7 sinais de alerta que indicam que você deve parar com o jejum imediatamente

7 sinais de alerta que indicam que você deve parar com o jejum imediatamente

Jejuar tem virado costume entre algumas pessoas, principalmente antes dos treinos, para tentar aumentar a queima de gordura corporal e eliminar toxinas do corpo. Há até mesmo estudos indicando que essa prática pode trazer alguns benefícios à saúde, mas uma coisa é certa, ela não é para qualquer pessoa, não deve ser feita regularmente e nem em treinos muito longos.

A capacidade de jejum depende do tipo de corpo da pessoa. Enquanto umas podem ficar mais tempo sem comer e se sentirem normais até mesmo em um treino, outras podem passar muito mal com essa situação e não conseguirem realizarem seus treinos de costume. Além disso, diabéticos, idosos e pessoas que usam medicação em horários fixos não podem deixar de se alimentar.

Quando parar de jejuar?

Uma vez que essa é uma prática de risco, que pode fazer você se sentir mal, fique atento ao notar algum dos sintomas abaixo mencionados e, se for o caso, dê um fim ao seu jejum.

1 – Sensação de queimação no estômago

Se você tem uma grave sensação de queimação no estômago ou um problema de gastrite, não deve jejuar, pois pode piorar ainda mais sua situação e causar ainda mais complicações ao estômago.

2 – Vômitos

Uma sensação de vômito indica irritação gástrica e desequilíbrio eletrolítico no corpo. Por isso, não é aconselhável continuar o seu jejum.

3 – Inconsciência

Se você sente que pode desmaiar a qualquer momento, ou sente tontura, é uma indicação direta de que seu corpo está com falta de glicose, sua principal fonte de energia, uma vez que não há fornecimento de alimentos para ele. Se você ficar inconsciente, deve pôr fim ao seu jejum imediatamente.

4 – Dor no estômago, peito e áreas abdominais

Dor em qualquer uma das áreas acima mencionadas é um sinal certo de que você deve parar de jejuar imediatamente. Ainda que você esteja fazendo isso por sua crença espiritual, não deve esquecer que sua saúde é uma prioridade. Qualquer dor nestas áreas pode levar a graves condições de saúde. Assim, você deve interromper o jejum se tiver qualquer um desses sintomas.

5 – Diarreia

A diarreia, se não for tratada a tempo, pode levar à desidratação e desequilíbrio eletrolítico, e isso pode levar ao agravamento de doenças crônicas, como a asma.

6 – Dor de cabeça

A dor de cabeça é um sintoma muito comum dessa prática, especialmente em pessoas com uma histórico de dores de cabeça ou enxaquecas.

7 – Fraqueza muscular

A fraqueza muscular pode ocorrer, embora isso varie muito de pessoa para pessoa. Acontece frequentemente que, quando mais descanso durante o jejum mais fraco podemos nos sentir.

Outros sintomas

Ficar muito tempo em jejum ou fazê-lo por um longo período de dias pode levar a outros sintomas mais ou menos graves, que podem incluir mudanças de humor, estresse, mau hálito, falta de energia, sudorese, queda de cabelo, unhas quebradiças, baixa imunidade, desnutrição, deficiência de vitaminas e crises de hipoglicemia.

Como parar com o jejum

Saber parar o jejum é uma parte crucial. Com essa prática, seu corpo está na fase de repouso, seu estômago encolhe e os intestinos também se tornam ociosos.

Comece com refeições frequentes e pequenas, e gradualmente progrida para refeições maiores, até chegar à rotina de alimentação normal. Recomenda-se fazer pequenas refeições porque a introdução de alimentos sólidos lentamente previne transtornos relacionados à indigestão.

Mais informações

O jejum pode ser bom em alguns casos, mas você deve ter em mente que precisa ouvir o seu corpo e prestar atenção aos sinais de que algo está errado. Se você sentir qualquer um dos sintomas acima, pare de jejuar imediatamente e procure ajuda médica caso não melhore.

Este artigo te ajudou?
  • +3 curtiram
  • -1 não curtiram