Como usar a Finasterida para calvície e quais seus efeitos colaterais

Como usar a Finasterida para calvície e quais seus efeitos colaterais

A finasterida é um medicamento utilizado para tratar a calvície masculina (alopecia androgenética) na coroa e no meio do couro cabeludo. Trata-se de um inibidor da 5a-reductase seletiva do tipo 2 e foi aprovada em 1997 como a primeira terapia farmacológica oral para o tratamento de homens com alopecia androgenética.

A alopecia androgenética (AGA) nos homens é caracterizada por miniaturização progressiva dos folículos pilosos e encurtamento da fase anágena nas regiões vértex, anterior, média, frontal e temporal do couro cabeludo.

Este medicamento funciona diminuindo a quantidade de um hormônio natural do corpo (DHT). Diminuir a quantidade de DHT leva ao aumento do crescimento do cabelo e perda de cabelo mais lenta. O crescimento do cabelo em outras partes do corpo não é afetado pela finasterida. Deve ser usada somente por homens adultos.

Finasterida bula

Apresentação de Finasterida 1mg. Uso oral e adulto

Composição da Finasterida Embalagem contendo 30 comprimidos revestidos.

Cada comprimido revestido contém:

  • – finasterida ……………….. 1 mg
  • – excipientes q.s.p. ……………….. 1 comprimido
  • – (croscarmelose sódica, estearato de magnésio, lactose, laurilsulfato de sódio,
    povidona, silicona antiespumante, corante opadry amarelo).

Finasterida posologia

Leia a bula e siga corretamente o modo de usar este medicamento indicado por seu médico ou pelo seu farmacêutico. Se tiver alguma dúvida sobre as informações, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Tome este medicamento por via oral, com ou sem alimentos, geralmente uma vez por dia, ou como indicado pelo seu médico. Não parta ou mastigue o comprimido.

Use esta medicação regularmente, a fim de obter o máximo benefício dela. Lembre-se de usá-la na mesma hora todos os dias. Pode demorar até 3 meses para notar um benefício.

Você deve continuar a tomar este medicamento para manter o crescimento do seu cabelo. Quando você parar de tomar finasterida, qualquer ganho na quantidade de cabelo é geralmente perdido dentro de 12 meses. Informe seu médico se sua condição persistir ou piorar.

Finasterida resultado

O tratamento com finasterida foi mostrado ser eficaz, segundo 3 estudos duplo-cegos, de 12
meses de duração, que contaram com homens de 18 a 41 anos de idade. Observaram-se aumentos clinicamente significativos na contagem dos cabelos (linha de base= 876 pelos), medidos em uma área circular de 5,1 cm², com tratamento com finasterida. O tratamento com placebo resultou em perda de cabelo progressiva. A auto-avaliação dos pacientes demonstrou que o tratamento com finasterida retardou a perda de cabelo, aumentou o crescimento do cabelo e melhorou a aparência do cabelo. Essas melhorias foram confirmadas por avaliações de pesquisadores e avaliações de fotografias. Os efeitos adversos foram mínimos.

A avaliação de fotografias clínicas padronizadas pelo painel de especialistas demonstrou que a melhora no crescimento do cabelo ocorreu em 48% dos homens tratados com finasterida em um ano, em comparação com 7% dos homens que receberam placebo. O benefício da finasterida aumentou ainda mais em dois anos: 66% dos homens foram classificados como tendo melhorado o crescimento do cabelo com base na avaliação de fotografias clínicas padronizadas, em comparação com 7% dos homens que receberam placebo.

Finasterida antes e depois

Na foto abaixo, podemos ver os benefícios das finasterida no combate a alopecia androgenética:

Finasterida efeitos colaterais

Dentre os efeitos colaterais do uso da finasterida estão:

  • – Diminuição da capacidade sexual
  • – Diminuição da quantidade de sêmen libertado durante o sexo, mesmo depois de parar o tratamento
  • – Disfunção erétil
  • – Nódulo no peito
  • – Descarga de mamilo
  • – Aumento de mama
  • – Dor nos testículos
  • – Incapacidade de urinar

Uma reação alérgica muito grave a esta droga é improvável, mas procure a atenção médica imediata se ocorrer. Os sintomas de uma reação alérgica grave:

  • – Erupções cutâneas
  • – Inchaço (especialmente da face, língua e garganta)
  • – Tonturas severas
  • – Dificuldade para respirar

Lembre-se de que seu médico receitou este medicamento porque ele ou ela julgou que o benefício para você é maior do que o risco de efeitos colaterais. Muitas pessoas utilizam esta medicação que não tem efeitos secundários graves.

A finasterida é bem tolerada e efeitos secundários são extremamente raros e mesmo quando ocorrem devido ao aumento dos níveis de estrogênio, causada pela conversão parcial de testosterona em estradiol, através da enzima aromatase, estes são facilmente reversíveis após a suspensão da droga.

Esta não é uma lista completa de possíveis efeitos secundários. Se notar outros efeitos não mencionados acima, contate o seu médico ou farmacêutico.

Síndrome pós finasterida

A Síndrome Pós-Finasterida é uma doença nova e ainda não é totalmente reconhecida pela comunidade médica. Indivíduos que sofrem desta síndrome, têm sintomas muito distintivos e homogêneos. Mas um padrão é claro, eles eram homens jovens saudáveis ​​até que tomaram o medicamento Finasterida 1mg para perda de cabelo.

Ainda não exitem tratamentos para a síndrome pós finasterida. Em alguns casos, especialistas indicam o uso de reposição de testosterona para tentar tratar a condição, mas muitas vezes os pacientes não reagem bem a esse tratamento e podem até apresentar uma piora dos sintomas ou outras reações adversas.

Sintomas da Síndrome pós finasterida

Os sintomas da síndrome pós finasterida podem ser físicos, sexuais, bem como neurológicos:

Sintomas físicos:

  • – Desenvolvimento da mama
  • – Fadiga crônica
  • – Atrofia muscular
  • – Pele seca
  • – Melasma
  • – Aumento da deposição de gordura, obesidade e índice de massa corporal elevado
  • – Diminuição da temperatura corporal
  • – Redução do colesterol HDL (bom) e triglicéridos
  • – Glicose em jejum elevada
  • – Tentativa de suicídio
  • – Suicídio

Sintomas sexuais:

  • – Diminuição ou perda completa do desejo sexual
  • – Disfunção erétil
  • – Perda de ereções matutinas e espontâneas
  • – Anedonia sexual, perda de orgasmo prazeroso
  • – Diminuição do volume do sêmen
  • – Encolhimento do pênis
  • – Doença de Peyronie
  • – Retração escrotal e dormência

Sintomas neurológicos:

  • – Perda grave de memória e recordação
  • – Processos de pensamento lentos
  • – Dificuldade de resolução de problemas e diminuição da compreensão
  • – Depressão
  • – Ansiedade
  • – Ideação suicida
  • – Insônia

É importante notar que alguns pacientes podem experimentar ideação suicida e depressão após parar o tratamento com finasterida. Os doentes e as suas famílias devem ser aconselhados sobre estes sintomas e procurar aconselhamento médico o mais rapidamente possível se ocorrerem.

Precauções e avisos

Antes de tomar finasterida, informe o seu médico ou farmacêutico se tem alergia a esse medicamento ou se tem quaisquer outras alergias. Este produto pode conter ingredientes inativos, que podem causar reações alérgicas ou outros problemas. Fale com o seu farmacêutico para mais detalhes.

Antes de usar este medicamento, informe o seu médico ou farmacêutico a sua história clínica, especialmente de: doença hepática, câncer da próstata, infecções, problemas urinários.

Existem outras drogas que podem interagir com a finasterida. Informe o seu médico sobre todos os medicamentos que utiliza. Isso inclui os de prescrição, vitaminas e produtos à base de plantas. Não inicie uma nova medicação sem informar o seu médico.

O fármaco pode ser absorvido através da pele. Se o revestimento do comprimido tiver sido quebrado ou o comprimido esmagado, não deve ser manipulado por uma mulher grávida ou que planeja engravidar. A exposição de um bebê masculino em desenvolvimento à finasterida pode resultar em anormalidades dos genitais.

Este medicamento pode afetar os resultados de exames de sangue de utilizados para detectar o câncer de próstata (antígeno prostático específico (PSA)). Se você fez um teste de PSA, certifique-se de que o pessoal do laboratório e seus médicos saibam que você usa este medicamento.

Este medicamento não deve ser utilizado em mulheres, especialmente durante a gravidez ou aleitamento materno, pois pode prejudicar o feto ou o bebê durante a alimentação. Consulte o seu médico se tiver alguma dúvida sobre este medicamento. Finasterida não deve ser utilizado em crianças.

Finasterida preço

Os valores desse medicamento podem variar dependendo da drogaria adquirida, do laboratório e da quantidade de comprimidos contidos na caixa. Geralmente, os preços variam de 20 a 50 reais.

Mais informações

A finasterida é um medicamento que pode ajudar a tratar a calvície masculina de maneira muito eficaz. Mas também pode causar vários efeitos colaterais que variam de leves a gravíssimos, por isso, se seu meu lhe indicou este medicamento, discuta com ele outras formas e métodos de tratamento.

Este artigo te ajudou?
  • +2 curtiram
  • 0 não curtiram