Dicas para cuidar dos seios antes, durante e após a gravidez

Rudney Bem estar, Dicas Saúde 02-06-15 amamentação, Gravidez, mamilo, seio comentários

A amamentação é um dos processos mais afetivos para a mãe e o bebê após o parto. Além disso, é o método de alimentação ideal para a criança. Embora a amamentação seja muito importante para o recém-nascido, muitas mulheres não conseguem cumprir este processo, pois param de amamentar seus filhos por problemas com seus mamilos. Portanto, é importante cuidar dos seios e evitar problemas futuros.

Antes do nascimento

Como a mulher está grávida, os seios não precisam de nenhuma preparação para a amamentação, rotinas gerais de higiene e hidratação e uso adequado de um sutiã que se encaixe ao novo tamanho dos seios (um ou dois a mais no final da gravidez) são suficientes.

O leite materno começa a ser produzido mais ou menos a partir do quinto ou sexto mês de gravidez sem qualquer estímulo. Depois que o bebê nasce, todos os hormônios desencadeiam a produção da amamentação. Não há necessidade de fazer qualquer coisa diferente até que o bebê nasça.

No entanto, os mamilos já exigem uma certa atenção. A primeira coisa a fazer é identificar o tipo mamilo da mãe: normal, plano ou invertido. Isso ajudará você a reconhecê-lo, para saber como agir e evitar problemas durante a amamentação. Embora o sucesso da amamentação esteja na técnica adequada para colocar o bebê no seio, prepará-los ajuda a deixar a pele deles mais fortes, evitando problemas futuros.

O mamilo normal é aquele que fica saliente com a estimulação do frio. No plano nada acontece com o frio, e o invertido, é o que às vezes leva um pouco mais de trabalho para iniciar o aleitamento materno, pois é voltado para dentro e o leite já não sai com facilidade.

Cuidados com o mamilos

O primeiro passo é saber como posicionar adequadamente o bebê no seio, para evitar que fissuras e rachaduras apareçam.

Durante a gravidez não deve fazer qualquer preparação. Mesmo por que em torno da aréola, existem pequenas glândulas que se tornam salientes durante a gravidez e são responsáveis ​​pela produção de uma secreção que é, por um lado, um lubrificante e, por outro, antibacteriana. Isto serve para que o mamilo mantenha-se hidratado e protegido contra infecções.

No entanto, é importante manter a pele do mamilo e a aréola lubrificados e isto pode ser feito com o uso de um creme à base de lanolina. Também ajuda passar levemente uma bucha de banho vegetal durante o banho, a fim de remover as células mortas. Estes passos só devem ser feito até 34 semanas (gestação) e, em qualquer caso, é importante consultar seu médico.

Durante a lactação, é aconselhável aplicar algumas gotas de leite nos seios antes e depois da amamentação. O mesmo leite é o melhor hidratante e também reduz o risco de infecções. Não é aconselhável lavar os mamilos com sabão ou aplicar cremes.

Outras dicas

– O sutiã de amamentação deve ser confortável e de preferência sem aro.
– Durante a gravidez, você não deve dormir sobre os seios.
– Algumas mães usam protetores dentro de seu sutiã. Estes devem ser alteradas várias vezes por dia para evitar umidade e infecções.

Mais informações

A amamentação não é 100% instintiva. Ela exige preparação e apoio para ser bem sucedida. Procure a ajuda de uma pessoa especializada na preparação do aleitamento com o casal.

Em caso de seios rachados, você pode rever nossa matéria sobre como lidar com as rachaduras nos mamilos durante a amamentação.

Este Post te ajudou?
  
  • dicas de como se cuidar antes durante e após a gravidez
  • como desentupir as veias dos peitos ao amamentar
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: