Benefícios e formas de usar o óleo de rícino na pele, cabelo e sobrancelha

Benefícios e formas de usar o óleo de rícino na pele, cabelo e sobrancelha

O óleo de rícino, também conhecido como óleo de mamona ou castor oil, é um produto extraído das sementes da planta mamona (Ricinus communis L.). Este óleo tem sido usado há muito tempo na medicina popular, inclusive pelos egípcios, e agora, ganhou seu destaque na indústria de produtos para a beleza, sendo usado para cuidar da pele, unhas e cabelos.

Os muitos benefícios deste óleo se dão a sua composição, que combina ácidos graxos, como o ácido ricinoleico, ácido oleico, ácido linolênico e ácido linoleico, ácido palmítico e ácido esteárico, além de vitamina E e outros sais minerais.

Antigamente, este produto era conhecido por ajudar a combater a prisão de ventre, devido a seu forte poder laxante, hoje em dia, o óleo de rícino já provou seu útil para muitas finalidades. Vamos conhecer os benefícios e vantagens do uso do óleo de rícino para a saúde e beleza.

Para que serve o óleo de rícino

Você certamente ficará impressionado com este óleo versátil que tem muitos usos. Aqui estão algumas maneiras de como você pode usar o óleo de rícino:

Para a saúde:

  • – Laxante
  • – Antiinflamatório
  • – Alivia da dor muscular
  • – Alivia a dor nas articulações
  • – Trata doenças fúngicas

Para o cabelo:

  • – Promove o crescimento saudável do cabelo
  • – Combate à caspa
  • – Evita a queda de cabelo
  • – Hidratante natural
  • – Retira o excesso de oleosidade

Para a pele:

  • – Combate acne e oleosidade
  • – Hidratante da pele
  • – Cicatrizante
  • – Combate manchas e rugas
  • – Previne a celulite

O óleo de rícino também é usado para dar volume às sobrancelhas e para o fortalecimento da cutículas e unhas naturalmente.

Benefícios do óleo de rícino

Óleo de rícino para a saúde

O uso mais conhecido do óleo de rícino é, certamente, como laxante natural. Este efeito comprovado, é devido ao ácido ricinoleico que compõe este produto e que combate a constipação intestinal.

Este óleo também promove a cura de feridas leves da pele, graças a seu pode antiinflamatório, que também contribui para combater a acne, queimaduras solares e outras infecções de pele quando usado topicamente.

O óleo de rícino tem ácido ricinoleico que é um ácido graxo insaturado. Este componente do óleo de rícino contém propriedades antiinflamatórias e possíveis propriedades analgésicas que ajudam a combater dores no corpo naturalmente (mais estudos ainda precisam ser feitos para comprovar esta propriedade).

Devido a estes efeitos, óleo de rícino é usado em massagens corporais para redução da dor, principalmente dores musculares e nas articulações, o que pode ser útil para pessoas com artrite reumatoide ou outra condição reumática que provoca dores.

Para tratar a prisão de ventre é aconselhável tomar 1 colher de sopa de óleo de rícino ao dia.

Óleo de rícino para a pele

O óleo de rícino destaca-se muito por seus vários benefícios à pele. Ele tem efeito adstringente, que reduz a oleosidade e combate as bactérias da pele, o ajuda a tratar e prevenir casos de acne de forma muito eficaz.

O forte poder hidratante deste óleo também evita o ressecamento da pele e mantém a mesma saudável e brilhante. Vários estudos também já demonstraram que a hidratação da pele proporcionada por este produto ajuda a evitar manchas e rugas na pele.

Outra vantagem que você tem ao usar o óleo de rícino na pele, é devido a sua forte propriedade cicatrizante, a qual se origina de sua alta concentração de vitamina E. Isto faz deste óleo um aliado de pessoas com estrias e celulites, além de poder ser ainda usado para queimaduras solares, quando misturado a outro creme hidratante.

Para a pele, aconselha-se evitar usá-lo puro. Deve-se misturar este produto em um creme hidratante que você já usa, na quantidade de cerca de uma colher de sopa para cada 200 ml de óleo de rícino. Você pode ainda misturá-lo a outro óleo essencial que possa ser usada na pele.

Quando usado topicamente, certifique-se de testar o óleo em uma pequena parte de sua pele para verificar se há qualquer alergia ou reação cutânea.

Óleo de rícino para o cabelo

Nos cabelos, o óleo de rícino promove a hidratação, crescimento mais rápido, fortalecimento dos fios, ajuda a dar volume e contribui para a limpeza do couro cabeludo.

Os ácidos graxos (ômega 6 e ômega 9), presentes nesse óleo são excelentes para combater o ressecamento e ajudar na hidratação dos fios, contribuindo para formação de uma película em todo o cabelo, que evita a perda de umidade.

Estes ácidos graxos, juntamente com a vitamina E e outros nutrientes do óleo de rícino também estimula os folículos pilosos, aumentando assim o volume e crescimento natural dos cabelos, além de deixá-los mais brilhosos e sedosos.

Você também pode usá-lo para tratar a caspa, graças às propriedades antifúngicas, que combatem fungos do couro cabeludo. Além disso, também evita a descamação do couro cabeludo, reduzindo consideravelmente o problema da caspa.

Se você tem queda de cabelo também pode se beneficiar com o uso deste óleo. Isto porque ele estimula a fase de crescimento dos fios, conhecida como fase anágena. Mesmo que seja um importante aliado para prevenir a queda de cabelo, a causa deste problema deve ser investigada e outros produtos podem ser usados no tratamento.

Além de todos esses benefícios, o óleo de rícino ainda ajuda na limpeza dos cabelos e couro cabeludo, e ainda reduz a oleosidade em excesso, deixando seus cabelos com uma aparência mais saudável e bonita.

Óleo de rícino na sobrancelha

Além de dar volume à sobrancelha, este produto também ajuda a fazer o mesmo efeito nos cílios, deixando você com um olhar mais penetrante. Assim como para o cabelo, os nutrientes do óleo de rícino ajudam os fios da sobrancelha e cílios a crescerem mais fortes e vistosos, mas é preciso tomar cuidado com os olhos.

Para aplicar nos cílios, você deve usar uma escovinha de rímel limpa, que dá mais segurança. Já para as sobrancelhas, você pode aplicar pouca quantidade com a ajuda de um pedaço de algodão e deixar agir durante a noite e tirando na manhã seguinte.

Óleo de rícino na unha

Além de pele, cabelos, sobrancelhas e cílios, o óleo de rícino também pode ser usado nas unhas. Este produto ajuda na saúde e hidratação das cutículas, isto permite que suas unhas sejam renovadas mais facilmente e cresçam mais rápido, fortes e bonitas.

No caso das unhas, você pode usar o óleo de rícino puro, aplicado diretamente nas unhas e deixando agir por uma hora.

Como passar óleo de rícino no cabelo

Como vimos, este óleo tem grandes benefícios para a saúde dos cabelos, mas como usá-lo corretamente para ter essas vantagens? A receita é bem simples!

Você pode usar o óleo de rícino no cabelo misturando uma colher de sopa do óleo em 200 ml de hidratante capilar ou condicionador indicado para seu tipo de cabelo. O processo de aplicação é que você faz em sua lavagem normal. Aplique o produto durante o banho, com o cabelo molhado e massageie por alguns minutos. Depois retire completamente com água fria.

Óleo de rícino onde comprar

O óleo de rícino pode ser adquirido em lojas de produtos naturais, casas de óleos essenciais, farmácias ou ainda pela internet. O ideal é que seja comprado um óleo de boa qualidade, para assegurar seus benefícios.

Óleo de rícino preço

Os valores desse tipo produto podem variar dependendo do local da compra, marca do produto e quantidade adquirida. Os preços geralmente estão em torno de 4 a 70 reais.

Contraindicações do óleo de rícino

Como com todo o óleo natural, é recomendado usá-lo com cuidado, porque pode ter efeitos colaterais potencial negativos. Aqueles com problemas de pele ou sensibilidade podem experimentar reações alérgicas 19 se eles usam este óleo topicamente, razão pela qual é indicado fazer um teste numa pequena parte da pele antes de aplicá-lo em áreas maiores.

Se consumido, o ácido ricinoleico presente nele funciona como um irritante para o revestimento do intestino, o que ajuda a aliviar a constipação. No entanto, também pode levar a perturbações gastrointestinais e desconforto, bem como tontura e náuseas. Então, se você sofre de problemas digestivos como síndrome do intestino irritável, úlceras, cólicas, diverticulite, colite ou outra doença intestinal, é aconselhável evitar o uso deste óleo. Pessoas que foram recentemente submetidos a cirurgia também devem abster-se de usar o óleo de rícino. Gravidas e lactantes também devem evitá-lo.

Mais informações

O óleo de rícino é sem dúvidas um poderoso produto para se ter em casa e desfrutar de seus muitos benefícios para a pele, cabelos e saúde. No entanto, deve-se usá-lo com cautela e, preferivelmente, com a indicação de um especialista.

  • oleo de ricino estetica
Este artigo te ajudou?
  • +6 curtiram
  • 0 não curtiram