Bula e indicações de uso do medicamento Torsilax que você deve saber

Bula e indicações de uso do medicamento Torsilax que você deve saber

Torsilax é uma combinação de Diclofenaco Sódico, Paracetamol, Carisoprodol e Cafeína. Possui ação analgésica, relaxante muscular e anti-inflamatória. Por conter uma associação de medicamentos, ajuda a tratar vários tipos de dores no corpo, mas também podem ocorrer vários efeitos colaterais.

Torsilax é um medicamento de prescrição que está disponível em forma de comprimidos. A mesma formulação de torsilax pode ser encontrada em outros medicamentos como o Tandrilax ou Trilax.

Esse medicamento age da seguinte forma:

– Diclofenaco sódico: é um potente anti-inflamatório que ajuda a reduzir a dor e os sintomas de febre e inchaço local. Também possui ação anti-inflamatória que atua controlando a temperatura e as dores.

– Paracetamol: é um analgésico que ajuda a controlar os sintomas de febre e dores leves no corpo.

– Carisoprodol: age como um importante relaxante muscular, ajudando a reduzir a tensão da musculatura esquelética.

– Cafeína: estimula o sistema nervoso central, produzindo assim um estado de alerta, que ajuda a combater a sonolência causada pelo carisoprodol. Essa substância também age contra a dor atuando sobre os músculos, evitando sua fadiga e desempenho.

Torsilax bula

Apresentação de Torsilax. Uso oral e adulto. Laboratório: Brainfarma.

Composição de Torsilax:

  • – diclofenaco sódico ………… 50mg
  • – paracetamol ……………….. 300mg
  • – carisoprodol ……………….. 125mg
  • – cafeína ……………………… 30mg
  • – excipientes q.s.p. …………. 1 comprimido
  • (celulose microcristalina, amidoglicato de sódio, povidona, corante amarelo FD&C n° 6, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio)

Torsilax para que serve

Este medicamento é indicado no tratamento do reumatismo, que refere-se a um conjunto de doenças que pode afetar as articulações, músculos e esqueleto, e dores, restrição de movimento e sinais inflamatórios pelo corpo. Alguns exemplos de condições tratáveis com este medicamento incluem:

  • – Artrite reumatoide
  • – Osteoartrites
  • – Crise aguda de gota
  • – Lombalgia
  • – Estados inflamatórios agudos pós-traumáticos e pós-cirúrgicos

Torsilax posologia

Este medicamento deve ser administrado conforme indicação de seu médico ou farmacêutico e após ler atentamente a bula. Os comprimidos de torsilax devem ser ingeridos por via oral, inteiros e junto a uma refeição, com o auxílio de um líquido.

A dose mínima diária deste medicamento é de um comprimido a cada 12 horas e a máxima de até 8 horas. No entanto, seu médico pode receitar uma dosagem diferente e com um tempo de tratamento que varia pela idade e condições de saúde geral do paciente.

A duração do tratamento com torsilax não deve ser maior que 10 dias e deverão ser administradas as doses mais baixas sempre que possível. Tratamentos mais longos requerem observações especiais.

Torsilax efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns deste medicamento incluem:

  • – Aumento das enzimas do fígado
  • – Cefaleia
  • – Tontura
  • – Insônia
  • – Tremor
  • – Dor
  • – Hemorragia gastrintestinal
  • – Perfuração gastrintestinal
  • – Úlceras gastrintestinais
  • – Diarreia
  • – Indigestão
  • – Náusea
  • – Vômitos
  • – Constipação
  • – Flatulência
  • – Dor abdominal
  • – Pirose
  • – Retenção de fluidos corpóreos
  • – Edema (inchaço)
  • – Rash
  • – Prurido
  • – Edema facial
  • – Anemia
  • – Distúrbios da coagulação
  • – Broncoespasmo
  • – Rinite
  • – Zumbido
  • – Febre
  • – Doença viral

Outras reações mais raras e graves que podem ocorrer com o uso deste medicamento:

  • – Meningite asséptica
  • – Convulsões
  • – Pancreatite
  • – Hepatite fulminante
  • – Insuficiência hepática
  • – Depressão respiratória
  • – Pneumonia
  • – Perda auditiva
  • – Agranulocitose
  • – Anemia aplástica
  • – Anemia hemolítica
  • – Rações anafilactoides
  • – Dermatite esfoliativa
  • – Eritema multiforme
  • – Síndrome Stevens-Johnson
  • – Necrólise epidérmica tóxica

Esta não é uma lista completa dos possíveis efeitos colaterais desse medicamento. Se você perceber qualquer outros sintomas adverso, procure seu médico ou farmacêutico.

Precauções e avisos

Este medicamento só deve ser usado sob prescrição de um médico. Torsilax não deve ser administrado por pessoas com alergia ou intolerância a algum componente da fórmula. Pacientes com reações alérgicas graves ao ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não hormonais (ibuprofeno ou cetoprofeno) devem evitar o uso de torsilax.

Antes de tomar torsilax, informe o seu médico ou farmacêutico sua história clínica, especialmente de: doença hepática ou renal, doenças cardiovasculares e doenças de pulmão obstrutivas ou restritivas.

Não pare de usar este medicamento sem consultar o seu médico. Não dê este medicamento a mais ninguém, mesmo que tenham os mesmos sintomas que você. Pode ser prejudicial para as pessoas usar este medicamento se o seu médico não tenha prescrito.

O uso deste medicamento pode causar o reaparecimento de uma crise de úlceras pépticas, fale com seu médico se você já teve essa condição e fique atento a seus possíveis.

Ao usar este medicamento por períodos maiores que dez dias, seu médico deverá pedir um exame de sangue e provas de função hepática, antes, durante e após o tratamento. Se for notado a diminuição da contagem de leucócitos e/ou plaquetas, ou do hematócrito, a medicação deverá ser suspensa.

O diclofenaco usado por um período prolongado está associado a efeitos colaterais graves do sistema gastrointestinal, principalmente de pacientes idosos, que incluem úlceras, sangramento e perfuração do estômago ou intestinos. Além disso, o diclofenaco sódico pode aumentar o risco de função renal prejudicada.

Torsilax está contra indicado para pessoas com atividade do citocromo CYP2C19 reduzida (enzima do fígado), hipertensão intra-craniana (pressão alta no cérebro) ou trauma cranioencefálico (trauma no cérebro).

Ao tomar medicamentos que contenham cafeína, como o torsilax, é indicado reduzir a ingestão de cafeína através de outras fontes, como bebidas, alimentos e outros medicamentos.

Pode ocorrer sonolência com o uso deste medicamento, por isso, evite conduzir máquinas ou fazer qualquer atividade que exija vigilância até ter certeza de que pode realizar tais atividades com segurança.

Pode ocorrer casos de drogadição e síndrome de abstinência após a descontinuação deste medicamento. Evite o consumo de álcool ao administrar torsilax.

Populações especiais necessitem de cautela ou devem evitar o uso deste medicamento, estas incluem:

  • – Pessoas com doença cardiovascular: Torsilax deve ser usado com cuidado por pessoas com doenças cardiovasculares, pois há o risco de formação de trombos na circulação, infarto ou acidente vascular cerebral, retenção de sódio e edema (inchaço). Pode haver também o risco de hipotensão (pressão baixa), em pacientes desidratados. De modo contraditório, pessoas com hipertensão arterial podem notar um aumento de sua pressão arterial.
  • – Pessoas com doença no fígado ou rins: Este medicamento deve ser usado com cuidado por pessoas com danos no fígado ou nos rins. É importante avaliar sua condição de saúde antes do tratamento.
  • – Pessoas com doenças no pulmão obstrutivas ou restritivas: Há o risco de depressão respiratória em pacientes com doenças pulmonares.
  • – Idosos: Idosos podem ser mais sensíveis a reações adversas com o uso deste medicamento como depressão respiratória e de eventos adversos gastrointestinais. Por isso, devem ser acompanhados durante o tratamento.
  • – Gravidez e amamentação: Emboras estudos não tenham evidenciado danos ao feto, por parte da administração de torsilax, seu uso é desencorajado durante a gravidez e lactação. Não utilize este medicamento sem orientação médica se estiver grávida ou amamentando.

Torsilax preço

Os valores desse medicamento podem variar dependendo da drogaria adquirida, do laboratório e da quantidade de comprimidos por caixa. Geralmente, os preços variam de 3 a 20 reais.

Mais informações

Tome este medicamento conforme indicado por seu médico e não deixe de tomá-lo por conta própria. Se os sintomas não desaparecerem ou pioraram informe seu médico o mais rápido possível.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • -3 não curtiram