quais seus tipos, sintomas e tratamentos

O que é hepatite, quais seus tipos, sintomas e tratamentos

A hepatite é uma doença que acomete o fígado e pode ter várias causas. Hoje, vamos conhecer mais sobre essa doença, seus tipos, sintomas e saber como tratar hepatite.

O que é hepatite?

Hepatite

A hepatite refere-se a uma condição inflamatória do fígado. É comumente causada por uma infecção viral, mas existem outras possíveis causas de hepatite. Estas incluem hepatite auto-imune e hepatite que ocorre como resultado secundário de medicamentos, drogas, toxinas e álcool. A hepatite autoimune é uma doença que ocorre quando seu corpo produz anticorpos contra o tecido do fígado.

Seu fígado está localizado na parte superior direita do abdômen. Ele desempenha muitas funções importantes que afetam o metabolismo em todo o seu corpo, incluindo:

  • – Produção biliar, que é essencial para a digestão
  • – Filtragem de toxinas do seu corpo
  • – Excreção de bilirrubina, colesterol, hormônios e drogas
  • – Degradação de carboidratos, gorduras e proteínas
  • – Ativação de enzimas, que são proteínas especializadas essenciais para funções corporais
  • – Armazenamento de glicogênio (uma forma de açúcar), minerais e vitaminas (A, D, E e K)
  • – Síntese de proteínas do sangue, como a albumina
  • – Síntese de fatores de coagulação

Há um grande número de pessoas que vivem com hepatite e não sabem que têm o problema. As opções de tratamento variam de acordo com o tipo de hepatite que você possui. Você pode prevenir algumas formas de hepatite através de imunizações e decisões de estilo de vida.

O uso de vacinas é importante para a prevenção da hepatite. As vacinas estão disponíveis para prevenir o desenvolvimento da hepatite A e B. Especialistas estão atualmente desenvolvendo vacinas contra a hepatite C. Existe uma vacina contra a hepatite E na China, mas não está disponível no Brasil.

Quais são os tipos de hepatite?

As infecções virais do fígado que são classificadas como hepatite incluem hepatite A, B, C, D e E. Um vírus diferente é responsável por cada tipo de hepatite transmitida por via viral. Existem cinco tipos de hepatite viral.

A hepatite A é sempre uma doença aguda e de curto prazo, enquanto a hepatite B, C e D são mais susceptíveis de se tornarem crônicas. A hepatite E geralmente é aguda, mas pode ser particularmente perigosa em mulheres grávidas.

Hepatite A

A hepatite A é causada por uma infecção pelo vírus da hepatite A (HAV). Este tipo de hepatite é mais comumente transmitido pelo consumo de alimentos ou água contaminada por fezes de uma pessoa infectada com hepatite A.

Hepatite B

A hepatite B é transmitida através do contato com fluidos corporais infecciosos, como sangue, secreções vaginais ou sêmen, contendo o vírus da hepatite B (HBV). O uso de drogas por injeção, ter relações sexuais com um parceiro infectado ou compartilhar máquinas de barbear com uma pessoa infectada aumenta seu risco de contrair hepatite B.

Hepatite C

A hepatite C provém do vírus da hepatite C (HCV). A hepatite C é transmitida através do contato direto com fluidos corporais infectados, tipicamente através do uso de drogas injetáveis ​​e contato sexual. A hepatite C está entre as infecções virais pelo sangue mais comuns.

Hepatite D

Também chamada de hepatite delta, a hepatite D é uma doença hepática grave causada pelo vírus da hepatite D (HDV). O HDV é contraído através do contato direto com sangue infectado. A hepatite D é uma forma rara de hepatite que só ocorre em conjunto com a infecção por hepatite B. O vírus da hepatite D não pode se multiplicar sem a presença de hepatite B.

Hepatite E

A hepatite E é uma doença transmitida pela água causada pelo vírus da hepatite E (HEV). A hepatite E é encontrada principalmente em áreas com saneamento pobre e geralmente resulta da ingestão de matéria fecal que contamina o abastecimento de água.

Causas de hepatite não infecciosa

Hepatite

Além de ser causada por vírus, outras causas dessa doença incluem:

Álcool e outras toxinas

O consumo excessivo de álcool pode causar danos ao fígado e inflamação. Isso às vezes é referido como hepatite alcoólica. O álcool prejudica diretamente as células do fígado. Ao longo do tempo, pode causar danos permanentes e levar a insuficiência hepática e cirrose.

Outras causas tóxicas da hepatite incluem o uso excessivo ou a sobredosagem de medicamentos e a exposição a venenos.

Resposta do sistema autoimune

Em alguns casos, o sistema imunológico trata o fígado como um objeto prejudicial e começa a atacá-lo. Provoca inflamação que pode variar de leve a grave, muitas vezes dificultando a função hepática. Esse tipo é três vezes mais comum nas mulheres do que nos homens.

Sintomas de hepatite

Se você tem formas infecciosas de hepatite que são crônicas, como hepatite B e C, você pode não ter sintomas no início. Os sintomas podem não ocorrer até o dano afetar a função hepática.

Sinais e sintomas de hepatite aguda aparecem rapidamente. Eles incluem:

  • – Fadiga
  • – Sintomas como os da gripe
  • – Urina escura
  • – Fezes pálidas
  • – Dor abdominal
  • – Perda de apetite
  • – Perda de peso inexplicada
  • – Pele e olhos amarelos, que podem ser sinais de icterícia

A hepatite crônica se desenvolve lentamente, então esses sinais e sintomas podem ser muito sutis para se notar.

Hepatite tem cura?

A hepatite tem cura dependendo do estágio em que se encontra o fígado. Muitas vezes, essa doença é silenciosa e pode apresentar-se mais claramente em um estágio mais grave, onde somente um transplante de fígado pode resolver o problema.

Tratamento para hepatite

Hepatite

As opções de tratamento são determinadas pelo tipo de hepatite que você tem e se a infecção é aguda ou crônica.

Hepatite A

A hepatite A geralmente não requer tratamento porque é uma doença de curto prazo. O repouso pode ser recomendado se os sintomas causarem grande desconforto. Se você tiver vômitos ou diarreia, siga as ordens do seu médico para a hidratação e nutrição.

A vacina contra hepatite A está disponível para prevenir esta infecção. A maioria das crianças inicia a vacinação entre 12 e 18 meses. É uma série de duas vacinas. A vacinação para a hepatite A também está disponível para adultos e pode ser combinada com a vacina contra a hepatite B.

Hepatite B

A hepatite B aguda também não requer tratamento específico. A hepatite B crônica é tratada com medicamentos antivirais. Esta forma de tratamento deve continuar durante vários meses ou anos. O tratamento para hepatite B crônica também requer avaliações médicas regulares e monitoramento para determinar se o vírus está respondendo ao tratamento.

A hepatite B pode ser prevenida com a vacinação. A vacinação contra hepatite B é recomendada para todos os recém-nascidos. A série de três vacinas é normalmente concluída nos primeiros seis meses de infância. A vacina também é recomendada para todos os profissionais de saúde e médicos.

Hepatite C

Os medicamentos antivirais são usados ​​para tratar formas agudas e crônicas de hepatite C. As pessoas que desenvolvem hepatite C crônica são tipicamente tratadas com uma combinação de terapias medicamentosas antivirais. Elas também podem precisar de testes adicionais para determinar a melhor forma de tratamento.

As pessoas que desenvolvem cirrose (cicatrização do fígado) ou doença hepática como resultado da hepatite C crônica podem ser candidatas a um transplante de fígado. Atualmente, não há vacinação para hepatite C.

Hepatite D

Não existem medicamentos antivirais para o tratamento da hepatite D neste momento. A hepatite D pode ser evitada através da vacinação contra a hepatite B, uma vez que a infecção com hepatite B é necessária para que a hepatite D se desenvolva.

Hepatite E

Atualmente, não há terapias médicas específicas disponíveis para tratar a hepatite E. Como a infecção é frequentemente aguda, ela geralmente se resolve por conta própria. As pessoas com este tipo de infecção são frequentemente recomendadas para descansar adequadamente, beber bastante líquido, obter nutrientes suficientes e evitar o álcool. No entanto, as mulheres grávidas que desenvolvem essa infecção precisam de monitoramento e cuidados próximos.

Hepatite medicamentos

Os corticosteroides, como prednisona ou budesonida, são extremamente importantes no tratamento precoce da hepatite autoimune. Eles são efetivos em cerca de 80% das pessoas com essa condição. Outros fármacos como o Epocler também podem ser utilizados como alternativas ao tratamento.

Somente um médico pode dizer qual medicamento você deve usar. Nunca se automedique e siga corretamente o modo de uso prescrito por seu médico.

Conclusão

A hepatite pode causar grande danos ao fígado, e seu tratamento deve ser feito assim que a doença é diagnosticada. Se você tem ou teve essa doença, é importante manter hábitos saudáveis para o fígado para o resto de sua vida, como evitar bebidas alcoólicas e o uso de medicamentos sem necessidade.

Este artigo te ajudou?
  • +2 curtiram
  • -2 não curtiram