O que é fibromialgia e como tratar seus sintomas de maneira eficaz

O que é fibromialgia e como tratar seus sintomas de maneira eficaz

Hoje vamos conhecer um pouco mais de uma doença que até tempos atrás era pouco conhecida, mas que afeta entre 1% e 5% da população mundial. Essa condição causa uma série de dores pelo corpo e pode afetar a vida diária de seus pacientes, levando à hospitalização em casos mais sérios.

Os sintomas da fibromialgia, geralmente aparecem na vida adulta. Mulheres, entre 20 e 50 anos de idade, e pessoas com histórico familiar da doença, estão em maior risco de sofrer com a fibromialgia.

O que é fibromialgia

A fibromialgia é uma doença crônica. Está associada com dor generalizada nos músculos, articulações, tendões e outros tecidos moles. Os pesquisadores acreditam que a fibromialgia amplifica as sensações dolorosas, afetando a forma como o cérebro processa sinais de dor.

Essa condição pode afetar uma pessoa a nível físico, mental e social. Ela pode ocorrer em pessoas de todas as idades, incluindo crianças, mas geralmente as mulheres mais sofrem do problema. Se você perguntar a qualquer pessoa com fibromialgia o que é fibromialgia, sua possivelmente resposta seria: “uma dor topo da cabeça até o fim dos dedos dos pés e que se agrava e diminui de dia para dia, persistindo mesmo com o uso de tratamentos médicos cientificamente conhecidos.

A experiência da dor é descrita como profunda dor muscular e latejante, às vezes quase insuportável. Pessoas com fibromialgia não dormem bem, acordam sentindo como se fossem atingidas por um caminhão e, por vezes, têm dificuldade para se locomoverem.

Profissionais de saúde diagnosticam a fibromialgia com base em uma combinação de sintomas relevantes, ou como a pessoa se sente, incluindo fadiga, funcionalidade e bem-estar geral. Testes de laboratório podem ser necessários para descartar ou diagnosticar condições coexistentes (tais como lúpus, resistência ao hormônio da tireoide, artrite reumatoide, etc).

Causas da fibromialgia

Os médicos não sabem o que causa a fibromialgia, mas provavelmente envolve uma variedade de fatores que trabalham juntos. Estes podem incluir:

  • – Genética: A fibromialgia tende a ser um problema familiar, pode haver certas mutações genéticas que podem torná-lo mais suscetível ao desenvolvimento do transtorno.
  • – Infecções: Algumas doenças parecem desencadear ou agravar a fibromialgia.
  • – Traumatismo físico ou emocional: Fibromialgia pode às vezes ser desencadeada por um trauma físico, como um acidente de carro. Estresse psicológico também pode desencadear a condição.
  • – Estresse: Como o trauma, o estresse pode criar efeitos de longo alcance que seu corpo lida por meses e anos. O estresse tem sido associado a distúrbios hormonais que podem contribuir para a fibromialgia.

Algumas teorias sugerem a fibromialgia ocorre, pois os nervos e receptores no corpo tornam-se mais sensíveis à estimulação. Isso significa que eles podem reagir exageradamente aos sinais de dor e causar dor desnecessária ou exagerada.

Fibromialgia sintomas

Os sintomas da fibromialgia variam de leve a grave. Além da dor generalizada, que é o principal sintoma dessa doença, outros também podem ocorrer, como:

  • – Fadiga
  • – Dificuldade para dormir
  • – Dormir por longos períodos de tempo sem sentir-se descansado
  • – Dores de cabeça
  • – Rigidez matinal
  • – Cólicas menstruais dolorosas
  • – Depressão
  • – Ansiedade
  • – Incapacidade de se concentrar ou dificuldade em prestar atenção
  • – Dor ou dores maçantes na parte inferior do abdômen

A dor e a falta de sono associados com fibromialgia podem interferir com a sua capacidade de trabalhar. A frustração de lidar com uma condição muitas vezes mal compreendida também pode resultar em depressão e ansiedade.

Frequentemente, a fibromialgia também é acompanhada por outras condições dolorosas, como:

  • – Síndrome do intestino irritável
  • – Enxaqueca e outros tipos de dores de cabeça
  • – Cistite intersticial ou síndrome da bexiga dolorosa
  • – Alterações da articulação temporomandibular

Fibromialgia tem cura

Não há cura para a fibromialgia. Muitas vezes são recomendadas abordagens multidisciplinares para a gestão e o alívio dos sintomas. Medicamentos, terapias cognitivo-comportamentais e exercícios suaves são as combinações mais comuns. Em parceria com um profissional de saúde, o desenvolvimento de estratégias de auto-gestão e metas de saúde a longo prazo podem reduzir os sintomas crônicos, frequência, duração e intensidade dos sintomas.

Fibromialgia tratamento

O objetivo do tratamento da fibromialgia é gerenciar a dor e melhorar a qualidade de vida das pessoas com esta condição. Isso é muitas vezes realizado através da combinação de medicamentos e outras formas de tratamento não-medicamentosas.

Medicamentos comuns para a fibromialgia incluem:

  • – Analgésicos: O seu médico pode recomendar analgésicos sem receita médica, como ibuprofeno (Advil) ou paracetamol (Tylenol). Eles são usados ​​com moderação para reduzir o risco de efeitos colaterais e dependência.
  • – Antidepressivos: Antidepressivos, às vezes são usados ​​para ajudar a tratar a ansiedade ou depressão associada à fibromialgia. Estes medicamentos também podem ajudar a melhorar a qualidade do sono.
  • – Medicamentos anticonvulsivos: Alguns medicamentos anticonvulsivos podem ajudar a reduzir os sintomas em pessoas com fibromialgia.

Além da medicação, um plano de auto-cuidado pode ajudá-lo a lidar com os sintomas da fibromialgia. Alterações de estilo de vida e remédios alternativos para a fibromialgia podem reduzir a dor ao fazer você se sentir melhor. Muitos destes tratamentos alternativos centram-se em reduzir o estresse e a dor. Você pode usá-los isoladamente ou em conjunto com tratamentos médicos.

É importante notar que a maioria dos tratamentos alternativos para a fibromialgia não foram completamente estudados. A investigação até à data não suporta a sua eficácia. Muitos relatos de sucesso com tratamento alternativo são anedóticos.

Estes tratamentos incluem:

  • – Fisioterapia
  • – Acupuntura
  • – Meditação
  • – Ioga
  • – Exercício regular
  • – Dormir o suficiente à noite
  • – Massagem terapêutica
  • – Dieta equilibrada e saudável

Terapia de grupo é muitas vezes a opção mais acessível, e dá-lhe uma oportunidade de conhecer outras pessoas que estão passando pelas mesmas questões. Terapia individual também está disponível se você preferir. Pergunte ao seu médico para recomendações específicas.

Mais informações

Embora não haja cura para a fibromialgia, uma variedade de medicamentos e tratamentos podem te ajudar a controlar os sintomas, o que impede que eles atrapalhem sua rotina de vida. Se você sofre desta condição, siga corretamente os tratamentos e visite seu médico regularmente para avaliar sua situação.

Este artigo te ajudou?
  • +3 curtiram
  • 0 não curtiram