Dicas para aumentar a testosterona naturalmente

Rudney Dicas Saúde 30-04-15 Dicas Saúde, hormônio, testosterona comentários

Muitas pessoas relacionam a testosterona com esteroides anabolizantes, mas a verdade é que esse hormônio não merece a má reputação que tem.

É um hormônio que ocorre naturalmente e tem um papel fundamental na vida de homens e mulheres, mas geralmente ocorre em concentrações mais elevadas nos homens. É o hormônio masculino predominante, e também é importante para aumentar a massa muscular, melhorar a cognição, ter níveis mais elevados de energia, aumentar a libido ou melhorar insulina.

Se os níveis de testosterona são baixos, você pode ter vários problemas de saúde, tais como ter falta de confiança, depressão, dificuldade em dormir ou fraqueza. Além disso, você fica mais irritável, perde o desejo sexual e a gordura será armazenada em maior quantidade na parte superior de seu corpo. Por isso, é muito importante que este hormônio esteja em níveis normais no organismo. Caso isso não ocorra, existem maneiras de aumentar a testosterona naturalmente para se sentir melhor.

Aumentar a testosterona

– Peso: excesso de peso não é bom para esse hormônio, o ideal é ser magro e ter uma boa massa muscular. Quanto mais gordura corporal você tem, mais baixos são seus níveis de testoterona. Melhorar sua dieta e iniciar uma rotina de exercícios para queimar gordura e ganhar massa muscular são essenciais.

– Sono: dormir oito horas e tirar um cochilo de meia hora durante o dia é bom para aumentar a testosterona. O sono adequado é muito importante para diversas funções em nosso corpo, uma delas para este hormônio.

– Gordura saudáveis: certifique-se de se alimentar com gorduras saudáveis, evitando a gordura saturada. Você pode encontrar boas gorduras no azeite de oliva, abacate, nozes, carnes magras ou óleo de peixe.

Dietas pobres em gordura são um fator negativo sobre a produção de testosterona. Por conseguinte, escolher os alimentos que contêm gorduras animais e ômega 3 será excelente para aumentar a testosterona no organismo.

– Legumes: Insira na sua dieta vegetais crucíferos, como couve, couve-flor ou brócolis. Esses alimentos contém compostos que são bons para eliminar os estrogênios negativos do corpo, o que estimula a produção de testosterona.

Número de refeições: coma regularmente e de forma consistente, mais de 5 vezes por dia, isso ajuda a ter sob controle os níveis de cortisol no corpo e ajuda a manter constante o estado anabólico para evitar a perda de massa muscular.

Vitamina C: a enzima aromatase, cuja função é converter a testosterona em estrogênio, começa a funcionar de forma mais ativa quando temos baixos níveis de vitamina C em nosso corpo. Tomar 3-4 g de vitamina C antes do treinamento, reduz os níveis de cortisol após o treino.

– Álcool: Limite a ingestão de bebidas alcoólicas, especialmente no caso da cerveja, pois tem um impacto muito negativo sobre os níveis de testosterona.

– Carboidratos complexos: controle sua ingestão de carboidratos, já que após uma refeição rica em carboidratos os níveis desse hormônio caem temporariamente.

– Estresse: o estresse provoca um tremendo declínio nos níveis de testosterona no corpo como uma forma de economia de energia. Um estado contínuo de estresse, causa o aumento de hormônios catabólicos como o cortisol, que afeta negativamente os niveis de testosterona.

Mais informações

Viu como a testosterona é importante para o funcionamento de nosso organismo e como ela não merece esse “rótulo” de vilã. Pessoas que praticam exercícios físicos e buscam ganhar massa muscular procuram ter altos níveis desse hormônio para alcançarem seus objetivos, por isso, recomendamos rever nossa matéria com alimentos para aumentar a testosterona.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: