O que comer durante a lactação?

Rudney Destaque, Dicas Saúde 14-05-14 alimentação da mãe durante a gravidez, alimentação durante a amamentação, alimentação ideal durante a lactação, benefícios da amamentação comentários

A alimentação da mãe durante a gravidez tem uma forte influência sobre o desenvolvimento e saúde da criança durante a amamentação. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes por parte da mãe contribui significativamente para a saúde e o bem-estar da mãe e do bebê. Ao amamentar, é bom seguir uma série de dicas para uma alimentação ideal durante a lactação, tendo em conta as seguintes recomendações:

Aporte energético

Se você estiver amamentando um bebê, suas necessidades energéticas aumentam cerca de 500 kcal por dia. O corpo pode tirar essa energia de aportes suplementários ou de reservas acumuladas durante a gravidez.

Nesse caso, se você perder mais de meio quilo por semana, deve começar a comer porções maiores. Em todos os casos, uma dieta de baixo teor calórico é adequada. É precisamente neste ponto que o bebê e o corpo da mãe vão exigir mais energia e nutrientes suficientes para se recuperar da gravidez e do parto.

Bebidas

Para compensar a água contida no leite materno, o corpo precisa de mais líquido. Idealmente, você deve beber pelo menos dois litros de líquido por dia, de preferência na forma de água, chá de ervas ou suco de frutas ou legumes diluídos. No entanto, não é aconselhável consumir mais de três litros por dia, uma vez que pode ter efeitos negativos sobre a amamentação.

Nutrientes

Durante a lactação, as necessidades de nutrientes podem ser maiores do que durante a gravidez. Vitaminas e minerais são essenciais e devem ser consumidos em quantidades suficientes:

– Ácido fólico (vegetais, grãos integrais, legumes, carnes, gema de ovo)
– Vitamina C (cítricos, brócolis, batata)
– Vitamina D (margarina, peixe, luz solar)
– Cálcio (produtos lácteos, água mineral, pescado, nozes, verduras)
– Magnésio (nozes, legumes, carne, verdura)
– Ferro (carne magra, legumes, nozes, grãos integrais)

Substâncias nocivas no leite materno

As substâncias nocivas procedentes dos alimentos podem passar para o leite materno. Por esta razão, há alguns anos atrás foi posta em causa a importância do aleitamento materno em todos os casos. Hoje em dia, tem sido mostrado que o teor de substâncias nocivas havia reduzido significativa, e que os benefícios da amamentação são enormes. No entanto, alguns peixes que possam conter mercúrio (como o peixe espada, o arenque, o salmão e o atum) devem ser consumidos com moderação.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: