Comer miojo pode levar a síndrome metabólica, diz estudo

Rudney Dicas Saúde 18-06-16 macarrão instantâneo, miojo, miojo engorda, miojo faz mal comentários

Os perigos do macarrão instantâneo, conhecido como miojo, já são bem conhecidos, no entanto, sempre haverá aqueles que negam e ainda continuam consumindo. Uma nova pesquisa da Universidade de Baylor e Harvard concluiu que esse alimento industrializado vendido comercialmente, pode causar sérios problemas de saúde, aumentando o risco de alterações metabólicas relacionadas a doenças cardíacas e acidente vascular cerebral, segundo a pesquisa.

Estudos

O macarrão instantâneo contém hidroquinona de butil terciária (TBHQ), que é um subproduto da indústria do petróleo e aditivo alimentício usado com frequência para preservar alimentos processados. O especialista gastrointestinal, Dr. Braden Kuo conduziu um experimento com pequena câmera para ver de dentro do estômago o que aconteceria após duas horas da digestão de miojo e os resultados foram surpreendentes.

Mesmo depois de duas horas, o macarrão estava surpreendentemente intacto. Para começar, isso pode colocar uma pressão sobre o seu sistema digestivo, que é forçado a trabalhar por horas para digerir esses alimentos altamente processados ​​(ironicamente, a maioria dos alimentos processados têm pouquíssimas fibras, por isso são digeridos muito rapidamente, o que interfere com os seus níveis de açúcar no sangue e liberação de insulina).

Quando o alimento permanece em seu trato digestivo por um longo tempo, também terá um impacto sobre a absorção de nutrientes, mas no caso de macarrão processado, eles quase não ​​têm valor nutricional. Em vez disso, há uma longa lista de aditivos, incluindo o conservador tóxico hidroquinona butílico terciário (TBHQ).

O TBHQ muitas vezes aparece como um “antioxidante”, mas é importante entender que é um produto químico sintético com propriedades antioxidantes, não um antioxidante natural. A química impede a oxidação de gorduras e óleos, que prolonga assim a vida dos limentos processados na prateleira.

É um ingrediente comum em alimentos processados ​​de todos os tipos (incluindo nuggets de frango, McDonald, biscoitos, entre muitos anos). Mas também pode ser encontrado em vernizes e pesticidas, bem como cosméticos e perfumes para reduzir a taxa de evaporação e melhorar a estabilidade.

No estudo mais recente no Journal of Nutrition, os pesquisadores descobriram que as mulheres na Coreia do Sul (maior consumidor de macarrão instantâneo), eram mais propensas a ter síndrome metabólica. Pessoas com síndrome metabólica podem ter pressão arterial alta ou açúcar elevado no sangue, e enfrentam um risco aumentado de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e diabetes.

A pesquisa também analisou a ingestão total de nutrientes entre as pessoas que consomem este alimento e não encontrou, como esperado, resultados positivos, comprovando que esse tipo de macarrão proporciona pouco valor nutricional para uma dieta saudável.

As pessoas que consumiram miojo obtinham significativamente menos nutrientes importantes como proteínas, cálcio, fósforo, ferro, potássio, vitamina A, niacina e vitamina C em comparação com aquelas que não consumiam. Aqueles que comeram macarrão instantâneo excessivamente também consumiram energia excessiva, gorduras não saudáveis ​​e sódio.

Os resultados dos estudos

As mulheres que comeram esse alimento duas vezes por semana ou mais, tiveram um risco aumentado de síndrome metabólica do que aquelas que não comiam, independentemente da sua dieta e estilo de vida. Os pesquisadores descobriram essa associação mesmo entre as mulheres mais jovens que estavam magras e relataram praticar atividade física.

Riscos desse alimento

Os principais ingredientes do macarrão instantâneo são farinha de trigo, gordura vegetal e sal. Os ingredientes comuns dos temperos aromatizantes são o sal, glutamato monossódico, especiarias e açúcar. Um tipo comum de macarrão instantâneo contém cerca de 2.700 mg de sódio. “O macarrão instantâneo é um alimento que pode trazer um risco aumentado de síndrome metabólica por causa da alta de sódio, gordura saturada insalubre e carga glicêmica”, disse o co-autor Hyun Shin, doutorado em da Universidade de Harvard.

O glutamato monossódico é motivo suficiente para evitar o consumo desse alimento. O glutamato monossódico é uma excitotoxina, o que significa que superestimula as suas células nervosas ao ponto de causar lesão ou morte, causando disfunção cerebral e podendo ainda desencadear ou agravar potencialmente dificuldades de aprendizagem, doença de Alzheimer e Parkinson.

Parte do problema é que o ácido glutâmico é o mesmo neurotransmissor que o cérebro, sistema nervoso, olhos, pâncreas e outros órgãos usam para iniciar certos processos em seu corpo. É também usado para engordar ratos para estudos científicos, sendo portanto, uma droga perfeita para favorecer a obesidade. Se você quiser atingir o seu peso ideal e boa saúde, evite a todo custo o consumo de miojo.

O macarrão instantâneo é também rico em gordura, sal, calorias e é processado, todos estes fatores podem contribuir para alguns dos problemas de saúde que os pesquisadores abordaram. Isso não significa que cada pessoa vai responder da mesma forma, mas passe a considerar que não é um produto saudável.

Em junho de 2012, a Coreia do Food and Drug Administration (KFDA), encontrou benzopireno (uma substância que causa câncer) em seis marcas de macarrão instantâneo.

Além disso, a hidroquinona de butil terciária contida nesse alimento pode ter efeitos a longo prazo sobre a saúde, tais como o enfraquecimento de órgãos e contribuir para o desenvolvimento de cânceres e tumores. Os alimentos processados, ​​normalmente contêm quantidades elevadas de açúcar e sal, especialmente porque são projetados para durarem mais tempo.

Alimentos processados

Os alimentos processados ​​promovem o ganho de peso e doenças crônicas, devido ao seu alto teor de açúcar, sal, carboidratos refinados, ingredientes artificiais e falta de nutrientes e fibras. Os alimentos processados ​​são viciantes e projetados para fazer você comer demais, causando ganho de peso. O consumo de alimentos processados ​​também promove a resistência à insulina e inflamação crônica, que são características da maioria das doenças crônicas.

Mais informações

Comer, ocasionalmente, macarrão instantâneo obviamente não vai matá-lo, mas quando isso se torna um hábito e há a troca de alimentos saudáveis por esse tipo de alimento, é apenas uma questão de tempo antes que os problemas de saúde se desenvolvam.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: