As melhores e mais eficazes técnicas para o tratamento para estrias

Rudney Beleza e Estética, Cuidados com a pele 06-03-15 Beleza e Estética, estrias, tratamento para estrias comentários

As estrias são cicatrizes que marcam a nossa pele e, geralmente, são o resultado do aumento ou diminuição súbita de peso, porém fisiculturistas, mulheres grávidas, adolescentes, pessoas obesas, também sofrem bastante com o problema. Brancas ou avermelhadas, se instalam na região dos quadris, seios e barriga, criando um efeito antiestético.

Os tratamentos para estrias são na sua maioria não-invasivos, já que o único método invasivo é a remoção secundária da pele através de cirurgia onde é removido o excesso de pele, com isso, algumas marcas de estrias desaparecem.

Os tratamentos mais comuns para as estrias são para as novas estrias (que são as vermelhas), as estrias antigas (são as brancas). As estrias vermelhas são as mais fáceis de tratar, pois são recentes, ocorrem durante a gravidez, na fase da puberdade, ou por mudanças no peso. Quando elas ainda estão vermelhas significa que há circulação de sangue, então com peelings, mesoterapia rica em vitaminas e carboxiterapia, é possível atenuar a situação ao ponto de torná-las quase invisíveis.

Quando elas estão brancas significa que a cicatriz já está consolidada. Não nos esqueçamos de que as estrias são cicatrizes que são causadas ​​pela ruptura das fibras de colágeno. Em tais casos, os tratamentos são mais longos e com base em mesoterapia, peelings fortes e carboxiterapia.

Como evitar estrias

Existem diferentes formas de prevenir as estrias, as principais são baseadas na manutenção do peso, sem dieta ou ganho de peso extremo, como o famoso efeito sanfona e com a ajuda da hidratação da pele diariamente com cremes ricos em vitamina A e ureia.

Durante a gravidez também pode ser evitada. As estrias na gravidez podem ser evitadas através do controle do peso, (além de que aumentar muito de peso durante a gravidez pode fazer mal à mãe e ao bebê), com a utilização de cremes e peelings específicos permitidos durante este período.

Durante o pós-parto imediato, é aconselhável trabalhar apenas com tratamentos dérmicos, peelings, drenagem linfática e cremes para uso doméstico. Se a mãe não está amamentando ou já parou de amamentar, pode usar a mesoterapia com substâncias reepitelizantes e carboxiterapia.

Tratamento para estrias

Usar cremes ricos em vitaminas e em ácidos é um bom tratamento para ajudar no processo de atenuação de estrias, mas é muito importante não só recorrer a eles. O tratamento médico é necessário para estes cremes penetrarem com mais facilidade. Além disso, os cremes devem variar de acordo com a concentração de ácido em sua composição, começando com as concentrações mais elevadas e, em seguida, com as concentrações baixas, além de adicionar fatores reepitelizantes.

As massagens bruscas ou redutoras não são recomendadas para o tratamento de estrias, pois podem danificar ainda mais a pele. A massagem indicada para esses casos é o clássico creme passado de maneira circular, realizado pela própria paciente em casa.

É fundamental o consumo de vitaminas A e B presente em alimentos, tais como kiwi, uma fruta natural que promove a regeneração de tecidos e consumo de magnésio, essencial para a síntese de colagênio.

Procedimentos estéticos

Ácidos: Os ácidos retinoico, ácido glicólico e ácido l-ascórbico são os mais usados. Sendo que o ácido retinoico é o que mais surte efeito, já que é capaz de reorganizar as fibras elásticas e diminuir e tamanho das estrias, além de aumentar a produção de colágeno. O tratamento pode se feito pela própria paciente em casa, com a aplicação no período da noite.

Para o tratamento para estrias com ácidos, é importante uma boa hidratação da pele diariamente, para evitar que a pele fique irritada.

Peeling: Este procedimento consiste na aplicação de uma forma mais concentrada de ácidos sobre as estrias, que deve ser aplicado em consultório especializado, sendo retirado pela própria pessoa em casa, após seis a oito horas, durante o banho.

Subcisão: Durante a subcisão, são inseridas agulhas nas estrias, este procedimento promove o rompimento interno da fibrose nas células. Os estímulos causados pelas agulhas e os hematomas que causam, acabam promovendo uma nova organização do tecido. A técnica é indicada para estrias profundas e largas.

Dermoabrasão: Trata-se de uma espécie de lixamento da pele feito com ponteiras de diamante com diversas espessuras. Estas ponteiras criam uma escoriação sobre a estria, o organismo responde com mecanismos de defesa que favorecem a hidratação de pele e nutrem as fibras colágenas e elásticas e ainda estimulam a formação de colágeno.

Esta técnica é mais indicada para as estrias brancas. Durante o tratamento é importante evitar a exposição ao sol.

Intradermoterapia: Consiste na injeção de substâncias ao longo das estrias que promovem uma reação do organismo, estimulando a formação de colágeno. Um exemplo dessa técnica é a carboxiterapia. O tratamento é recomendado para as estrias mais profundas, as aplicações devem ser feitas em 10 a 12 sessões por semana.

Tratamentos a laser: É um dos tratamento que traz resultados mais rápidos e melhores. Os disparos de laser sobre as estrias e nas áreas próximas, promovem a reconstrução de fibras e a estimulação de colágeno. Este procedimento tem duração de 10 minutos a uma hora, dependendo do grau e da área aplicada. Além disso, serve para as estrias novas ou antigas.

Luz pulsada: É indicada para estrias recentes, utilizando uma tecnologia que emite luz (não é um laser). Essa luz, aquece a pele e estimula o colágeno.

Infravermelho: a luz infravermelha gera calor sobre a pele e aumenta sua temperatura, podendo chegar a 65°C. Esse aquecimento provoca a desagregação do colágeno, assim como sua contração e aumento de sua produção, remodelando a derme e melhorando a aparência da estria.

Novas tecnologias

O novo avanço da ciência da beleza é o Láser Fraxel Dual. Ideal para reduzir cicatrizes, estrias e obter um rejuvenescimento integral da pele, este laser é usado para melhorar as lesões de pele, pois pode agir a nível superficial e profundo, melhorando notavelmente a pele. Além disso, é indolor, não requer mais de duas sessões e em poucos dias você pode retornar às suas funções normais.

Este laser também ajuda a rejuvenescer a aparência da pele em geral, independentemente de ter sido danificada pelo sol, estar com rugas ou outros sinais de envelhecimento. Essa tecnologia permite tratar não só o rosto, mas também outras áreas delicadas da pele, como o pescoço, peito e mãos.

Mais informações

As estrias são o pesadelo das mulheres, mas como você pode ver, existem vários tratamentos para esse problema. Para melhores resultados, você pode combinar diferentes procedimentos para conseguir resultados melhores e mais rápidos.

Quase 90% das mulheres sofrem de estrias, não importa se são magras ou gordinhas, mas os homens também podem ter o problema. O inverno é a época perfeita para tratá-las.

Este Post te ajudou?
  
  • como tornar estrias ivisivel
  • qual o melhor tratamento para a estria branca indicado pelos esteticos fica quase invisivel
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: