Como tomar e quais os efeitos colaterais da Metformina para o diabetes

Como tomar e quais os efeitos colaterais da Metformina para o diabetes

A metformina é um medicamento oral para o diabetes tipo 2 que ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. Não controlar bem seu diabetes pode prejudicar seu coração, os rins, os nervos, e os olhos. Tomar medicamentos para o diabetes como a metformina e fazer mudanças saudáveis ​​no estilo de vida pode reduzir o risco dessas complicações. Mudanças no estilo de vida incluem boa nutrição, exercício físico regular e não fumar.

Esta droga é um medicamento de prescrição. Está disponível como comprimido oral de libertação imediata, comprimido oral de libertação prolongada e solução oral. Metformina pode ser usada como parte de uma terapia de combinação. Isso significa que você pode precisar tomá-la com outras drogas.

Metformina bula

Apresentação de Cloridrato de metformina. Uso oral, adulto e pediátrico acima de 10 anos. Laboratório: Medley.

Composição de Cloridrato de metformina.

Cada comprimido revestido de 500 mg contém:

  • – cloridrato de metformina ……….. 500 mg
  • – (equivalente a 390 mg de metformina)
  • – excipientes q.s.p. ………………… 1 comprimido
  • – (celulose microcristalina, crospovidona, dióxido de silício, estearato de magnésio, povidona, hipromelose e macrogol).

Metformina para que serve

A metformina é indicada para o tratamento do diabetes tipo 2 e deve ser usada com uma dieta adequada e um programa de exercícios físicos regular. Possivelmente, é também usada com outros medicamentos para controlar o nível elevado de açúcar no sangue. Este medicamento não é para o tratamento do diabetes tipo 1.

Controlar o nível elevado de açúcar no sangue ajuda a prevenir dano renal, cegueira, problemas nervosos, perda de membros e problemas de função sexual. O controle adequado do diabetes também pode diminuir o risco de um ataque cardíaco ou derrame.

A metformina pode ser usada com mudanças no estilo de vida, como dieta e exercícios, para prevenir a diabetes em pessoas com alto risco de se tornarem diabéticas. Também é utilizado em mulheres com síndrome do ovário policístico. Metformina pode tornar os ciclos menstruais mais regulares e aumentar a fertilidade.

Esta droga pertence a uma classe de medicamentos chamados biguanidas. Uma classe de drogas refere-se a medicamentos que funcionam da mesma forma. Eles têm uma estrutura química semelhante e são frequentemente utilizados para tratar condições semelhantes.

Esta droga reduz a quantidade de glicose (açúcar) feita pelo seu fígado, reduz a quantidade de glicose que seu corpo absorve e aumenta o efeito da insulina em seu corpo. A insulina é um hormônio que ajuda o seu corpo a remover o açúcar extra do seu sangue. Isso reduz os níveis de açúcar no sangue.

Metformina emagrece

Como vimos, a metformina não é um medicamento para emagrecer, mas pode causar esse efeito. Esta droga, ajuda a reduzir os níveis de insulina no sangue e, como esse hormônio aumenta a formação de gordura no corpo, isso faz com que haja uma perda de peso da pessoa que está a usar o medicamento.

Apesar de já ter sido noticiado que a metformina possa ser usada para perda de peso, isso nunca foi comprovado cientificamente. Além disso, os pacientes com diabetes que fazem uso desta droga são encorajados a fazer uma dieta equilibrada e exercícios físicos, o que também causa a redução de peso.

Segundo a Sociedade Brasileira do Diabetes (SBD), a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e a Associação Brasileira de Estudo para Obesidade (Abeso), o uso de metformina para quem não é diabético pode causar enjoo frequente e acidose láctea. A acidose láctica é um efeito colateral raro da metformina que pode ser fatal. Nesta condição, o ácido láctico acumula-se em seu sangue. Esta é uma emergência médica que exige tratamento no hospital.

Além disso, o uso desse medicamento sem necessidade por pessoas que sofrem de alguma disfunção respiratória ou renal, pode ser fatal.

Metformina posologia

Tome metformina exatamente como prescrito pelo seu médico. Siga todas as instruções no rótulo da receita. O seu médico pode ocasionalmente alterar a dose para se certificar de que obtém os melhores resultados. Não utilize este medicamento em quantidades maiores ou menores ou durante mais tempo do que o recomendado.

Tome metformina com uma refeição, geralmente uma no café da manhã e outra no jantar, a menos que o seu médico lhe diga o contrário. Siga as instruções do seu médico. Não esmague, mastigue ou quebre um comprimido de liberação prolongada.

As doses desse medicamento variam dependendo de sua condição (níveis elevados de açúcar no sangue, diabetes dependente ou não de insulina e Síndrome dos Ovários Policísticos) e deve ser baseadas no acompanhamento de sua eficácia e tolerância ao medicamento.

Não exceda a dose máxima recomendada do medicamento que é 2550 mg ao dia para adultos e 2000 mg para crianças com mais de 10 anos.

Caso se esqueça de uma dose, tome-a assim que se lembrar (certifique-se de tomar o medicamento com alimentos). Ignore a dose perdida se estiver quase na hora da próxima dose programada. Não tome uma dose maior para compensar a dose perdida.

Durante o uso de metformina, seu nível de açúcar no sangue precisará ser verificado com frequência, e você pode precisar de outros exames de sangue no consultório do seu médico.

Baixo nível de açúcar no sangue (hipoglicemia) pode acontecer a todos os que têm diabetes, especialmente em pacientes que tomam alguma medicação. Os sintomas incluem dor de cabeça, fome, sudorese, confusão, irritabilidade, frequência cardíaca rápida, tonturas ou sensação de instabilidade. Sempre mantenha uma fonte de açúcar com você no caso de ter uma queda nos níveis de açúcar no sangue. Fontes de açúcar incluem suco de frutas, frutas e uvas passas. Certifique-se de que sua família e amigos próximos saibam como ajudá-lo em uma emergência.

Se tiver hipoglicemia grave e não puder comer ou beber, utilize uma injeção de glucagon. O seu médico pode prescrever um kit de injeção de emergência de glucagon e dizer-lhe como usá-lo.

Verifique cuidadosamente o seu nível de açúcar no sangue durante períodos de estresse, viagens, doença, cirurgia ou emergência médica, exercício físico, após ingerir álcool ou pular refeições. Essas coisas podem afetar seus níveis de glicose sangue e causar possíveis problemas.

A metformina é apenas parte de um programa de tratamento completo que também pode incluir dieta, exercício, controle de peso e cuidados médicos especiais. Siga as instruções do seu médico muito de perto.

O seu médico pode lhe receitar vitamina B12 enquanto estiver a tomar metformina. Tome apenas a quantidade de vitamina B12 que o seu médico receitou.

Metformina efeitos colaterais

Os efeitos secundários mais frequentes que ocorrem com o uso de metformina incluem:

  • – Diarreia
  • – Náusea
  • – Dor de estômago
  • – Azia
  • – Gases

Se esses efeitos são leves, podem desaparecer dentro de alguns dias ou algumas semanas. Se forem mais graves ou não forem embora, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Pode ocorrer também sintomas mais graves. Se sentir algum destes efeitos secundários graves, contate imediatamente o seu médico. Os sintomas incluem:

  • – Cansaço
  • – Fraqueza
  • – Dor muscular incomum
  • – Problemas respiratórios
  • – Sonolência incomum
  • – Dores de estômago, náuseas ou vômitos
  • – Tonturas
  • – Ritmo cardíaco lento ou irregular
  • – Baixo teor de açúcar no sangue

Precauções e avisos

Antes de tomar este medicamento, informe o seu médico ou farmacêutico se tem alergia à metformina, ou se tem quaisquer outras alergias. Este produto pode conter ingredientes inativos, que podem causar reações alérgicas ou outros problemas. Fale com o seu farmacêutico para mais detalhes.

Antes de usar este medicamento, informe o seu médico ou farmacêutico sobre o seu histórico médico, especialmente sobre: ​​problemas respiratórios graves (tais como doença pulmonar obstrutiva, asma grave), problemas sanguíneos (como anemia, deficiência de vitamina B12), doença renal e doença hepática.

Informe o seu médico sobre todos os produtos que utiliza, incluindo medicamentos sujeitos a receita médica, medicamentos sem receita médica e produtos à base de plantas.

Pode ocorrer visão turva, tonturas ou sonolência devido a níveis extremamente baixos ou altos de açúcar no sangue. Não conduza, utilize máquinas ou faça qualquer atividade que exija atenção ou visão clara até ter certeza de que pode realizar tais atividades com segurança.

Febre alta, diuréticos como hidroclorotiazida, sudorese excessiva, diarreia ou vômito podem causar perda de água corporal (desidratação) e aumentar o risco de acidose láctica. Pare de tomar este medicamento e informe o seu médico imediatamente se tiver diarreia prolongada ou vômitos. Certifique-se de beber líquidos suficientes para evitar a desidratação, a menos que o seu médico direciona você caso contrário.

Pode ser mais difícil controlar o açúcar no sangue quando o corpo está estressado (como febre, infecção, lesão ou cirurgia). Consulte o seu médico porque o aumento do estresse pode exigir uma alteração no seu plano de tratamento, medicamentos ou testes de açúcar no sangue.

A metformina pode causar alterações no ciclo menstrual (promover a ovulação) e aumentar o risco de engravidar. Consulte seu médico ou farmacêutico sobre o uso de controle de natalidade confiável durante o uso deste medicamento.

Não deve utilizar metformina se tem doença renal grave ou se estiver em estado de cetoacidose diabética (complicação grave do diabetes que ocorre quando o corpo produz ácidos sanguíneos (cetonas) em excesso).

Se você precisa fazer qualquer tipo de raio-x ou tomografia computadorizada usando um corante que é injetado em suas veias, você precisará parar temporariamente de tomar metformina.

Evite beber álcool enquanto estiver tomando metformina. O álcool pode diminuir ou aumentar os níveis de açúcar no sangue. O uso de álcool também pode aumentar o risco de acidose láctica.

Não se deve utilizar metformina se tiver: doença renal grave, doença hepática, histórico de doença cardíaca ou ataque cardíaco recente, se tiver tomado recentemente clorpropamida, se você tem mais de 80 anos e não teve recentemente sua função renal verificada.

Casos especiais que merecem cautela e atenção quanto ao uso deste medicamento, incluem:

  • Pessoas com problemas renais: Se tiver problemas renais moderados a graves, tem um risco mais elevado de acidose láctica. Você não deve tomar esta droga.
  • Problemas hepáticos: A doença hepática é um fator de risco para a acidose láctica. Não se deve tomar este medicamento se tiver problemas hepáticos.
  • Pessoas com problemas cardíacos: Se você tem uma condição em que o oxigênio para o coração é diminuído, como um ataque cardíaco recente ou insuficiência cardíaca, o risco de acidose láctica é maior. Você não deve tomar esta droga.
  • Mulheres grávidas: Este medicamento só deve ser utilizado durante a gravidez, se claramente necessário. Fale com o seu médico se estiver grávida ou planeja engravidar.
  • Amamentação: Esta droga pode passar para o leite materno e causar efeitos colaterais em uma criança que é amamentada. Converse com seu médico se você amamentar seu bebê. Pode ser necessário decidir se deve parar de amamentar ou parar de tomar este medicamento.
  • Idosos: As pessoas nestas idades têm um risco mais elevado de acidose láctica. Se tem 80 anos ou mais e está a tomar metformina, não deve tomar a dose máxima.
  • Crianças: A segurança e a eficácia desta droga em pessoas com menos de 10 anos não foi estabelecida.
  • Alergias: Este medicamento pode causar uma reação alérgica grave. Os sintomas incluem: problemas respiratórios, inchaço da garganta ou da língua, urticária. Não tome esta droga outra vez se você já teve uma reação alérgica a ela antes. Tomá-la novamente pode ser fatal.

Metformina preço

Os valores desse medicamento podem variar dependendo da drogaria adquirida, do laboratório, da quantidade e dose de comprimidos contidos na caixa. Geralmente, os preços da metformina variam de 5 a 50 reais.

Mais informações

A metformina deve ser usada conforme indicado por seu médico para o tratamento da diabetes tipo 2. Siga corretamente as instruções médicas, o plano de dieta e exercício físico recomendado para você. Durante o tratamento, você deve verificar seus níveis de açúcar no sangue regularmente.

Este artigo te ajudou?
  • +2 curtiram
  • 0 não curtiram