Como superar fobias

Rudney Destaque, Dicas Saúde 22-10-14 causa da fobia, superar a fobia, superar fobias, superar uma fobia, tratar fobias comentários

É verdade que todos os seres humanos têm medo de uma coisa: alguns não suportam a ideia de estar sozinhos, outros temem a escuridão, há pessoas que só de pensar em altura já suam frio, há aqueles que temem em falar em público, entre outras. Fobias, no entanto, são classificadas dentro das desordens psicológicas caracterizadas por medos intensos e desordenados que podem afetar profundamente a pessoa que sofre.

De acordo com o Dr. Frederick Neuman, diretor do Centro de Ansiedade e Fobia White Plain Hospital (EUA), para superar a fobia, a pessoa deve enfrentar seu medo gradualmente. São quatro etapas gerais que podem ajudar uma pessoa a superar uma fobia específica:

Identificar

Bem se diz que o primeiro passo para superar um problema é aceitar que você o tem. Muitas pessoas passam a vida inteira sem chegar a grandes fontes de água (rios, oceanos, lagos, etc), mas não conseguem aceitar que estão com medo de água ou da ideia de afogamento.

Além de identificar a causa da fobia e seu nome, é bom olhar para trás e encontrar o incidente ou motivo que começou a fobia. É essencial saber que esses medos intensos são desenvolvidos, eles não fazem parte da genética, por isso pode ser superado ou tratado.

Compreender

Terapia cognitivo-comportamental é um método amplamente utilizado por psicólogos para tratar fobias. Em primeiro lugar se faz frente aos pensamentos gerados pela fonte de fobia e em segundo lugar se trata a resposta física que produzem.

No tratamento psicológico, que em alguns casos podem ser conseguidos sem a ajuda de um especialista, se leva o indivíduo a compreender que o pensamento gerado pelo objeto da sua fobia está incorreto. A ideia é que o indivíduo entenda que, se ele enfrenta o objeto de seu medo, não existe a possibilidade real de sofrer algum dano.

Agir

Quando uma pessoa entende que seus medos vivem apenas em sua cabeça, é hora de encarar o que produz pânico. Uma das técnicas mais comuns é passar o tempo com alguém que está constantemente em contato com o objeto da fobia. Por exemplo, alguém que tem medo de dirigir, pode passar um tempo com um motorista. Este é um processo passo a passo, e o tempo de exposição deve ser aumentado lentamente. O objetivo é ver como a outra pessoa se comporta em algo tão natural como dirigir, ir ao circo e ver um palhaço, estar em um quarto escuro, etc. A ideia é desenvolver uma resistência.

Trabalho gradual

Mergulhar no vazio para tentar superar a fobia nunca é uma maneira recomendada e pode ser contraproducente. Enfrentar diretamente o medo pode levar a agravá-lo, de modo que o processo deve ser feito passo a passo.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: