Conheça os ingredientes, como é feita e se a salsicha faz mal à saúde

Conheça os ingredientes, como é feita e se a salsicha faz mal à saúde

Certa vez um nobre, diplomata e político alemão chamado Otto Von Bismarck (1815-1898) disse: “Leis são como salsichas, é melhor não saber como são feitas”. Essa frase ficou muito conhecida e pôs dúvidas sobre os ingredientes usados na fabricação da salsicha.

Apesar de haver uma série de ingredientes dos mais repugnantes e histórias mal contadas sobre como é feito esse alimento, o certo é que existe receita básica e regular aprovada por órgãos competentes. No Brasil, é possível encontrar ao menos seis versões de salsichas sendo vendidas: Viena, Frankfurt, Tipo Viena, Tipo Frankfurt, de Carne de Ave, de Peru. A salsicha pode ser produzida, basicamente, por carne bovina, suína ou de frango. Cada tipo de salsicha tem sua receita e variações dependendo dos ingredientes.

De acordo com o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), a salsicha é classificada como sendo um “produto cárneo industrializado, obtido da emulsão de carne de uma ou mais espécies de animais de açougue, adicionados de ingredientes, embutido em envoltório natural, ou artificial ou por processo de extrusão, e submetido a um processo térmico adequado”. A emulsão citada, diz respeito a mistura de carnes com a umidade de sua gordura, ou uma gordura extra que é adicionada.

Do que é feito a salsicha

Para fabricar esse embutido, não há escolha entre carne de primeira ou de segunda, a carne é apenas a matéria prima e são avaliados somente de que tipo é, sua quantidade de proteína e gorduras. A gordura é importante, pois é usada no processo de emulsão e é ela que vai dar sabor e maciez à salsicha.

A matéria-prima para a produção da salsicha é composta por recortes de carnes e restos de desossa, das carnes que vão para os supermercados e açougues. Para a salsicha bovina, ela poderá ser de pedações de carnes como acém, paleta, pescoço, músculo ou papada.

Já a salsicha de frango, a matéria-prima é obtida através de carne mecanicamente separada, que é produzida por um processo automatizado de separação de ossos e moagem da carne de aves, principalmente do dorso e pescoço.

A salsicha pode ser composta por até 60% de carne mecanicamente separada, segundo o Regulamento Técnico de Identidade e Qualidade de Salsicha, publicado em 2000 pelo MAPA. Esse regulamento também regimenta a quantidade mínima de proteína e máxima de gordura que a salsicha deve ter.

Como é feita a salsicha

Basicamente, o processo de produção da salsicha é a preparação de uma massa composta por carnes e gorduras moídas, que depois recebe outros ingredientes. Depois de bem misturada e acrescida de ingredientes extensores (proteína de soja, amidos e carragena), que são usados para melhorar a ligação entre a massa, e aditivos (nitrito e nitrado de sódio e fosfatos), para que tenha uma maior durabilidade, ela é então colocada dentro de uma envoltório de plástico para ganhar o formato de salsicha.

Após ser embutida, o produto é cozido em banho-maria até chegar a 72º e, depois de resfriada, é removido a plástico que lhe deu o formato. Chegando à etapa final, a salsicha, geralmente, recebe um banho de corante para ficar com sua cor característica e já pode ser embalada e distribuída.

Além da carne e gordura, outros ingredientes podem ser usados na fabricação das salsichas e podem variar dependendo do tipo de embutido. Para dar sabor, por exemplo, são usados sal e temperos, que costumam ser de alho, cebola, pimentas em pó e outras especiarias. Estes podem mudar de acordo com cada fabricante.

Salsicha engorda

Assim como qualquer alimento, a salsicha engorda, principalmente porque, na maioria das vezes, não comemos só uma. Em relação as calorias da salsicha, 50 gramas do produto tem aproximadamente 146 calorias e 13 gramas de gordura saturada.

Mas também existem versões light, que podem ter menos gorduras e calorias. Apenas 50 gramas de salsicha light tem cerca de 5 gramas de gordura e 82 calorias. A salsicha de frango também é menos calórica, são cerca de 120 calorias e 9 gramas de gordura.

Outro problema que leva ao ganho de peso relacionado a esse alimento, é que, geralmente, não é consumido sozinho. A salsicha é frequentemente acompanha de pão e molhos, como é o caso do cachorro quente, lanche conhecido por conter esse embutido.

Sendo assim, podemos facilmente dobrar as calorias da salsicha. Um cachorro quente simples, composto por uma salsicha, pão, molho, purê de batata, maionese, mostarda, katchup, milho, ervilha, queijo ralado e batata palha, pode conter até 580 calorias. Essa combinação, entre outras que podem ser feitas com a salsicha, podem contribuir muito para o ganho de peso.

Salsicha faz mal

As salsichas, assim como outros embutidos, vêm sendo apontados como grandes vilões da saúde e seu consumo deve ser reduzido ao máximo possível. Além de muitas calorias, a salsicha contém também muito sódio e conservantes, como vimos em seu processo de fabricação. Esses ingredientes, podem elevar a pressão arterial e sobrecarregar dos funcionamento dos rins.

Ainda em relação a saúde, segundo vários estudos, os conservantes como os nitratos, estão fortemente ligados ao desenvolvimento de câncer de intestino. Na verdade, pesquisas revelam que toda carne processada aumenta os riscos de uma morte prematura. Mas no caso das salsichas, isso é ainda pior devido a seus conservantes, que podem ser convertidos em compostos causadores de câncer dentro do corpo.

Além disso, o corante usado na salsicha, chamado “haems”, é um composto químico, que ao chegar no intestino, podem irritar ou danificar suas células, o que aumenta os riscos de câncer. O excesso de sal e gordura desse alimento também está relacionado a casos de câncer.

Portante, o maior problema em relação ao consumo de salsicha, não é basicamente a carne usada em sua produção, mas sim os outros ingredientes que são acrescentados a sua fabricação.

Mais informações

Realmente, as salsichas não são uma das opções mais saudáveis para a dieta de qualquer pessoa e devemos evitar seu consumo. Se você ainda quer consumir este produto, faça isso com moderação e escolha outros alimentos mais saudáveis para acompanhá-la.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • -1 não curtiram