O que é a densitometria óssea?

Rudney Dicas Saúde 09-10-13 curiosidades, densidade óssea, densitometria óssea, Destaque, Dicas Saúde comentários

O que é a densitometria óssea?

A densitometria óssea é um tipo especial de raios X, que é utilizado para medir o teor de cálcio no osso. O exame também é chamado de absorciometria de raios-X ou DEXA-scan QDR.

Trata-se de um exame médico, simples, rápido e não invasivo, que implica a exposição de certas partes do corpo a quantidades muito pequenas de radiação ionizante para produzir imagens do interior do corpo.

Os scans são usados ​​para medir e diagnosticar a baixa densidade óssea ou monitorar os pacientes que foram diagnosticados com essa enfermidade, que geralmente se concentra na parte inferior da coluna e quadris. Crianças e alguns adultos podem passar por uma varredura completa do corpo.

Para densidades ósseas muito baixas e para as extremidades do corpo, podem ser utilizados raios-X ou ultra-som, ao invés do tradicional varredura DEXA.

Existe também uma tomografia utilizando um software especial, o qual pode ser utilizado como um método alternativo para medir a densidade óssea muito baixa, o que é conhecido como uma QCT, e embora possa ser muito precisa, é muito menos comum do que a digitalização por DEXA.


A quem a densitometria é recomendada?

O médico que examina um paciente com osteoporose, geralmente recomenda a realização de uma densitometria para avaliar o risco de fratura óssea nos próximos anos. Esta doença afeta principalmente as mulheres após a menopausa, mas pode ocorrer também em homens.

A associação entre o período pós-menopausa e o desenvolvimento da osteoporose, é devido a uma mudança de hormônios que ajudam a manter a densidade óssea normal, é por isso que é recomendável realizar testes de densidade óssea em mulheres com mais de 65 anos.

Outros fatores de risco associados com o desenvolvimento da osteoporose incluem o histórico familiar da doença, a estatura pequena e magra, sedentarismo, tabagismo, consumo excessivo de álcool e o uso de medicamentos esteroides.

Os testes de densidade óssea também são recomendados para pacientes com diabetes tipo 1, doença hepática, doença renal, da tiroide ou homens com condições clínicas associadas com perda óssea.


Como se preparar para uma densitometria óssea

O que é a densitometria óssea?

Não há requisitos específicos para preparar-se para um exame de densidade óssea, assim se pode continuar a tomar a medicação regular, embora seja importante comunicar se recentemente fez um exame de bário. Mulheres que estão ou tem possibilidade de estarem grávidas também devem informar a equipe médica, uma vez que as fontes de radiação ionizante podem ser prejudiciais para o feto e, portanto, o exame deve ser evitado. Se o diagnóstico for de grande importância, precauções especiais devem ser tomadas para minimizar a exposição do feto à radiação.


Realização da densitometria óssea

A densitometria óssea é realizada geralmente de forma ambulatorial, assim você pode deixar o hospital no mesmo dia, após o teste. O exame tem uma duração de 10 à 30 minutos, dependendo do equipamento utilizado e das partes do corpo que estão a ser examinadas.

Se o médico comprovar a osteoporose, deverá examinar a coluna lombar e quadris, bem como o antebraço, porque podem dar um teor de cálcio diferente de outras partes do corpo.

Este Post te ajudou?
  
  • o q e scan na densitometria óssea
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: