A obesidade aumenta o risco de osteoporose

Rudney Dicas Saúde 24-08-13 Dicas Saúde, Doenças, Obesidade, Osteoporose comentários

A obesidade aumenta o risco de osteoporose

Um novo estudo afirma que um excesso de gordura no fígado, na medula óssea e outros órgãos, aumenta o risco de perda de massa óssea e da osteoporose.

O estudo, revela que as pessoas obesas com níveis de gordura mais elevados no fígado, músculo e sangue também tendem a maiores níveis de gordura na medula óssea e no sangue, que por sua vez aumenta o risco de perda de massa óssea e de osteoporose. “Ao contrário do que se acreditava há alguns anos, a obesidade não protege contra a perda de massa óssea”, diz o principal autor do estudo, o professor Miriam A. Bredella da Harvard Medical School, em Boston (EUA).

Usando espectroscopia de ressonância magnética nuclear, os pesquisadores analisaram um total de 106 homens e mulheres com idade entre 19 e 45 anos para avaliar seus níveis de gordura na medula óssea, muscular e hepático. Os resultados mostraram que as pessoas com níveis mais elevados de gordura no fígado e no músculo tinham níveis mais elevados de gordura em sua medula óssea, independentemente do índice de massa corporal, idade e atividade física.

Também se observou que o nível de colesterol HDL, chamado de “bom” que protege da doença cardiovascular, foi inversamente associado com os níveis de gordura na medula espinhal. Em outras palavras, quanto maior a quantidade de gordura na medula espinal, mais baixos eram os níveis de colesterol HDL.

Além disso, um nível de gordura na medula espinal mais elevado, também expõe pessoas a um risco aumentado de fraturas ósseas. Os triglicéridos, um tipo de gordura que circula no sangue, também se associaram com a gordura da medula óssea. Os pesquisadores especulam que isso pode ser porque os triglicérides estimulam a formação de osteoclastos, um tipo de célula que, entre outras funções, degrada osso.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: