Conheça a bula e indicações de uso do Diclofenaco

Conheça a bula e indicações de uso do Diclofenaco

O diclofenaco é um fármaco anti-inflamatório não esteroide (AINE). Este medicamento funciona através da redução de substâncias no corpo que causam dor e inflamação. Este é um medicamento de prescrição que pode ser encontrado em comprimidos, gotas (Diclofenaco resinatico), solução injetável, gel (Diclofenaco dietilamonio), supositório e spray de uso externo.

Alguns nomes conhecidos de marcas de medicamento que contêm o diclofenaco são o Cataflam ou Voltaren, ambos bem famosas.

O diclofenaco pode ser encontrado também com o nome de diclofenaco de sódio e diclofenaco de potássio, o que gera muita confusão entre as pessoas, por isso, vamos falar sobre quais são suas diferenças:

O diclofenaco de sódio e o diclofenaco de potássio são basicamente os mesmo medicamentos. Ambos têm ação anti-inflamatória não esteroides, e ajudam no alívio de dores e febres no corpo. A principal diferença entre esses medicamentos é a estrutura química do composto, devido ao Sódio e ao Potássio, que servem para aumentar a sua atividade no organismo e sua absorção.

Há um mito que o diclofenaco de sódio pode aumentar a pressão arterial e deve ser evitado por hipertensos. Segundo pesquisas, o sódio deste medicamento não é capaz de interagir com a pressão arterial, no entanto, pessoas hipertensas devem ter cuidado ao usar medicamentos para dores e febres como anti-inflamatórios não esteroides AINES.

Diclofenaco bula

Apresentação de Diclofenaco sódico e Diclofenaco de potássio. Uso oral e adulto. Laboratório: Medley.

Diclofenaco sódico

  • – diclofenaco sódico ……………………. 50 mg
  • – excipientes q.s.p. ……………………. 1 comprimido
  • – (celulose microcristalina, citrato de trietila, corante laca amarelo tartrazina, corante laca vermelho 40, dióxido de silício, dióxido de titânio, estearato de magnésio, fosfato de cálcio dibásico di-hidratado, amidoglicolato de sódio, hidróxido de sódio, lactose, macrogol, polimetacrílicocopoliacrilato de etila, polissorbato 80, simeticona, talco)

Diclofenaco potássico

  • – diclofenaco potássico ………… 50 mg
  • – excipientes q.s.p. ………… 1 comprimido
  • – (amido, celulose microcristalina, ácido poli2-(dimetilamino) etilmetacrilatocobutil – metacrilatocometilmetacrílico, óxido de ferro vermelho, croscarmelose sódica, dióxido de silício, dióxido de titânio, estearato de magnésio, fosfato de cálcio dibásico di-hidratado, manitol, macrogol, talco)

Diclofenaco para que serve

Diclofenaco é usado para tratar leve a moderada dor, ou sinais e sintomas de osteoartrite ou artrite reumatoide . A marca Cataflam deste medicamento também é utilizada para tratar cólicas menstruais. Alguns exemplos de uso são:

  • – Entorses, distensões e outras lesões
  • – Dor e inflamação no pós-operatório
  • – Dor nas costas, síndrome do ombro congelado, cotovelo de tenista e outros tipos de reumatismo
  • – Infecções do ouvido, nariz e garganta
  • – Crises de gota

Casos de febre isolada não devem ser tratadas com este medicamento. Este medicamento também pode ser utilizado para outras condições conforme indicação médica.

Diclofenaco posologia

Siga atentamente as indicações de uso de seu médico ou farmacêutico e as informações da bula antes de começar a usar diclofenaco. Se tiver dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Diferentes marcas de diclofenaco contêm diferentes quantidades deste medicamento, e podem ter diferentes usos. Se mudar de marca, as suas necessidades de dose podem mudar. Siga as instruções do seu médico sobre a quantidade de medicamento a tomar.

A dose e forma de tratamento é baseada em sua condição médica, resposta ao tratamento e outros medicamentos que você pode tomar. Certifique-se de informar o seu médico e farmacêutico sobre todos os produtos que você usa (incluindo medicamentos prescritos, medicamentos sem prescrição e produtos à base de plantas). Para minimizar os riscos de efeitos colaterais (como sangramento estomacal), use este medicamento com a menor dose efetiva pelo menor tempo possível. Não aumente a dose ou tome-o com mais frequência do que prescrito. Para condições crônicas, como a artrite, continue a tomá-lo como indicado pelo seu médico. Discuta os riscos e benefícios com seu médico ou farmacêutico.

Para certas condições (como a artrite), pode demorar até 2 semanas de uso regular antes que os benefícios totais desta droga entrem em vigor.

Se você está tomando este medicamento em uma base “conforme necessário” (não em um horário regular), lembre-se que os medicamentos para dor funcionam melhor quando usados ​​nos primeiros sinais de dor. Se você esperar até que a dor tenha piorado, a medicação pode não funcionar tão bem.

Diclofenaco efeitos colaterais

Os efeitos secundários comuns do diclofenaco podem incluir:

  • – Indigestão, gases, dor de estômago, náuseas, vômitos
  • – Diarreia, constipação
  • – Cefaleias, tonturas, sonolência
  • – Nariz entupido
  • – Coceiras no corpo, sudorese aumentada
  • – Aumento da pressão arterial
  • – Inchaço ou dor em seus braços ou pernas

Parar de usar diclofenaco e procure um médico imediatamente se você tiver:

  • – Sinais de qualquer erupção cutânea
  • – Falta de ar (mesmo com esforço leve)
  • – Inchaço ou ganho de peso rápido
  • – Sinais de hemorragia no estômago: fezes com sangue ou pretas, tosse de sangue ou vômito que se parece com borras de café
  • – Problemas no fígado: náuseas, dor no estômago superior, sensação de cansaço, sintomas gripais, perda de apetite, urina escura, fezes cor de barro, icterícia (amarelecimento da pele ou dos olhos)
  • – Problemas renais: urinar pouco ou não urinar, dor ao urinar, inchaço nos pés ou tornozelos, sensação de cansaço ou falta de ar
  • – Pressão arterial alta: dor de cabeça, hemorragia nasal, ansiedade, tontura
  • – Baixo nível de glóbulos vermelhos (anemia): pele pálida, sensação de tonturas ou falta de ar, frequência cardíaca rápida, dificuldade de concentração
  • – Reação cutânea grave: febre, dor de garganta, inchaço na face ou na língua, queimação nos olhos, dor na pele seguida de erupção cutânea vermelha ou púrpura que se espalha (especialmente na face ou parte superior do corpo) e provoca bolhas e descamação

Obtenha ajuda médica de emergência se tiver sinais de uma reação alérgica ao diclofenaco, com os seguintes sintomas: espirros, corrimento ou congestionamento do nariz, respiração ofegante ou dificuldade em respirar, urticária, inchaço do seu rosto, lábios, língua ou garganta.

Obtenha ajuda médica de emergência se tiver sinais de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, essa condição geralmente ocorre após os sintomas: dor no peito que se espalha para o braço esquerdo, dormência repentina ou fraqueza num dos lados do corpo, fala arrastada, falta de ar.

Esta não é uma lista completa de efeitos colaterais e outros podem ocorrer. Procure um médico se perceber outros sintomas.

Precauções a avisos

Você não deve usar diclofenaco se você tem um histórico de reação alérgica à aspirina ou anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs). Ou se você tem quaisquer outras alergias. Este produto pode conter ingredientes inativos, que podem causar reações alérgicas ou outros problemas. Fale com o seu farmacêutico para mais detalhes.

Antes de usar este medicamento, informe a seu médico ou farmacêutico sobre o seu historial médico, especialmente sobre: ​​asma (incluindo história de agravamento da respiração após a toma de aspirina ou outros anti-inflamatórios AINEs), hemorragia ou problemas de coagulação, doença cardíaca (como ataque cardíaco anterior), doença hepática, crescimentos no nariz (pólipos nasais), problemas de estômago, intestino ou esôfago (como sangramento, úlceras, azia recorrente), pressão arterial elevada e acidente vascular cerebral.

Diclofenaco pode aumentar o risco de ataque cardíaco fatal ou acidente vascular cerebral, especialmente se você usá-lo a longo prazo ou tomar doses elevadas, ou se você tem doença cardíaca. Mesmo pessoas sem doença cardíaca ou fatores de risco podem ter um acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco ao tomar este medicamento. Não use este medicamento apenas antes ou após a cirurgia de revascularização do miocárdio.

Diclofenaco também pode causar sangramento no estômago ou intestinal, que pode ser fatal. Estas condições podem ocorrer sem aviso enquanto estiver a utilizar este medicamento, especialmente em adultos mais velhos.

Este remédio pode deixá-lo tonto ou sonolento. Não conduza, utilize máquinas ou faça qualquer atividade que exija vigilância até ter certeza de que pode realizar tais atividades com segurança.

Esse medicamento pode causar sangramento estomacal. O uso diário de álcool e tabaco, especialmente quando combinado com este medicamento, pode aumentar o risco de sangramento estomacal. Limite o álcool e pare de fumar.

Este medicamento pode torná-lo mais sensível ao sol. Evite a exposição solar prolongada ou a cabines de bronzeamento. Use protetor solar e roupas protetoras quando sair de casa.

Outras condições especiais que devem ter cautela com o uso deste medicamento incluem:

  • Idosos: Os adultos mais velhos podem ser mais sensíveis aos efeitos colaterais desta droga, especialmente sangramento estomacal ou intestinal, problemas renais e agravamento de problemas cardíacos.
  • Gravidez: Antes de usar este medicamento, as mulheres em idade fértil devem conversar com seu médico sobre os benefícios e riscos (como aborto espontâneo, dificuldade em engravidar). Informe o seu médico se estiver grávida ou se pretende engravidar. Durante a gravidez, este medicamento deve ser utilizado apenas quando claramente necessário. Não é recomendado para utilização durante o primeiro e último trimestre da gravidez, devido a possíveis lesões no feto e interferência com o parto normal.
  • Amamentação: Esta droga passa para o leite materno. Embora não haja relatos de danos aos lactentes, consulte o seu médico antes de amamentar.
  • Crianças: Diclofenaco não é indicado para o uso em crianças abaixo de 14 anos, com exceção de casos de artrite juvenil crônica, onde se deve usar o diclofenaco resinato de suspensão oral (gotas) em crianças a partir de 1 ano de idade.

Mais informações

O diclofenaco é um dos principais medicamentos usados para o tratamento de dores e inflamações no corpo, mas só deve ser administrado sob prescrição e seguindo as recomendações médicas. É importante tomar este medicamento pelo período indicado, mesmo que seus sintomas já tenham diminuído.

Este artigo te ajudou?
  • +2 curtiram
  • -1 não curtiram