Mitos e verdades sobre o exame de próstata

Rudney Câncer, Destaque, Doenças 27-06-14 Câncer de Próstata, exame de próstata, Mitos e verdades sobre o exame de próstata comentários

O câncer de próstata é, no Brasil, o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). É também o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens.

Daí a importância do exame de próstata feito regularmente, já que o câncer detectado precocemente tem mais chance de cura.

Neste procedimento, o médico palpa a superfície da glândula da próstata através do reto buscando massas, texturas ou durezas que relatam a existência de câncer.

Devido à natureza do teste, existem vários mitos sobre o mesmo que ainda permanecem. E, nós do Dicas Sobre Saúde, estamos aqui para confirmar ou refutar essas idéias pré-concebidas que você tem sobre este procedimento.

O exame de próstata é doloroso?

Falso. É um teste simples e rápido utilizado para avaliar o estado da próstata.

Existem outras alternativas?

Verdadeiro. O exame da próstata pode ser feito com o exame no trato retal e com o teste do Antígeno prostático específico (PSA), que mede o nível de antígeno no sangue.

Todos os homens com mais de 35 anos devem fazer o exame?

Falso. Isto é recomendado para homens com mais de 50, mas se o paciente tem um histórico familiar de câncer de próstata (avô, pai, irmãos) o teste deve ser realizado mais cedo.

Este teste deve ser feito a cada 3 anos?

Falso. Deve ser feito a cada ano.

Altos níveis do antígeno prostático específico são sinais claros de câncer?

Falso. Os antígenos superiores a 4 ng/ml podem indicar esta doença, mas também outras, tais como prostatite ou inflamação da próstata, o qual não deve ser confundido com este tipo de câncer.

O câncer é a única doença que afeta a próstata?

Falso. Além do câncer da próstata, pode ser desenvolvido hipertrofia ou hiperplasia prostática benigna (HPB) e a inflamação da próstata (prostatite).

Se o meu pai teve câncer de próstata, meu risco de também ter é maior?

Verdadeiro. Pessoas com antecedentes familiares de câncer de próstata são mais propensas a desenvolver esse tipo de câncer.

Agora que já sabe muito sobre esse assunto e esclareceu algumas dessas crenças, nós convidamos você a compartilhar com seus entes queridos e ajudá-los a prevenir desta doença.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: