11 sintomas de problemas de saúde que nunca devem ser ignorados

Rudney Dicas Saúde 31-08-16 Saúde, sintomas de depressão, sintomas de diabetes, sintomas de infarto comentários

Um diagnóstico precoce é essencial para tratar qualquer problema de saúde. Muitas doenças, sejam elas sérias ou não, se desenvolvem rapidamente, e isso pode ser um risco para nossa vida. Portanto, é preciso sempre estar alerta e, a qualquer sinal de algo diferente, não ignore e procure ajuda médica.

A maioria dos sintomas, como as dores, não são um sinal de algo sério, mas alguns sintomas devem ser verificados. Consulte um médico se você sentir qualquer uma desses sintomas:

1 – Fraqueza nos braços e pernas

Se você ficar fraco ou com seu braço, perna ou face adormecidos, pode ser um sinal de um acidente vascular cerebral, especialmente se for de um lado do seu corpo.

Você também pode estar tendo um acidente vascular cerebral, se não consegue manter o equilíbrio, sentir tonturas, ou ter dificuldade para andar.

Obtenha ajuda rapidamente se de repente você começa a enxergar mal, tem dor de cabeça, sente-se confuso, ou tem problemas de fala ou compreensão.

2 – Dor torácica

Quando se trata de dor no peito, é melhor prevenir do que remediar. Qualquer dor no peito, especialmente acompanhada de sudorese, pressão, falta de ar ou náuseas, deve ser avaliada por um profissional médico imediatamente.

Dor no peito ou pressão pode ser um sinal de doença cardíaca ou ataque cardíaco. Pode também significar que você tem um coágulo de sangue se movendo em seu pulmão.

Se sente o peito apertado ou pesado, e dura mais do que alguns minutos ou vai embora e volta novamente, obtenha ajuda rapidamente. Não tente aguentar.

3 – Dor na parte traseira inferior das pernas

Isso pode ser um sintoma de um coágulo de sangue em sua perna, o que é chamado de trombose venosa profunda. Ela pode acontecer se você permanecer sentado por um longo tempo, como em uma longa viagem de avião, ou se está doente e está de cama por um longo tempo.

Se é um coágulo de sangue, você pode sentir a dor principalmente quando está de pé ou caminhando. Você também pode perceber um inchaço. Além disso, se há vermelhidão e sensação de calor onde está inchado ou dolorido, chame seu médico.

É importante identificar um coágulo de sangue antes que ele possa se ​​soltar e interromper o seu fluxo de sangue, o que pode levar a complicações para a saúde.

4 – Sangue na urina e sangramentos anormais

Várias coisas podem causar-lhe sangue na urina. Se você tem sangue na urina e também sente muita dor na parte inferior das costas, pode ter pedras nos rins. A pedra nos rins ou cálculo renal, é um pequeno cristal feito de minerais e sais que se forma em seu rim e se move através do tubo que transporta a urina.

O seu médico pode fazer raios-X ou fazer um ultra-som para identificar as pedras. Muitas pedras nos rins, eventualmente, são eliminadas por seu corpo ao urinar. Mas às vezes, é preciso uma cirurgia para remover o cálculo.

Se você ver sangue em sua urina e também tem um aumento na sensação de que precisa urgentemente urinar, começa a ir no banheiro mais frequentemente ou sente ardor ao urinar, pode ter um problema na bexiga ou infecção nos rins. Não espere para procurar um médico, especialmente se você apresentar febre.

Se você ver o sangue, mas não sentir qualquer dor, pode ser um sinal de câncer nos rins ou de bexiga, então visite o seu médico.

Úlceras e câncer de cólon também podem causar sangramento retal ou fezes negras. Se você não tiver realizado uma colonoscopia recentemente, converse com seu médico. Sangramento vaginal pode ser ligado a cânceres ginecológicos. Vomitar sangue pode indicar câncer de esôfago, e as pessoas com câncer de pulmão podem tossir com sangue. Sempre que você vê sangue onde ele não deveria estar, consulte um médico.

A presença de sangue nas fezes pode ser devido a hemorroidas. Sangramento vaginal longo após a menopausa pode ser devido a o crescimento de pólipos benignos ou miomas. Vomitar sangue pode ocorrer devido a um vaso sanguíneo rompido ou uma úlcera no estômago ou esôfago. E tosse com sangue pode ocorrer também devido a certas condições, tais como bronquite, pneumonia ou tuberculose. Há muitas razões comuns para ver o sangue, onde não era esperado, mas mesmo assim, a pessoa deve ser examinada e tratada se necessário.

5 – Chiado ao respirar

Problemas respiratórios devem ser tratados imediatamente. Se você está ofegante ou ouvir um chiado quando respira, consulte o seu médico.

Isso pode ser asma, uma doença pulmonar, uma grave alergia ou devido a exposição a produtos químicos. O seu médico pode descobrir o que está causando isso e lhe orientar para o tratamento. Se você tem asma, um alergista irá criar um plano para controlá-la.

Chiados também podem ser causados por pneumonia ou bronquite se você tosse com muco amarelo ou verde. Nesses casos, também pode haver febre ou falta de ar.

6 – Dor de cabeça severa e repentina

Uma dor de cabeça como nunca antes experimentada, especialmente se intensifica em segundos ou minutos em qualquer lugar da cabeça, pode indicar uma ruptura de aneurisma, ou seja, o rompimento de uma artéria que irriga o cérebro, e requer atenção imediata.

Além disso, o médico vai querer descartar outras condições, tais como a meningite, que se manifesta pela dor de cabeça comumente acompanhada por uma rigidez do pescoço, febre e confusão ou outras alterações no estado mental.

7 – Perda de peso inexplicada

A perda de mais do que 5% do seu peso corporal num período de seis meses pode indicar a presença de câncer. A perda de peso é um sintoma em cerca de 36% das pessoas idosas com câncer. Se você ou alguém da sua família está a perder peso de repente e não consegue ganhar peso depois, é preciso procurar um médico para verificar seu estado de saúde.

Um outro problema poderia ser doenças endócrinas, que são uma causa comum de perda de peso involuntária. Aqueles que têm um distúrbio endócrino (especialmente o hipertiroidismo, uma tireoide hiperativa), podem experimentar uma perda de peso de até 11%. A doença também provoca agitação, sudorese, aumento do apetite e dificuldade de concentração.

Além disso, se a perda de peso é acompanhada de extrema sede ou fome, fadiga e micção frequente, pode ser diabetes.

Doenças gastrointestinais tais como doença inflamatória do intestino e a doença celíaca também causam a perda de peso, além de sintomas tais como diarreia e dor abdominal.

Depressão e outros transtornos psiquiátricos também podem ser responsáveis ​​pela perda de peso. A diminuição do apetite e perda de peso são comuns sintomas de depressão. Os pacientes com perda de peso inexplicável devem ser submetidos a uma série de testes para excluir causas médicas gerais.

8 – Febre alta ou persistente

A febre é o modo como o corpo combate a infecção. Mas a febre acima de 39 °C, pode indicar algo mais sério. Pode indicar uma infecção do trato urinário, pneumonia, endocardite (inflamação do revestimento das câmaras cardíacas e válvulas) ou meningite, que pode necessitar de antibióticos. A febre baixa, mas persistente durante várias semanas sem uma causa óbvia é característica de algumas infecções, como sinusite e alguns tipos de câncer, como o linfoma e leucemia.

Também pode ser causada por um vírus, que, dependendo da sua saúde e outros sintomas, pode necessitar de hospitalização.

9 – Falta de ar

A falta súbita de ar pode indicar embolia pulmonar, quando se forma um coágulo de sangue nas veias profundas do corpo (geralmente nas pernas), e viaja para os pulmões e vasos sanguíneos do pulmão. O acidente vascular cerebral também deve ser investigado, especialmente quando a falta de ar é acompanhada por dor no peito e tosse com sangue.

Além disso, se você tiver falta de ar depois de subir dois ou três degraus de escada, ou se cansa mais rapidamente do que costumava, pode estar sofrendo de uma doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), especialmente se for acompanhada de tosse e fadiga, e se você é fumante. Um batimento cardíaco irregular, insuficiência cardíaca congestiva e outros tipos de doenças cardíacas também são alternativas possíveis.

A falta de ar pode ocorrer com asma, bronquite ou pneumonia. Você também pode sentir falta de ar, por vezes, com palpitações no coração, enquanto está sob estresse emocional ou ansiedade extrema. De qualquer forma, é necessário consultar um médico.

10 – Inchaço nas pernas

A acumulação de fluido (chamado de edema) nas extremidades pode ser causada por um certo número de condições, mas uma das que mais preocupam é a insuficiência cardíaca, que ocorre quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para o corpo. Quando isso acontece, o sangue se acumula nas veias, fazendo com que o fluido se acumule nos tecidos corporais. O inchaço das pernas, especialmente se for persistente, não deve ser ignorado. Suspeita-se de insuficiência cardíaca, quando ambas as pernas são afetados e o paciente também tem dificuldade em respirar, cansaço e aperto no peito.

O outro problema poderia ser uma insuficiência venosa. Normalmente, as válvulas nas veias das pernas mantêm o fluxo de sangue de volta para o coração, mas em pessoas com insuficiência venosa, estas válvulas enfraquecem, causando uma acumulação de sangue. Se as válvulas são o problema, o inchaço geralmente desaparece quando a pessoa se deita. As meias de compressão terapêuticas também podem ajudar. O inchaço também pode resultar de hipotiroidismo (quando a glândula da tireoide não produz hormônios suficientes para a necessidade do organismo).

11 – Dor abdominal súbita ou grave

A dor abdominal repentina pode indicar um aneurisma da aorta abdominal, uma protuberância que se desenvolve na parte da aorta que passa pelo abdômen. Em caso de aneurisma, a dor é geralmente súbita e grave, e geralmente centrada em torno do umbigo. Alternativamente, a dor repentina pode indicar uma víscera perfurada (um buraco no estômago, intestino ou outro órgão oco), muitas vezes devido a uma úlcera.

Uma isquemia intestinal também ser a causa desse sintoma. Isso ocorre quando o fluxo de sangue diminui ou pára no intestino, deixando de levar oxigênio suficiente para os tecidos. Esse problema é mais comum em idosos, pacientes com insuficiência cardíaca ou fibrilação atrial. Estas condições são, geralmente, uma ameaça à vida e podem requerer uma cirurgia de emergência.

A dor abdominal também pode ser devido a cálculos biliares, que são depósitos duros em forma grão que estão alojados em um duto da vesícula biliar, causando dor intensa, náuseas e vômitos. Uma diverticulite, a Inflamação ou infecção em pequenos bolsos do intestino grosso também pode causar estas dores. Embora a síndrome do intestino irritável possa causar espasmos dolorosos no cólon, a dor tende a aparecer e desaparecer com o tempo, e pode também causar obstipação ou diarreia.

A apendicite também é outra causa e, quando ocorre, a pessoa irá sofrer uma dor no quadrante inferior direito que piora gradualmente.

Mais informações

São vários os sintomas que podemos experimentar e, que podem ou não serem graves, por isso, não exite em buscar ajuda médica imediata. Um atendimento médico imediato pode reduzir o risco de incapacidade ou até mesmo salvar sua vida.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: