O que é a mononucleose infecciosa e como tratar seus sintomas

O que é a mononucleose infecciosa e como tratar seus sintomas

A mononucleose também chamada de doença do beijo, é uma condição bastante comum que afeta um grande número de pessoas e geralmente, não traz complicações à saúde. O vírus que causa essa infecção, entra pelo corpo através da garganta ou nariz e afeta linfócitos B (glóbulos brancos responsáveis pela produção de anticorpos).

O que é mononucleose

A mononucleose infecciosa refere-se a um grupo de sintomas normalmente causados ​​pelo vírus Epstein-Barr (EBV). Ele geralmente ocorre em adolescentes, mas você pode obtê-lo em qualquer idade. O vírus pode ser transmitido através da saliva, razão pela qual é chamada de “doença de beijo”.

Essa doença pode ser espalhada através do contato com a saliva, muco do nariz e garganta, e às vezes lágrimas. Você pode ser exposto ao vírus pela tosse ou espirro, beijando, ou compartilhando comida ou bebidas com alguém que tem mononucleose.

Quando você contraí o vírus dessa doença, seus sintomas podem ser curados, mas você sempre carregará o vírus que a causou. O vírus pode tornar-se ativo de vez em quando sem causar nenhum sintoma. Quando o vírus está ativo, pode ser transmitido a outros.

Um número muito grande de pessoas são infectadas com o vírus da mononucleose em idade adulta. Na verdade, o vírus que causa esta doença é um dos mais comuns nos seres humanos. Em adolescentes e adultos, a infecção provoca sintomas visíveis em 35 a 50% dos casos. Aproximadamente 50% das crianças já tiveram uma infecção pelo vírus de Epstein-Barr antes dos 5 anos de idade. Em crianças, o vírus geralmente não causa sintomas e a infecção muitas vezes não é reconhecida.

Quem está em risco de contrair mononucleose

Os seguintes grupos têm um risco maior de contrair esta doença:

  • – Jovens entre os 15 e os 30 anos de idade
  • – Estagiários médicos
  • – Alunos
  • – Enfermeiras
  • – Cuidadores
  • – Pessoas que tomam medicamentos que suprimem o sistema imunológico

Qualquer pessoa que regularmente entra em contato próximo com um grande número de pessoas está em um risco aumentado para mononucleose. É por isso que os estudantes do ensino médio e da faculdade frequentemente se tornam infectados.

Mononucleose sintomas

O período de incubação do vírus é o tempo entre o qual você contrai a infecção e quando você começa a ter sintomas. Ele dura de quatro a seis semanas. Os sinais e sintomas de mononucleose normalmente duram de um a dois meses.

Os sintomas podem incluir:

  • – Febre
  • – Dor de garganta
  • – Glândulas linfáticas inchadas no pescoço e nas axilas
  • – Dor de cabeça
  • – Fadiga
  • – Fraqueza muscular
  • – Amígdalas inchadas
  • – Suor noturno

Ocasionalmente, seu baço ou fígado também podem inchar. Esses sintomas são raros, mas podem ser fatais e necessitam de emergência.

A mononucleose é difícil de distinguir de outros vírus comuns, como a gripe. Se os sintomas não melhorarem após uma ou duas semanas de tratamento domiciliar, como descansar, tomar líquidos suficientes e comer alimentos saudáveis, consulte o seu médico.

Quais são as possíveis complicações da mononucleose?

A mononucleose normalmente não é grave. Em alguns casos, as pessoas que têm essa doença obtêm infecções secundárias, como problemas de garganta, sinusite ou tonsilite. Em casos raros, algumas pessoas podem desenvolver as seguintes complicações:

Baço alargado

Você deve esperar pelo menos um mês antes de fazer qualquer atividade vigorosa ou praticar esportes de contato para evitar a ruptura do baço, que pode estar inchado devido a infecção. Fale com o seu médico sobre quando poderá voltar às suas atividades normais. A ruptura do baço em pessoas que têm mononucleose é rara, mas é uma emergência com risco de vida. Chame o seu médico imediatamente se você tiver mononucleose e experimentar uma dor aguda e repentina na parte superior esquerda do seu abdômen.

Inflamação do fígado

Pode ocorrer ocasionalmente hepatite (inflamação do fígado) ou icterícia (amarelamento da pele e dos olhos) em pessoas com mononucleose.

Complicações raras

A mononucleose também pode causar algumas destas complicações extremamente raras:

  • – Anemia
  • – Trombocitopenia (diminuição das plaquetas de parte do sangue que começa o processo de coagulação)
  • – Inflamação do coração
  • – Complicações que envolvem o sistema nervoso, como meningite ou síndrome de Guillain-Barre
  • – Inchaços que podem obstruir a respiração

Diagnóstico

O seu médico irá fazer-lhe perguntas sobre os seus sintomas e irá examiná-lo. Você também pode precisar de exames de sangue para verificar se há sinais de mononucleose. Exames de sangue também podem ajudar a excluir outras causas de seus sintomas.

Mononucleose tratamento

Não existe tratamento específico para a mononucleose infecciosa. No entanto, o seu médico pode prescrever um medicamento corticosteroide para reduzir a dor de garganta e inchaço das amígdalas. Os sintomas normalmente desaparecem por conta própria em um a dois meses.

O tratamento destina-se a aliviar os sintomas. Isso inclui o uso de medicamentos de venda livre e remédios caseiros para reduzir a febre e dor de garganta. Outros tratamentos caseiros que podem aliviar os sintomas incluem:

  • – Descanso
  • – Tomar muita água
  • – Comer canja de galinha morna
  • – Usar medicamentos como Tylenol
  • – Fazer gargarejos com água salgada ou usar pastilhas de garganta para aliviar a dor de garganta
  • – Tome paracetamol (Tylenol) ou ibuprofeno (Advil) para reduzir a febre e aliviar a dor de garganta e dores de cabeça. Seja seguro com medicamentos. Leia e siga todas as instruções na bula
  • – Evite esportes de contato e levantamento pesado. Seu baço pode estar inchado, e um impacto ou tensão pode causar sua explosão

Contate o seu médico se os seus sintomas piorarem ou se tiver dor abdominal intensa.

Como posso evitar a mononucleose

A mononucleose é quase impossível de prevenir. Ela ocorre porque as pessoas saudáveis ​​que foram infectadas com o vírus no passado podem transportar e espalhar a infecção periodicamente para o resto de suas vidas. Quase todos os adultos por volta dos 35 anos são infectados e desenvolveram anticorpos para combater a infecção. As pessoas normalmente sentem os sintomas da mononucleose apenas uma vez em suas vidas. Não existe vacina para mononucleose.

Mais informações

Devido ao fato da mononucleose ser facilmente transmitida, é muito difícil preveni-la, tanto que a maior parte das pessoas vai entrar em contato com o vírus que causa esse problema em alguma vez na vida. Se você tiver os sintomas dessa doença, evite ter contato próximo de outras pessoas, compartilhar objetos de higiene pessoal e utensílios domésticos.

Este artigo te ajudou?
  • +2 curtiram
  • -1 não curtiram