10 super alimentos para cuidar da saúde do pâncreas

Rudney Dicas Saúde, Remédios caseiros 15-10-16 cancer de pancreas, cancer no pancreas, pâncreas comentários

Muitas pessoas estão preocupadas com a saúde do seu coração, pulmões e rins, mas poucas pensam na saúde de seu pâncreas. Para desfrutar de uma boa saúde, você não deve ignorar a saúde do seu pâncreas, que é um órgão extremamente importante do corpo.

Seu pâncreas encontra-se na cavidade abdominal atrás do estômago e tem duas funções básicas: fabricar insulina para controlar seus níveis de açúcar no sangue e fazer enzimas para a digestão de gordura e proteína.

O pâncreas ajuda o corpo a quebrar os alimentos de forma mais eficiente e absorver seus nutrientes. Além disso, junto com insulina, este órgão produz muitas hormônios importantes como polipéptidos, somatostatina e glucagon.

Se o seu pâncreas não funciona adequadamente, vários problemas de saúde podem surgir, incluindo diabetes, pancreatite e até mesmo câncer de pâncreas.

Uma dieta e estilo de vida saudáveis, pode ajudar a cuidar do seu pâncreas. Na verdade, existem muitos alimentos aliados do pâncreas, que podem curar e proteger este órgão vital.

Alimentos que ajudam a cuidar pâncreas

1 – Alho

O alho contém um composto chamado alicina, que tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, bem como a capacidade de prevenção do câncer de pâncreas. Além disso, também contém outros nutrientes benéficos, tais como enxofre, arginina, oligossacarídeos, flavonoides e selênio, que têm efeitos positivos sobre os tecidos pancreáticos.

Um estudo 2013, publicado no Asian Pacific Journal of Cancer Prevention, relata o potencial preventivo e terapêutico do óleo de alho em células de carcinoma do pâncreas.

Também é altamente benéfico para a prevenção, bem como o tratamento da diabetes. Possui propriedades anti-hiperglicêmicos e hipolipemiantes. Isso ajuda a reduzir a quantidade de açúcar no sangue e estimula o pâncreas a produzir insulina suficiente.

Um estudo de 2011 publicado no Pakistan Journal of Pharmaceutical Sciences constatou que a suplementação de alho com um agente antidiabético padrão permite um melhor controle do açúcar no sangue em diabéticos tipo 2.

Outro estudo de 2013, informou que cápsulas de alho tomadas em jejum melhoraram os níveis de glicose no sangue de pessoas com síndrome metabólica e obesidade.

Em uma revisão de 2014 dos estudos publicados no Journal of Avicena Phytomedicine, os pesquisadores apoiaram a ideia de que o consumo regular de alho pode ajudar a manter níveis de açúcar no sangue mais baixos.

2 – Iogurte

O iogurte com seus probióticos é outro alimento surpreendente que é bom para o pâncreas. Os probióticos ajudam a substituir e repor as bactérias saudáveis do intestino, que são importantes para um sistema digestivo saudável. Um sistema digestivo saudável é importante para a saúde do pâncreas.

Os probióticos também são úteis no tratamento de problemas associados com o pâncreas. Um estudo de 2011 publicado em Applied and Environmental Microbiology, relata que o tratamento com probiótico parece atenuar a pancreatite num modelo animal. Os animais tratados com probióticos tinham menos infecções de órgãos remotos, menos infecção de moribundos e tecidos pancreáticos mortos, além de uma resposta imunitária menos grave durante a pancreatite aguda.

Outro estudo publicado em 2014 no BMC Medicine, revelou que um maior consumo de iogurte está associado com um risco reduzido de diabetes Tipo 2, enquanto que outros alimentos lácteos não estavam associados com uma menor incidência de diabetes de Tipo 2.

3 – Espinafre

O espinafre é uma boa fonte de ferro e vitamina B, os dois nutrientes que seu pâncreas precisa para funcionar corretamente. Quando seu corpo recebe estes dois nutrientes em quantidades adequadas, há menos chance de inflamação no pâncreas. A inflamação no pâncreas aumenta o risco de câncer de pâncreas.

Na verdade, o espinafre contém um poderoso agente contra o câncer chamado MGDG (monogalactosyldiacylglycerol) que pode retardar o crescimento de células cancerosas no pâncreas e induzir a apoptose.

O espinafre também é benéfico para o controle de níveis elevados de glicose. Um estudo 2015 publicado no Journal of the American College of Nutrition, descobriu que extratos de espinafre ricos em thylakoids produzem um aumento na saciedade que seria acompanhado por as alterações apropriadas em medidas de glicose e lipídios.

4 – Cúrcuma

A cúrcuma, uma especiaria popular usada na culinária indiana e também é boa para o pâncreas. Ela possui propriedades anticancerígenas que ajudam a evitar muitos tipos de câncer, incluindo câncer de pâncreas. A curcumina, principal composto dessa especiaria, é eficaz na identificação de potenciais células cancerosas e ajuda a destruir essas células nocivas sem danificar as células saudáveis.

Um estudo publicado em 2013 no Anticancer Research, descobriu que o extrato de cúrcuma pode proporcionar uma alternativa à quimioterapia no tratamento dos cânceres pancreáticos letais.

A cúrcuma também é um agente anti-inflamatório poderoso que protege o seu pâncreas, impedindo qualquer tipo de inflamação.

Esta especiaria pode até mesmo ajudar a controlar os níveis elevados de açúcar no sangue e prevenir a diabetes. Um estudo de 2012, publicado na Diabetes Care, constatou que o extrato de curcumina reduziu efetivamente o número de indivíduos pré-diabéticos que eventualmente iriam desenvolver diabetes mellitus tipo 2, bem como melhorou a função geral das células ß.

Um estudo de 2013 publicado no Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine, relata que a curcumina auxilia na prevenção e tratamento da diabetes e distúrbios associados.

5 – Mirtilos

Todos os tipos de frutas são boas para a sua saúde pancreática, mas os mirtilos são os melhores para esta finalidade. Essas pequenas frutas são ricas em antioxidantes, que protegem o pâncreas do estresse oxidativo resultante de danos dos radicais livres. Também podem reduzir o risco de desenvolver doenças graves como câncer no pâncreas.

O mirtilo contém um composto chamado pterostilbene, essa substância aumenta a autodestruição das células de câncer do pulmão, do estômago, do pâncreas e de mama. Ele também ajuda na redução dos níveis de açúcar no sangue e é bom para pessoas que sofrem com diabetes.

6 – Brócolis

Vegetais que pertencem à família das crucíferas, e particularmente o brócolis, são altamente benéficos para a saúde do pâncreas. O brócolis contém elevados níveis de compostos contendo enxofre que ajudam a desintoxicar vários órgãos do corpo, incluindo o pâncreas. Isto, por sua vez, reduz o risco de câncer de pâncreas e outras formas de câncer.

Ele é também rico em apigenina que apoia a saúde pancreática. Um estudo de 2013 publicado no Journal of Surgical Research, relata que a administração de apigenina oral em ratos, após a pancreatite induzida experimentalmente, parece proteger o tecido pancreático. Assim, a administração de apigenina poderia potencialmente diminuir os danos no pâncreas em seres humanos.

Outro estudo de 2013 publicado no Journal of Medicinal Food, destaca a eficácia potencial do sulforafano e provavelmente outros componentes bioativos dos brotos de brócolis como um suplemento único para a gestão da diabetes tipo 2 e suas complicações.

O brócolis ainda reduz o colesterol sérico e o estresse oxidativo, fatores que afetam grandemente a saúde pancreática. Para aproveitar os nutrientes vitais do brócolis, tente comê-lo cru ou ligeiramente cozido. Cozinhar muito pode remover uma grande maioria dos nutrientes.

7 – Uvas vermelhas

Outro fruto benéfico para o pâncreas são as uvas vermelhas. As uvas vermelhas são ricas em um composto conhecido como resveratrol, um outro antioxidante poderoso que pode proteger os tecidos do pâncreas de danos causados por radicais livres. Ao proteger contra os danos dos radicais livres, as uvas vermelhas ajudam a reduzir o risco de pancreatite ou câncer de pâncreas.

Na verdade, o resveratrol induz também a morte celular (apoptose) em células de câncer pancreático. O resveratrol também ajuda a evitar danos dos vasos sanguíneos e reduz a inflamação.

Além disso, os polifenóis das uvas vermelhas melhoram o metabolismo dos carboidratos no corpo e o transporte de glicose nas células. Isto regula a sensibilidade à insulina do pâncreas.

Um estudo de 2013 publicado na revista The Review of Diabetic Studies, relata que o resveratrol tem efeitos hipoglicemiantes por melhorar a função mitocondrial e gasto energético. No entanto, estudos clínicos adicionais são necessários para determinar a utilidade do resveratrol na gestão da diabetes mellitus e suas complicações.

Outro estudo publicado em 2015 no Current Medicinal Chemistry, mostra que os polifenóis modulam o metabolismo de carboidratos e lipídios, diminuem a resistência da glicemia e insulina, aumentam o metabolismo lipídico e otimizam o estresse oxidativo e processos inflamatórios.

8 – Batata doce

As batatas doces são ricas em betacaroteno, um poderoso antioxidante que apoia a saúde pancreática. O consumo de batata doce ajuda a regular as células pancreáticas, as quais são responsáveis pela produção de insulina. Na verdade, elas ajudam a estabilizar os níveis de açúcar no sangue, liberando açúcares gradualmente na corrente sanguínea.

Além disso, esse alimento contém um baixo índice glicêmico e reduz o risco de diabetes. Um estudo feito em 2000 publicado no Biological & Pharmaceutical Bulletin, sugere que a batata doce de pele branca tem notável atividade antidiabética e melhora a anormalidade do metabolismo da glicose e lipídios, reduzindo a resistência à insulina.

9 – Cogumelos Reishi

Os cogumelos Reishi também apoiam a saúde pancreática. Na verdade, eles têm sido utilizados na medicina tradicional chinesa há milhares de anos para a gestão de várias doenças, incluindo o câncer.

Estes cogumelos contêm compostos anti-inflamatórios potentes que podem reduzir a inflamação e inchaço em torno do pâncreas. Isto, por sua vez, reduz o risco de desenvolvimento de pancreatite.

Cogumelos Reishi também são ricos em fitoquímicos, conhecidos como polissacarídeos e triterpenes betaglucana. Os fitoquímicos são potentes antioxidantes que previnem danos dos radicais livres no corpo, reduzindo assim o risco de vários tipos de câncer, incluindo o câncer de pâncreas. Além disso, podem proteger os tecidos saudáveis ​​das células cancerígenas.

10 – Raiz de alcaçuz

Esta raiz tem sido utilizada há milhares de anos na medicina natural. Possui propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a reduzir a inflamação no pâncreas, uma das principais razões por trás do câncer de pâncreas.

O alcaçuz também estimula a produção de bile para digerir os alimentos, o que é importante para apoiar todas as funções glandulares, incluindo a do pâncreas.

A raiz de alcaçuz também contém propriedades antidiabéticas. A substância chamada amorfrutins presente nesta raiz ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue, além de reduzir o risco de desenvolvimento de fígado gordo e melhorar a resistência à insulina.

Um estudo de 2011 publicado em Drug and Chemical Toxicology, revelou que o alcaçuz pode ter um efeito potencial terapêutico para a diabetes devido a suas propriedades antioxidantes e anti-hiperglicêmicas.

Mais informações

Cuidar bem do pâncreas é essencial para manter uma vida saudável e, principalmente, para evitar a diabetes, a pancreatite (inflamação do pâncreas) e outros problemas digestivos. Tente consumir alguns desses alimentos diariamente, pois como vimos, possuem muitos outros benefícios à saúde.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: