6 efeitos colaterais do vinagre de maçã que você precisa saber

Rudney Dicas Saúde, Remédios caseiros 11-08-16 vinagre de maça, vinagre de maça emagrece, vinagre de maçã para emagrecer comentários

O vinagre de maçã é um tônico natural com vários benefícios à saúde que são sustentados por estudos científicos em humanos. No entanto, muitas pessoas também têm levantado preocupações sobre sua segurança e possíveis efeitos colaterais.

Este artigo lança um olhar sobre os potenciais efeitos colaterais do vinagre de maçã, além de instruções sobre como consumir esse produto com segurança.

O que é o vinagre de maçã?

O vinagre de maçã é feito através da fermentação da maçãs e oxidado com outros tipos de vinagre. A levedura produzida, converte o açúcar das maçãs em álcool. As bactérias são então adicionadas à mistura, que fermentam o álcool em ácido acético.

O ácido acético compõe cerca de 5 a 6% do vinagre de maçã. É classificado como um “ácido fraco”, mas ainda tem fortes propriedades ácidas quando está concentrado. Em adição ao ácido acético, o vinagre contém quantidades vestigiais de outros ácidos, vitaminas e minerais.

Vários estudos em animais e humanos descobriram que o ácido acético do vinagre de maçã pode promover a queima de gordura e a perda de peso, diminuir os níveis de açúcar no sangue, aumentar a sensibilidade à insulina, melhorar os níveis de colesterol, entre outros benefícios à saúde.

Efeitos colaterais de vinagre de maçã

Embora pequenas quantidades são geralmente muito bem assimiladas pelo corpo. Infelizmente, tem sido relatado que o vinagre de maçã pode causar alguns efeitos colaterais, o que é particularmente verdadeiro em grandes doses. Alguns problemas do consumo excessivo desse produto são:

1 – Retardo no esvaziamento do estômago

O vinagre de maçã ajuda a evitar picos de açúcar no sangue através da redução da taxa na qual o alimento sai do estômago e entra no trato digestivo inferior. Isso retarda a sua absorção na corrente sanguínea.

No entanto, este efeito pode piorar os sintomas de gastroparesia, uma condição comum em pessoas com diabetes tipo 1. Na gastroparesia, os nervos no estômago não funcionam corretamente, assim o alimento permanece no estômago por muito tempo e não é esvaziado a uma taxa normal.

Os sintomas de gastroparesia incluem azia, flatulência e náuseas. Um estudo controlado com 10 pacientes com diabetes tipo 1 e gastroparesia, indicou que os que bebiam água com 2 colheres de sopa (30 ml) de vinagre de maçã aumentaram significativamente a quantidade de tempo que a comida ficou no estômago, em comparação com os que beberam água pura.

2 – Efeitos colaterais digestivos

O vinagre de maçã pode causar sintomas digestivos desagradáveis ​​em algumas pessoas. Estudos em humanos e animais descobriram que o vinagre de maçã e o ácido acético pode diminuir o apetite e promover a sensação de saciedade, levando a uma redução natural da ingestão de calorias.

No entanto, um estudo sugere que, em alguns casos, o apetite e a ingestão de alimentos pode diminuir devido a indigestão.

As pessoas que consumiram uma bebida contendo 25 ml de vinagre de maçã relataram menos apetite, mas também significativamente maiores sensações de náusea.

3 – Baixos níveis de potássio e perda óssea

Não existem estudos sobre os efeitos do vinagre de maçã e os níveis de potássio no sangue e saúde óssea. No entanto, existe um relato de um caso de baixo nível de potássio no sangue e de perda óssea que foi atribuído ao consumo de grandes doses de vinagre de maçã tomado durante um longo período de tempo.

Uma mulher de 28 anos de idade consumiu 250 ml de vinagre de maçã diluído em água em uma base diária por seis anos. Depois de um tempo ela foi diagnosticada com baixos níveis de potássio e outras anomalias na química do sangue. Além do mais, a mulher foi diagnosticado com osteoporose, uma doença dos ossos, que raramente é vista em pessoas jovens.

Médicos que trataram a mulher acreditam que as grandes doses diárias de vinagre de maçã reduziram os minerais de seus ossos para controlar a acidez do sangue dela. Eles também notaram que níveis elevados de ácido no corpo pode reduzir a formação óssea.

Claro, a quantidade de vinagre de maçã, neste caso, era muito mais do que a maioria das pessoas consumiria em um único dia, além disso, ela fez isso todos os dias por muitos anos.

4 – Erosão do esmalte dos dentes

Alimentos e bebidas ácidas são conhecidos por danificar o esmalte dos dentes. Refrigerantes e sucos de frutas foram mais amplamente estudados, mas algumas pesquisas mostram que o ácido acético do vinagre também pode danificar o esmalte do dente.

Em um estudo de laboratório, o esmalte de dentes siso foram imersos em diferentes vinagres com níveis de pH variando 2,7 e 3,95. Os vinagres levaram a uma perda de 1 a 20% de sais minerais dos dentes depois de quatro horas.

Importante, este estudo foi feito em um laboratório e não na boca, onde a saliva ajuda a reduzir a acidez. No entanto, isso sugere que grandes quantidades de vinagre pode causar erosão dentária.

5 – Queimaduras na garganta

O vinagre de maçã tem o potencial de causar esofágicas (queimaduras na garganta). Uma pesquisa sobre líquidos nocivos acidentalmente ingeridos por crianças, constatou que o ácido acético do vinagre foi o ácido mais comum que causou queimaduras de garganta.

Pesquisadores reconhecem que o vinagre pode ser considerado uma “substância cáustica potente” e deve ser mantido longe de crianças.

Não há casos publicados de queimaduras na garganta por vinagre de maçã em si. No entanto, há um caso em que um comprimido de vinagre de cidra da maçã causou queimaduras depois de ficar alojado na garganta de uma mulher. A mulher disse que experimentou dor e dificuldade para engolir por seis meses após o incidente.

6 – Queimaduras na pele

Devido à sua natureza fortemente ácida, o vinagre de maçã, também pode causar queimaduras quando aplicado à pele. Em um caso, uma menina de 14 anos de idade desenvolveu erosões no nariz após a aplicação de algumas gotas de vinagre de maçã para remover acne, com base em uma matéria que tinha visto na internet.

Em outro, um menino de 6 anos de idade com uma infecção na perna teve queimaduras depois que sua mãe tratou seu problema com vinagre de maçã. Existem também vários relatos on-line de queimaduras tópicas de vinagre de maçã na pele.

Como consumir vinagre de maçã com segurança

A maioria das pessoas pode consumir com segurança quantidades razoáveis ​​de vinagre de maçã, seguindo essas diretrizes gerais:

– Limite a ingestão: Comece com uma quantidade menor e vá aumentando gradualmente até um máximo de 2 colheres de sopa (30 ml) por dia, dependendo da sua tolerância pessoal.
– Minimizar a exposição dos dentes ao ácido acético: Tente diluir o vinagre na água e bebê-lo através de um canudo.
– Enxaguar a boca: Lave sua boca com água após tomá-lo. Para evitar mais danos ao esmalte, espere pelo menos 30 minutos antes de escovar os dentes.
– Evite se você tem gastroparesia: Evite o vinagre de maçã ou limite a quantidade de consumo para 1 colher de chá (5 ml) diluída em água.

Mais informações

Não há motivos para parar de usar o vinagre de maçã, por seus grandes benefícios à saúde e suas várias utilizações, no entanto, estamos deixando um alerta para o consumo excessivo desse produto que, como vimos, pode causar efeitos contraproducentes. O melhor é sempre manter o bom senso e o consumo moderado, seja do vinagre de maçã ou qualquer outro produto, pois tudo em excesso pode fazer mal.

Este Post te ajudou?
  
  • efeitos colaterais do vinagre de maça
  • vinagre de maça efeitos colaterais
  • vinagre de cidra contraindicacoes
  • qual efeitos colateral do vinagre de maca
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: