Causas, sintomas e tratamentos da doença de Crohn

Rudney Doenças 09-03-15 doença de crohn, Doenças, intestino comentários

A doença de crohn é um processo inflamatório crônico do trato intestinal. Embora possa afetar qualquer parte do trato digestivo desde a boca até ao ânus, afeta mais frequentemente a parte inferior do intestino delgado (íleo) ou o intestino grosso (cólon e reto).

A doença de Crohn é uma doença crônica e pode reaparecer várias vezes durante a vida. Algumas pessoas têm longos períodos de remissão, às vezes durante anos, em que não há sintomas. Não há maneira de prever quando uma remissão ou sintomas podem ocorrer.

Sintomas da doença de Crohn

Devido a doença de Crohn poder afetar qualquer parte do intestino, os sintomas podem ser muito diferentes de um paciente para outro. Os sintomas mais comuns incluem cólicas, dor abdominal, diarreia, febre, perda de peso e inchaço. Nem todos os pacientes apresentam todos estes sintomas, e alguns não têm nenhum deles. Outros sintomas da doença de Crohn também podem incluir dor anal e secreção, lesões de pele, abscesso retal, fissuras e dor nas articulações (artrite). Dentre os sintomas mais comuns desta doença estão:

– prisão de ventre
– úlceras ou inflamação dos olhos
– inchaço e dor nas articulações
– feridas na boca
– sangramento retal e sangue nas fezes
– sangramento nas gengivas
– Caroços (nódulos) vermelhos e sensíveis sob a pele que podem se tornar úlceras de pele
– fadiga
– inapetência

Quem pode ser afetado por esta doença?

Ela pode afetar pessoas de qualquer idade, mas a maioria dos pacientes são adultos jovens entre 16 e 40 anos. Ela afeta igualmente homens e mulheres, e parece ser mais comum em algumas famílias. Cerca de 20 por cento das pessoas com doença de Crohn têm um parente, um irmão ou irmã ou, por vezes, o pai ou o filho com algum tipo de doença inflamatória intestinal.

Causas a doença de Crohn

A causa exata é desconhecida. No entanto, as teorias atuais se concentram em uma causa imunológica (sistema de defesa do corpo) ou uma causa bacteriana. A doença de Crohn não é contagiosa, mas tem uma ligeira tendência genética (hereditária). Você pode usar um estudo radiológico do intestino delgado para diagnosticar a doença de Crohn. Frequentemente a doença de Crohn e retocolite ulcerativa são confundidas pela semelhança de alguns sintomas.

Tratamento para a doença de Crohn

O tratamento inicial é geralmente com drogas. Não há “cura” para a doença de Crohn, no entanto, a terapia médica com uma ou mais drogas proporciona um meio para o tratamento da doença na sua fase inicial e alivia os sintomas. As drogas mais comummente prescritas são corticosteroides, tais como prednisona e metilprednisolona, ​​e vários agentes anti-inflamatórios.

Outros fármacos, por vezes, utilizados incluem 6-mercaptopurina e azatioprina, os quais são imunossupressores. O metronidazol, um antibiótico com efeitos sobre o sistema imunológico, só deve ser utilizado para as pessoas que têm a doença anal.

Nos casos mais avançados ou complicadas da doença de Crohn, a cirurgia pode ser recomendada. A cirurgia de emergência é por vezes necessária quando ocorre complicações com a doença de Crohn, tais como perfuração do intestino, obstrução (bloqueio) do intestino ou hemorragia significativa. Outros sinais menos urgentes a necessidade de cirurgia podem incluir a formação de abscessos, fístulas (comunicações anormais do intestino), doença anal grave ou persistência da doença apesar do tratamento farmacológico adequado.

Nem todos os pacientes com estas ou outras complicações requerem cirurgia. A consulta com um gastroenterologista e cirurgião colorretal ajuda você a tomar a melhor decisão.

Embora seja verdade que o tratamento inicial de preferência é a terapia médica, é importante observar que, mais cedo ou mais tarde, até 75 por cento dos pacientes com doença de Crohn requerem cirurgia. Muitos pacientes sofrem desnecessariamente por causa da crença equivocada de que a cirurgia como um tratamento para a doença de Crohn é perigosa ou causa complicações inevitáveis. A cirurgia não é “curativa”, embora muitos pacientes não necessitam de operações adicionais.

Às vezes a cirurgia proporciona alívio eficaz e duradouro dos sintomas e limita ou elimina com frequência a necessidade de uso contínuo de medicamentos prescritos. O melhor é que um médico com experiência no tratamento da doença de Crohn realize a cirurgia.

Dieta e nutrição

Você deve ter uma dieta saudável e equilibrada. Inclua calorias suficientes, proteínas e nutrientes de uma variedade de grupos de alimentos.

Não tem sido demonstrado que uma dieta específica piora ou melhora os sintomas da doença de Crohn. Os tipos de problemas alimentares podem variar de pessoa para pessoa.

Alguns alimentos podem piorar a diarreia e outros sintomas. Para ajudar a aliviá-los, tente:

– comer pequenas refeições ao longo do dia
– beba muita água (muitas vezes comem pequenas quantidades ao longo do dia)
– evite alimentos ricos em fibras (farelo, grãos, nozes, sementes e pipoca)
– evite alimentos gordurosos, e molhos (manteiga, margarina e creme de leite) gorduras ou fritos
– reduzir os produtos lácteos, se você tem problemas para digerir gordura do leite. Tente queijos com baixo teor de lactose, como cheddar e queijo suíço, e um produto enzimático, como Lactaid, para ajudar a quebrar a lactose.
– evite alimentos que você sabe que vai causar gases, tais como legumes.

Pergunte ao seu médico sobre vitaminas e minerais extras que você pode precisar:

– suplementos de ferro (para anemia)
– cálcio e a vitamina D (para ajudar a manter os ossos fortes)
– vitamina B12 para prevenir a anemia

Possíveis complicações

Quem sofre desta doença tem um maior risco de câncer do cólon e do intestino delgado. Em algum momento, o médico pode recomendar a triagem para o câncer de cólon.

Pessoas com doença de Crohn mais grave podem ter esses problemas:

– abcesso ou infecção nos intestinos
– anemia, a falta de células vermelhas do sangue
– obstrução intestinal
– fístulas na bexiga, pele ou na vagina
– crescimento e desenvolvimento desacelerado sexual em crianças
– falta de nutrientes, tais como ferro e vitamina B12
– problemas para manter um peso saudável

Mais informações

No Dicas sobre Saúde, já falamos um pouco sobre a doença de Crohn em outra oportunidade, se preferir pode reveja nossa matéria. Em relação ao sintomas desta doença, você também encontrará facilmente em nosso site, dicas para tratá-los, como por exemplo: alimentos para anemia, dicas para evitar a prisão de ventre, diarreia, entre outros.

Este Post te ajudou?
  
  • prisao de ventre com crohn
  • doença de crohn tratamento natural
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: