Bula e indicações para o uso da Bromoprida (Digesan)

Bula e indicações para o uso da Bromoprida (Digesan)

Bromoprida (Digesan) é um medicamento que estimula o movimento do tubo digestivo e serve para tratar uma grande variedade de problemas no estômago. O princípio ativo desse medicamento, a bromoprida, atua no estômago e na primeira porção do intestino, chamada duodeno, levando ao seu relaxamento, o que facilita o esvaziamento gástrico e melhora as desordens estomacais.

O tempo médio para o início da ação de bromoprida é de 1 a 2 horas após administração por via oral deste medicamento.

Bromoprida bula

Apresentação de Bromoprida. Uso oral. Uso pediátrico. Laboratório: Medley.

Bromoprida gotas (solução oral) de 4 mg/mL: frasco com 20 mL.

Composição de Bromoprida:

  • – bromoprida ………… 4 mg
  • – veículo q.s.p. ………… 1 mL
  • – (metabissulfito de sódio, metilparabeno, propilparabeno, sacarina sódica dihidratada, edetato dissódico di-hidratado, ácido clorídrico, água purificada) Cada 1 mL de bromoprida solução oral equivale a 24 gotas e 1 gota equivale a 0,17 mg

Bromoprida indicação

Esse medicamento é utilizado para tratar náuseas, vômitos, refluxo gastroesofágico, distúrbios da motilidade GI (alteração na movimentação do estômago e intestino) e para facilitar procedimentos radiológicos do trato gastrintestinal.

Bromoprida posologia

Utilize este medicamento de acordo com as orientações de seu médico e as instruções da bula. Use o gotejador para ingerir a quantidade correta e tome-a por via oral. Geralmente, a dose varia de 1 a 2 gotas por quilo de peso, três vezes ao dia.

Siga o tratamento conforme indicado pelo médico, respeitando os horários, doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico.

Contraindicações de Bromoprida

Este medicamento não deve ser utilizado nos seguintes casos:

  • – Pessoas com antecedentes de alergia aos componentes da fórmula
  • – Quando há presença de hemorragia, obstrução mecânica ou perfuração gastrintestinal
  • – Em pacientes epilépticos ou que estejam tomando outras drogas que possam causar reações extrapiramidais (relacionadas à coordenação dos movimentos), pois a frequência e intensidade destas reações podem ser aumentadas
  • – Em casos de feocromocitoma (tumor da medula da suprarrenal), uma vez que pode desencadear crise hipertensiva (aumento da pressão arterial), causada pela provável liberação de catecolaminas (hormônio produzido pela glândula suprarrenal) do tumor

Precauções e avisos

Deve ter-se cuidado com crianças, idosos e especialmente com pacientes com insuficiência renal, epilepsia, doença de Parkinson, pessoas que sofrem de glaucoma, diabetes ou pressão alta. Informe o seu médico se estiver grávida, tiver feito um transplante, doença auto-imune, doença hepática ou tem alergia à neurolépticos (medicamentos antipsicóticos).

As seguintes populações devem ser cautelosos ao usar este medicamento:

  • – Idosos: O tratamento prolongado com este medicamento tem sido relacionado com discinesia tardia (movimentos anormais ou perturbados) em idosos, entretanto, não existem recomendações especiais para este grupo
  • – Crianças: Esse medicamento não deve ser usado em crianças com menos de 1 ano de idade. Podem ocorrer reações extrapiramidais (como inquietude, movimentos involuntários, fala enrolada, entre outros problemas) em crianças e adultos jovens
  • Gravidez e lactação: Não existem estudos suficientes sobre o uso de bromoprida em mulheres grávidas. A bromoprida é excretada pelo leite materno, por isso, grávidas ou lactantes não devem usar este medicamento, a menos que o benefício potencial justifique o risco potencial para o feto. Procure imediatamente o seu médico se ficar grávida enquanto toma este medicamento
  • – Diabéticos: Este medicamento pode causar uma dificuldade no controle da diabetes, devido a estase gástrica (dificuldade de esvaziamento gástrico), o que pode fazer com que a insulina comece a agir antes de que os alimentos tenham saído do estômago e levar um quadro de hipoglicemia. Seu médico pode reajustar a dose e o tempo de administração da insulina
  • – Pessoas com insuficiência renal: A bromoprida é eliminada principalmente pelos rins, a dose desse medicamento deve ser reduzida segundo recomendação médica
  • – Pacientes com câncer de mama: Este medicamento pode aumentar os níveis de prolactina (hormônio lactogênico), o que deve ser levado em conta em pacientes com câncer de mama detectado previamente

Bromoprida preço

Os valores desse medicamento podem variar dependendo da drogaria adquirida, do laboratório e da forma como comprá-lo (gotas ou comprimido). Geralmente, os preços variam de 5 a 25 reais.

Mais informações

A Bromoprida é um medicamento muito comum e seguro, dentro de suas recomendações e seguindo as indicações da bula, médico ou farmacêutico. Se mesmo após a administração desse medicamento, seus sintomas não melhorarem, procure ajuda de um médico.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • -1 não curtiram